Connect with us

Corridas

F1BC Indy Pro 2016/1 @ Pocono

F1BC Indy Pro 2016/1 @ Pocono

Pocono deixou de lado seu histórico de corridas trágicas no F1 Brasil Clube para trás e esta noite de segunda-feira (22) mostrou o porquê, na terceira etapa da Indy Pro. Foram 80 voltas de muito agito, onde os Dallara DW12 sofreram com os pneus e mais de dois pit stops foi uma certeza. Mas ninguém parou a investida de Alberto Ribeiro, vitorioso da noite, com William Trajano e Wagner Pegoraro fechando o pódio.

O grid de largada mostrou pilotos de cinco equipes distintas nas primeiras psoições, com Alberto Ribeiro, Sergio Rodrigues, Rodrigo Munhoz, Wagner Pegoraro e Andre Cattermol. O líder do campeonato Deco Guimarães foi o sexto, mas o concorrente direto e vice-líder Rafael David se ausentou, deixando esta lacuna de conforto para o piloto da Racing 4Fun.

Vinicius Lopes, Adriano Fraporti, Moises Boff, e Pedro Humenhuk completaram o Top 10. Já a Pro Drivers teve um trio que não marcou tempo e optou por iniciar a corrida de modo conservador.

1 Alberto Ribeiro (Static Racing), 42.355
2 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), 42.405
3 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 42.442
4 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), 42.458
5 Andre Cattermol (Pro Drivers), 42.513
6 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 42.582
7 Vinicius Lopes (Alliance Sky Racing), 42.594
8 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), 42.642
9 Moises Luis Boff (KAMF Racing), 42.670
10 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 42.698
11 Douglas Simoneli (KAMF Racing), 42.791
12 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), 42.815
13 Tonny Peixoto (Alliance Sky Racing), 43.002
14 Anderson Lopes (KAMF Racing), 43.423
15 William Trajano (Pro Drivers 2), Sem tempo
16 Andre Cozza (Pro Drivers), Sem tempo
17 Jeferson Rodrigues (Pro Drivers 2), Sem tempo
18 Mateus Monteiro (Pegoraros Racing 2), Sem tempo

Alberto Ribeiro iniciou a frente mas Sergio Rodrigues foi para o ataque. Rodrigo Munhoz também pressionava Wagner Pegoraro, e Anderson Lopes já colocava lado a lado com Mateus Monteiro. Os pilotos da Pro Drivers que largaram no fundo do pelotão começaram a galgar posições.

O desgaste dos pneus começou a atrapalhar a vida dos pilotos. Até mesmo o atual campeão da Indy Pro (2015/3) Pedro Humenhuk cometeu um raro erro, ao destracionar na saída da curva 2 e levando junto Deco Guimarães, que com sorte não rodou e seguiu em frente. Rodrigo Munhoz rodou e provocou a primeira bandeira amarela da noite nesta categoria.

Wagner Pegoraro e Adriano Fraporti foram para estratégia diferente, pois pararam antes da bandeira amarela nos boxes, e não levaram volta de desvantagem em Pocono, então apareceram na liderança assim que os demais pararam em baixa velocidade.

Este fator daria mais emoção, mas os pilotos da Pegoraros Racing não escapariam de mais uma parada nos boxes no trecho final. Contudo, Wagner voltou em ritmo alucinante para tentar entrar no Top 5. Uma bandeira amarela surgiu pouco antes do final, e os pilotos teriam duas voltas em bandeira verde após a relargada. Andre Cozza e Sergio Rodrigues trocaram pneus e voltaram em sexto e sétimo, respectivamente.

A relargada mostrou Alberto levando toda pressão do mundo de Trajano e Pegoraro, que já tentava o segundo lugar. Rodrigues e Cozza imediatamente deixaram Monteiro e guimarães para trás, mas uma rodada de Peixoto pouco antes de a volta final se abrir acionou o Safety car e decretou final de corrida em Pocono, com esta ordem no Top 5.

Deco Guimarães segue na liderança da Indy Pro com 107 pontos, a frente de Sergio Rodrigues (88), Rafael David (80), William Trajano (74), Alberto Ribeiro (67), Pedro Humenhuk (66), Andre Cattermol (65), e Wagner Pegoraro (60). A pontuação completa de pilotos e equipes está no website oficial www.f1bc.com.

A próxima etapa da Indy Pro será realizada no circuito de Kansas, no dia 7 de março, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias.

O F1BC tem parcerias oficiais com Câmara de Comércio e Indústria do Brasil, Soap Car, Chiara Guitar Shop, F1Mania, NRT Servers, e F1-Brasil.

Final, 80 voltas
1 Alberto Ribeiro (Static Racing), 80 voltas
2 William Trajano (Pro Drivers 2), +00.177
3 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), +00.906
4 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), +1.592
5 Andre Cozza (Pro Drivers), +1.818
6 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +4.096
7 Mateus Monteiro (Pegoraros Racing 2), +5.571
8 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), +1 volta
9 Douglas Simoneli (KAMF Racing), +1 volta
10 Tonny Peixoto (Alliance Sky Racing), +1 volta
11 Andre Cattermol (Pro Drivers), +2 voltas
12 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), +2 voltas
13 Jeferson Rodrigues (Pro Drivers 2), +3 voltas
14 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +6 voltas
15 Vinicius Lopes (Alliance Sky Racing), +52 voltas (Abandono)
16 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +58 voltas (Abandono)
17 Anderson Lopes (KAMF Racing), +66 voltas (Abandono)
18 Moises Luis Boff (KAMF Racing), +67 voltas (Abandono)
Volta mais rápida: Wagner Pegoraro, 42.308

Race Control
Alberto Ribeiro, Warning – Gerou incidente de nível 1 (14.1.1) [+1 Licença]
Andre Cattermol, Stop-And-Go 10s – Gerou incidente de nível 3 (14.3.1) [+3 Licença]

Pontos nas licenças
Alberto Ribeiro +1
Andre Cattermol +3

Vídeo da etapa

More in Corridas