Connect with us

Corridas

F1BC Daytona 500 foi um sucesso na edição 2016

F1BC Daytona 500 foi um sucesso na edição 2016

O evento tão aguardado, F1BC Daytona 500, foi disputado na noite desta terça-feira (5) oferecendo premiação em dinheiro para os oito primeiros. O que fez valer a espera, foi o espetáculo em pista, com disputas de alto nível nas duzentas voltas no tradicionalíssimo circuito oval de Daytona. Laercio Leite foi o vencedor após uma chegada sensacional, com Anderson Vilela e Caique Ghiraldi, que fizeram um bom trabalho de equipe juntamente com o vencedor, protagonizando um pódio inteiramente da Sinister Race Team.

A classificação foi bastante apertada, onde as posições foram definidas com milésimos de diferença. Rodrigo Munhoz largou na ponta, à frente de Bruno Barbugli e Romar Arns. Deco Guimarães e Rodrigo Vicente completaram o Top 5. Dionatan Machado, Wagner Pegoraro, Fabricio Macedo, Anderson Silva e Ellery Souza completaram o Top 10 do grid de largada, que ainda teve José Crescente, Lucas Silva, Marcelo Lopes, Rafael David, Thiago Borlenghi, Caique Ghiraldi, Anderson Vilela, Djefferson Ramos, Laercio Leite, Wellingson Souza, Cristian Ramos, Rafael Trindade e Francisco Júnior.

Classificação
1 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 47.369
2 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), 47.372
3 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), 47.375
4 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 47.398
5 Rodrigo Vicente (Alliance Sky Racing), 47.399
6 Dionatan Machado (Racing 4Fun), 47.401
7 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), 47.404
8 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), 47.407
9 Anderson Silva (Racing 4Fun), 47.422
10 Ellery Souza (Escuderia Sul-Brasil), 47.441
11 Jose Crescente (Pegoraros Racing), 47.442
12 Lucas Silva (Hattrick Racing), 47.449
13 Marcelo Lopes (Grip Racing), 47.457
14 Rafael David (Pro Drivers), 48.035
15 Thiago Borlenghi (Hattrick Racing), 48.312
16 Caique Ghiraldi (Sinister Race Team), Sem tempo
17 Anderson Vilela (Sinister Race Team), Sem tempo
18 Djefferson Ramos (Pro Drivers), Sem tempo
19 Laercio Leite (Sinister Race Team), Sem tempo
20 Wellingson Souza (Sinister Race Team), Sem tempo
21 Cristian Ramos (Pro Drivers), Sem tempo
22 Rafael Trindade (Racing 4Fun), Sem tempo
23 Francisco Junior (Sinister Race Team), Sem tempo

O início da prova já contou com grande emoção, quando Rodrigo Vicente, que largou do quinto posto, aparecia na liderança. O grid com grande número de carros, proporcionou um grande espetáculo ainda na parte inicial da prova, onde os pilotos seguiam colados um aos outros na disputa por posições, que só teve pausa nas primeiras paradas nos boxes, causando uma separação entre os pilotos em pista.

Já aproximando a metade da prova, iniciou uma disputa entre as equipes Racing 4Fun e Sinister Race Team. Deco Guimarães, Dionatan Machado, Rodrigo Munhoz e Rafael Trindade formaram o pelotão da Racing 4Fun, que ocupava as quatro respectivas primeiras posições do grid, sendo perseguidos por Laercio Leite, Caique Ghiraldi, Wellingson Souza, Anderson Vilela e Francisco Júnior, que formaram o pelotão da Sinister Race Team e ocupavam as respectivas posições em sequência.

Passando-se a metade da prova, a disputa entre os pelotões da Racing 4Fun e Sinister Race Team continuavam. Apesar das paradas nos boxes, o pelotão da equipe rubro-negra apenas diminuia a diferença, mas não demonstrava que chegaria aos concorrentes direto pela vitória. Uma bandeira amarela alterou a situação da disputa entre as equipes, misturando os pelotões já entrando na parte final da prova.

