Connect with us

Corridas

F1BC National Light 2016/1 @ Campo Grande

F1BC National Light 2016/1 @ Campo Grande

A quarta etapa da National Light foi em um circuito um tanto travado, mas que proporcionou excelentes disputas por posição. Campo Grande foi o palco desta quarta-feira (3), e revelou Carlos Tassi com sua primeira vitória no F1 Brasil Clube, após bom duelo inicial com Luiz de Melo, que em recuperação brilhante foi o segundo, e posteriormente segurando a pressão de Vitor Carvalho, que se destacou também pela volta mais rápida, mas deixou o terceiro lugar no pódio escapar para Marcos Furriel.

Com 29 participantes, a National Light mostrou solidez no grupo de pilotos e claro, dificuldades para quem tinha mais lastro – os líderes da competição. Carlos Tassi anotou a pole position e foi seguido por Luiz de Melo, Marcos Furriel, Murilo Parra, Daniel Shinji, Bibiano Jr, Tiago Bandeira, Jackson Oliveira, Vitor Carvalho e Erick Goldner no Top 10. O líder Richard Valandro foi 23º, e o vice-líder Rafael Barbosa o 18º na ordem. Daniel Kaefer (24º) e Andre |Neiva (22º) mostraram que o lastro seria um fator decisivo.

Classificação
1 Carlos Tassi (Pehzinho Racing 3), 1:29.413
2 Luiz de Melo (Alliance Sky Racing), 1:29.716
3 Marcos Furriel (Clube do Volante), 1:29.920
4 Murilo Parra (Sinister Race Team), 1:29.923
5 Daniel Shinji (Alliance Sky Racing), 1:29.935
6 Bibiano Junior (Pehzinho Racing 2), 1:29.964
7 Tiago Bandeira (Marsch Team), 1:29.981
8 Jackson Oliveira (Pehzinho Racing 3), 1:30.014
9 Vitor Carvalho (RPR Team), 1:30.040
10 Erick Goldner (Clube do Volante), 1:30.069
11 Edivan Monteiro (Shadow Racing), 1:30.079
12 Sidney Schmitz (Sinister Race Team 2), 1:30.135
13 Fellipe Porto (Clube do Volante), 1:30.299
14 Alisson Zanoni (Shadow Racing), 1:30.479
15 Jarbas Munhoz (Shadow Racing), 1:30.539
16 Edson Luiz (Sinister Race Team), 1:30.555
17 Guilherme Rocha (Pehzinho Racing), 1:30.580
18 Rafael Barbosa (Pehzinho Racing), 1:30.707
19 Lucio Linconl (Pehzinho Racing 3), 1:30.810
20 Pablo Bauer (Marsch Team), 1:30.877
21 Roberto Crancio (RPR Team), 1:30.907
22 Andre Neiva (Pehzinho Racing 2), 1:30.913
23 Richard Valandro (Pehzinho Racing 2), 1:30.966
24 Daniel Kaefer (Pehzinho Racing), 1:31.013
25 Wagner Matos (Alliance Sky Racing 2), 1:31.275
26 Sandro Goulart (Independente), 1:31.316
27 Pedro Sodre (Hattrick Racing), 1:31.700
28 Celso Andriani (HotTrack Racing), 1:32.558
29 Daniel Paulo (Grip Racing), 1:33.476

Luiz de Melo largou melhor, mas houve um toque leve com Carlos Tassi, onde o piloto da Pehzinho ficou na ponta e o volante da Alliance Sky caiu para o quinto posto. Muita movimentação entre os 29 participantes, e destaque breve para Daniel Kaefer que de 24º subiu para 15º apenas para abandonar pouco depois.

Daniel Shinji ultrapassou Erock Goldner, enquanto Luiz de Melo superou Bibiano Jr, que por sua vez rodou logo depois e caiu para a 11ª colocação. Entre as equipes quem saltava aos olhos era a Shadow Racing com seu único trio ocupando as posições 9, 10 e 12, em um esforço que deve render chances de título entre as escuderias.

Incidentes também marcaram a apresentação em Campo Grande. Roberto Crâncio chocou com Jackson Oliveira e bateu forte na barreira de proteção. Estes erros dos adversários promoviam os líderes da tabela, com mais lastro: Valandro era 20º, Barbosa por sua vez tinha melhor condição em 14º, André neiva seguia de perto em 15º, mas o trabalho mais surpreendente era o de Fellipe Porto, em oitavo.

Disputa na liderança com a revelação Vitor Carvalho superando Carlos Tassi, mas logo depois parando nos boxes, no minuto 24. Seu pit stop foi mais demorado e o piloto da RPR retornou atrás de Marcos Furriel, embalando um duelo que lhe tomou tempo, mesmo com uma bela ultrapassagem. No final das paradas era Tassi o líder, com boa margem.

