Connect with us

Corridas

F1BC Formula Pro 2016/3 @ Spa-Francorchamps

F1BC Formula Pro 2016/3 @ Spa-Francorchamps

O início da temporada 2016/3 da Fórmula Pro no F1 Brasil Clube foi em grande estilo, no circuito lendário de Spa-Francorchamps. Nada poderia ser mais simbólico do que isso, a estreia da categoria mais rápida em uma pista que tem uma das maiores médias de velocidade do calendário da Fórmula 1 e também a curva mais desafiadora, a tradicionalíssima Eau Rouge. O triunfo ficou por conta do piloto Joao Almeida (Grip Racing), o segundo lugar pertenceu a Rafael Amaral (Racing 4Fun) e o terceiro a Daniel Machado (Grip Racing).

O treino classificatório provou que a disputa seria apertada e tudo poderia ser decidido nos mínimos detalhes e nas estratégias das equipes. Principalmente as equipes Racing4Fun e Grip Racing que juntas compuseram grande parte do grid. Rafael Amaral acertou um volta invejável e anotou 1:48.570, com um tempo próximo Joao Almeida cravou 1:48.803 e, na sequência, Daniel Machado garantiu o terceiro lugar no qualifying com 1:48.812. Marcio Medeiros (F1BC Equipe 1), Mohamad Mourad (Racing4Fun), Dionatan Machado (Racing4Fun2), Joao Augusto (Grip Racing 3), Matheus Araujo (Grip Racing 2), Deco Guimaraes (Racing4Fun 2) e Thiago Rosa (Grip Racing 2) completaram o top 10.

Classificação
1 Rafael Amaral (Racing 4Fun), 1:48.570
2 Joao Almeida (Grip Racing), 1:48.803
3 Daniel Machado (Grip Racing), 1:48.812
4 Marcio Medeiros (Hattrick Racing), 1:48.880
5 Mohamad Mourad (Racing 4Fun), 1:49.303
6 Dionatan Machado (Racing 4Fun 2), 1:49.632
7 Joao Augusto (Grip Racing 3), 1:50.000
8 Matheus Araujo (Grip Racing 2), 1:50.157
9 Deco Guimaraes (Racing 4Fun 2), 1:50.525
10 Thiago Rosa (Grip Racing 2), 1:51.138
11 Charles Zimmermann (Grip Racing 2), 1:51.519
12 Felipe Gomes (Sim Force SimRacing), 1:51.795
13 Andre Kimi (Racing 4Fun), Sem tempo
14 Marlus Brigola (Sim Force SimRacing), Sem tempo

Para aqueles espectadores que curtem corridas frenéticas, com peças de monopostos voando para todos os lados, a largada não poderia ter sido mais emocionante. Como se sabe, mesmo entre pilotos experientes, ter a La Source como curva 1 é um verdadeiro desafio e não deu outra, o resultado foi um incidente fantástico envolvendo vários competidores e equipes.

Mais uma vez, a direção de prova empreendeu uma difícil análise para desmembrar o acidente, identificando os pilotos responsáveis, para aplicar as medidas cabíveis, conforme o regulamento. Na sequência da largada, alguns pilotos, como Dionatan Machado e Mohamad Mourad, já levaram seus veículos aos boxes para realizar reparos, uma vez que os carros ficaram bastante danificados.

Na disputa pelas três primeiras posições, ainda na primeira volta, Rafael Amaral, Daniel Machado e Joao Almeida se desvencilharam bem da confusão e escaparam para estabelecer o pelotão da frente. Logo após, na freada da Les Combes, Joao Almeida, com ritmo claramente superior, colocou do lado para efetuar manobra limpa de ultrapassagem sobre Daniel Machado. Assim, a batalha pela vitória da corrida começava a ganhar forma, com Joao Almeida passando a perseguir Rafael Amaral, que não teria vida fácil dali em diante.

A grande briga dos primeiros 10 minutos da etapa ficou mesmo por conta de Joao Almeida e Rafael Amaral. Depois de ter assumido o segundo lugar, Almeida diminuiu a distância para Amaral e então passou a exercer forte pressão sobre ele, que parecia sofrer com a regulagem dos freios, travando constantemente as rodas dianteiras em freadas mais acentuadas. Desse modo, Amaral acabou errando e deixando o lugar para Almeida, que então assumiu a liderança e não a perdeu mais de vista.