Após várias voltas lado a lado e colados, os pilotos das equipes em disputa protagonizaram mais um espetáculos na corrida, até um toque de Wellingson Souza em Rodrigo Munhoz causou uma bandeira amarela, que além de também tirar Deco Guimarães da prova, decidiu, praticamente, o destino da corrida. Após as paradas nos boxes dos pilotos da Sinister serem melhores, o pelotão com Laercio Leite, Anderson Vilela e Caique Ghiraldi partiram, em pista livre, para receber a quadriculada. Laercio venceu numa chegada sencional, decidida no famoso photo finish, com Vilela chegando em segundo e Ghiraldi em terceiro, completando um pódio rubro-negro no F1 Brasil Clube.

A F1BC Daytona 500 foi um grande espetáculo, e quem esteve nas arquibancadas virtuais pode assistir uma grande disputa de pilotos de alto nível, utilizando um simulador que possui um excelente estrutura para tal evento: o iRacing. O F1 Brasil Clube ofereceu, como premiação, R$1.100,00 entre os oito primeiros, confira os pilotos que foram premiados no evento: Laercio Leite foi o vencedor e levou R$260,00. Anderson Vilela foi o segundo e levou R$210,00. Caique Ghiraldi foi o terceiro e levou R$160,00. Ellery Souza, Dionatan Machado, Wellingson Souza, Rafael Trindade e Wagner Pegoraro completaram as oito primeiras posições, levando R$110,00 cada um.

O F1BC tem parcerias oficiais com Câmara de Comércio e Indústria do Brasil, Soap Car, Aliança Consultoria, F1Mania, NRT Servers, SimRacingTools, SimSync, Reiza Studios, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 200 voltas
1 Laercio Leite (Sinister Race Team), 200 voltas
2 Anderson Vilela (Sinister Race Team), +00.011
3 Caique Ghiraldi (Sinister Race Team), +00.033
4 Ellery Souza (Escuderia Sul-Brasil), +17.772
5 Dionatan Machado (Racing 4Fun), +17.798
6 Wellingson Souza (Sinister Racing Team), +2 voltas
7 Rafael Trindade (Racing 4Fun), +15 voltas
8 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), +26 voltas
9 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +31 voltas (Abandono)
10 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +32 voltas (Abandono)
11 Francisco Junior (Sinister Race Team), +33 voltas (Abandono)
12 Thiago Borlenghi (Hattrick Racing), +43 voltas (Abandono)
13 Anderson Silva (Racing 4Fun), +79 voltas (Abandono)
14 Rodrigo Vicente (Alliance Sky Racing), +81 voltas (Abandono)
15 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), +91 voltas (Abandono)
16 Lucas Silva (Hattrick Racing), +112 voltas (Abandono)
17 Jose Crescente (Pegoraros Racing), +116 voltas (Abandono)
18 Marcelo Lopes (Grip Racing), +117 voltas (Abandono)
19 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), +130 voltas (Abandono)
20 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), +143 voltas (Abandono)
21 Cristian Ramos (Pro Drivers), +144 voltas (Abandono)
22 Djefferson Ramos (Pro Drivers), +152 voltas (Abandono)
23 Rafael David (Pro Drivers), +192 voltas (Abandono)
Volta mais rápida: Thiago Borlenghi, 44.758

Race Control
R.Trindade, Warning – Gerou incidente de nível 1 (14.1.1) [0]
R.David, Drive Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [8]
Incidente envolvendo os carros de R.David, M.Lopes e L.Silva – Nenhuma ação tomada. [8]
W.Pegoraro, Stop-And-Go 10s – Gerou incidente de nível 3 (14.3.1) [54]
W.Pegoraro, Stop-And-Go 10s – Dificultou ultrapassagem quando retardatário causando perda significativa (14.3.6) [67]
T.Borlenghi, Drive Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [49]
R.Vicente, Warning – Gerou incidente de nível 1 (14.1.1) [111]
A.Carvalho, Stop-And-Go 30s – Gerou incidente de nível 4 (14.4.1)) [111]
Incidente envolvendo os carros de R.Trindade e L.Silva – Nenhuma ação tomada. [149]
L.Silva, Last Position – Gerou incidente quando em posição de retardatário (14.5.4) [150]
W.Souza, Stop-And-Go 30s – Gerou incidente de nível 4 (14.4.1) [168]
D.Machado, Warning – Gerou incidente de nível 1 (14.1.1) [175]

Vídeo da etapa

More in Corridas