Um embate final entre Marcos Furriel e Tiago Bandeira permitiu a aproximação de Luiz de Melo e Daniel Shinji, este último abandonando por problemas de conexão com 10 minutos para o encerramento. Em uma das tentativas, Bandeira passou reto pela freada no curvão da oposta e Melo ganhou um lugar.

Mas a surpresa maior foi Carvalho, então segundo, também perdendo a freada e abrindo caminho para estes concorrentes ganharem uma posição cada. Tiago tentou aproveitar para ultrapassá-lo e houve mais um toque. Ainda havia tempo para Melo passar Furriel, e Bibiano deixar Goldner para trás. Uma corrida pra lá de agitada – e positivamente.

Final de prova com a primeira vitória de Carlos Tassi, comemorando muito a frente da Pehzinho Racing. Luiz de Melo, Marcos Furriel, Vitor Carvalho e Bibiano Jr completaram o Top 5, de um total de 20 pilotos que receberam a quadriculada.

Carlos Tassi com a vitória pulou da nona posição na tabela para a ponta. COnfira a ordem: 97 Tassi, 90 Barbosa e Porto, 89 Valandro, 84 Melo, 83 Furriel, 78 Kaefer e Munhoz, 74 Neiva. A pontuação completa de pilotos e equipes está no website oficial www.f1bc.com.

A próxima etapa da National Light será realizada no circuito de Interlagos antigo, no dia 16 de março, às 20h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias.

O F1BC tem parcerias oficiais com Câmara de Comércio e Indústria do Brasil, Soap Car, Aliança Consultoria, F1Mania, NRT Servers, SimRacingTools, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Carlos Tassi (Pehzinho Racing 3), 33 voltas
2 Luiz de Melo (Alliance Sky Racing), +0:12.847
3 Marcos Furriel (Clube do Volante), +0:14.050
4 Vitor Carvalho (RPR Team), +0:18.242
5 Bibiano Junior (Pehzinho Racing 2), +0:27.947
6 Alisson Zanoni (Shadow Racing), +0:30.274
7 Fellipe Porto (Clube do Volante), +0:34.019
8 Tiago Bandeira (Marsch Team), +0:34.169
9 Erick Goldner (Clube do Volante), +0:34.760
10 Jarbas Munhoz (Shadow Racing), +0:47.074
11 Edivan Monteiro (Shadow Racing), +0:52.136
12 Guilherme Rocha (Pehzinho Racing), +0:52.909
13 Rafael Barbosa (Pehzinho Racing), +1:02.773
14 Richard Valandro (Pehzinho Racing 2), +1:16.310
15 Lucio Linconl (Pehzinho Racing 3), +1:19.439
16 Wagner Matos (Alliance Sky Racing 2), Combustivel (32)
17 Andre Neiva (Pehzinho Racing 2), +1 voltas
18 Sandro Goulart (Independente), +1 voltas
19 Celso Andriani (HotTrack Racing), +1 voltas
20 Pablo Bauer (Marsch Team), +1 voltas
21 Daniel Shinji (Alliance Sky Racing), Abandono (28)
22 Daniel Paulo (Grip Racing), Abandono (21)
23 Daniel Kaefer (Pehzinho Racing), Acidente (19)
24 Edson Luiz (Sinister Race Team), Abandono (15)
25 Jackson Oliveira (Pehzinho Racing 3), Abandono (14)
26 Roberto Crancio (RPR Team), Abandono (11)
27 Pedro Sodre (Hattrick Racing), Abandono (11)
28 Sidney Schmitz (Sinister Race Team 2), Acidente (2) [+20s]
Volta mais rapida: Vitor Carvalho, 1:29.915

Race Control
S.Schmitz, +20s no tempo final de prova – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença][1]
Incidente envolvendo os carros de L. Melo e C. Tassi – Nenhuma ação tomada. [1]
S.Goulart, Drive-Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença] [2]
R. Crancio, Drive-Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença] [2]
S.Schmitz, Drive-Through – Freada imprópria, parou em local inesperado, desacelerou deliberadamente (14.2.12) [+2 Licença][3]
R.Crancio, Drive-Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença] [3]
P.Bauer, Warning – Dificultou passagem quando retardatário sem causar perda significativa (14.1.3) [+1 Licença] [11]
V.Carvalho, Warning – Gerou incidente de nível 1 (14.1.1) [+1 Licença] [13]
T.Bandeira, Drive-Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença] [29]
Incidente envolvendo os carros de R. Valandro e W. Matos – Nenhuma ação tomada. [29]
Incidente envolvendo os carros de R. Valandro e W. Matos – Nenhuma ação tomada. [31]

Pontos nas licenças
Sandro Goulart +2
Roberto Crancio +4
Pablo Bauer +1
Vitor Carvalho +1
Wagner Matos +1
Tiago Bandeira +2
Sidney Schmitz +4

Vídeo da etapa

More in Corridas