Ainda antes do início dos trabalhos de boxes, alguns incidentes chamaram atenção. Marlus Brigola acabou perdendo o controle do seu fórmula na famosa Eau Rouge e atingiu o Guard Rail em altíssima velocidade, deixando seu carro completamente destruído.

Aos 15 minutos teve início as trocas de pneus dos pilotos que optaram pela estratégia de duas paradas, entre eles, Rafael Amaral, que decidiu antecipar seu pit-stop a fim de ter seus pneus sempre em condições de imprimir um ritmo muito forte, tendo como objetivo alcançar Joao Almeida.

Cerca de 5 minutos depois da primeira troca de Rafael Amaral, Joao Almeida veio para os boxes, deixando a liderança recair sobre Daniel Machado, seu companheiro de equipe. A partir daí Almeida conseguiu retornar ao traçado ainda na frente de Amaral e partiu para o ataque a Machado, que resolveu praticar uma tática diferente, utilizando apenas pneus médios nos dois stints e tentando controlar o desgaste até a troca que seria feita no meio da corrida. Na sequência, Almeida realizou a ultrapassagem sobre Machado, que parecia sofrer com os pneus. Logo depois, Amaral também conseguiu passar o piloto da Grip Racing, voltando a ocupar a segunda colocação.

A esse tempo da prova, Joao Almeida e Rafael Amaral viravam tempos parecidos, mas Amaral sabia que precisava correr contra o relógio, pois a sua estratégia exigiria que ele viesse aos boxes mais uma vez.

Restando 25 minutos para o fim da etapa, destaque para a incrível manobra de Deco Guimaraes sobre Felipe Gomes na entrada da Pouhon. Minutos depois, na disputa pela quarta colocação, Matheus Araujo conseguiu a ultrapassagem sobre Thiago Rosa, que também passou a sofrer pressão de Deco Guimaraes, que seguiu no seu vaco até a freada da Bus Stop, onde destracionou e acabou rodando. Mas a batalha não terminou ali: Deco recuperou o tempo perdido, encontrando gás para alcançar Thiago novamente. Porém outra vez, cometeu um erro e se chocou com o veículo que estava adiante. Finalmente, na freada da primeira perna da Fagnes, a tão almejada manobra foi conquistada pelo piloto da Racing4Fun, que passou a ocupar a quinta posição.

Joao Almeida, que levou uma proposta diferente da maioria dos pilotos para o circuito de Spa-Francorchamps, ao fim dos 50 minutos, conseguiu merecidamente se manter no lugar mais alto do pódio, controlando de maneira espetacular o consumo dos pneus e a vantagem que obteve sobre Rafael Amaral, que terminou em segundo. Daniel Machado completou o pódio. Matheus Araujo, Deco Guimaraes, Thiago Rosa, Felipe Gomes, Dionatan Machado, Mohamad Mourad e Marcio Medeiros fecharam o top 10.

A próxima etapa da Fórmula Pro será realizada no circuito de Suzuka no Japão, no dia 6 de outubro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias. O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Joao Almeida (Grip Racing), 27 voltas
2 Rafael Amaral (Racing 4Fun), +0:10.682
3 Daniel Machado (Grip Racing), +0:36.064
4 Matheus Araujo (Grip Racing 2), +1:23.381
5 Thiago Rosa (Grip Racing 2), +1:46.885
6 Deco Guimaraes (Racing 4Fun 2), +1 volta
7 Felipe Gomes (Sim Force SimRacing), +1 voltas
8 Dionatan Machado (Racing 4Fun 2), +1 voltas
9 Mohamad Mourad (Racing 4Fun), +1 voltas
10 Marcio Medeiros (Hattrick Racing), +2 voltas
11 Charles Zimmermann (Grip Racing 2), +2 voltas
12 Andre Kimi (Racing 4Fun), Abandono (7)
13 Marlus Brigola (Sim Force SimRacing), Acidente (6)
14 Joao Augusto (Grip Racing 3), Abandono (2) [LP]
Volta mais rapida: Rafael Amaral, 1:48.460

Race Control
Incidente Marlus Brigola – Nenhuma ação tomada. [1]
Joao Augusto, Last Position – Acidente múltiplo (16.5.2) [+5 Licença] [1]
Marcio Medeiros, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [2]
Deco Guimarães, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [23]
Marcio Medeiros, Warning – Resistência quando retardatário sem perdas (16.1.3) [+1 Licença] [25]

Pontos nas Licenças
Joao Augusto +5
Marcio Medeiros +2
Deco Guimarães +1

Vídeo da etapa

More in Corridas