Connect with us

Corridas

F1BC Indy Light 2016/3 @ Daytona

F1BC Indy Light 2016/3 @ Daytona

A primeira etapa da Indy Light na temporada 2016/3 no F1BC ocorreu no lendário circuito de Daytona, versão de 2007, nesta categoria que conta com o Dallara de 2011 do iRacing. Foram disputadas 51 voltas em 50 minutos e com 30 carros no grid, mostrando uma boa mistura de pilotos experientes e novatos com um bólido que, apesar de Light no nome, passa dos 350km/h facilmente. Deco Guimarães levou a melhor e a Racing 4Fun conquistou a dobradinha inicial.

A classificação de cinco minutos serviu para mostrar que os experientes estão afiados: Pedro Humenhuk, Dionatan Machado, Deco Guimarães e José Godoy formaram as duas primeiras filas, com o estreante Rogerio Floresta em um excelente quinto posto. A sequência teve os também “macacos velhos” Jorge Pezzolo, Vinicius Marega, Rodrigo Munhoz, além do atual campeão Sergio Rodrigues, e Fabio Marques, retornando abós um hiato no clube, fechando o Top 10.

Classificação
1 Pedro Humemhuk (Falcon Motorsports), 39.069
2 Dionatan Machado (Racing 4Fun), 39.082
3 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 39.085
4 Jose Godoy (Pegoraros Racing), 39.092
5 Rogerio Floresta (Mondial Racing 2), 39.096
6 Jorge Pezzolo (Racing 4Fun 2), 39.101
7 Vinicius Marega (Pegoraros Racing), 39.112
8 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 39.131
9 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), 39.173
10 Fabio Marques (Black Wings Racing Team 2), 39.186
11 Ramon Barros (Mondial Racing 2), 39.189
12 Beto Soussa (Dragon Racing AV), 39.197
13 Augusto Maia (Grip Racing), 39.197
14 Julio Moreira (Dragon Racing AV), 39.212
15 Algrans Junior (Black Wings Racing Team), 39.326
16 Romulo Silveira (Gryphus Motorsports), 39.353
17 Carlos Feuser (Pehzinho Racing), 39.359
18 Lucas Silva (Hattrick Racing), 39.363
19 Felipe Gomes (Sim Force SimRacing), 39.378
20 Rafael Barbosa (Pehzinho Racing 2), 39.380
21 Guilherme Rocha (Pehzinho Racing), 39.391
22 Rodrigo Cascaes (W3 Race), 39.396
23 Bibiano Junior (Pehzinho Racing), 39.403
24 Renan Costa (Grip Racing), 39.406
25 Alexander Franco (Sim Force SimRacing), 39.412
26 Gabriel Mauricio (Mondial Racing 2), 39.454
27 Valmor Arenhart (Falcon Motorsports), sem tempo
28 Leandro Moreira (Mondial Racing), sem tempo
29 Marcio Cruz (Mondial Racing), sem tempo

Inicio de corrida bem complicado, o que já é esperado em um superspeedway como Daytona. Alguns toques no muro e já nas primeiras voltas um grande acidente e a primeira amarela depois de um contato entre Beto Soussa e Ramon Barros, causando danos em múltiplos carros e também o abandono do Guilherme Rocha e Bibiano Jr, dupla da Pehzinho Racing.

A segunda amarela apareceu logo em seguida, uma bandeira atípica, Rodrigo Munhoz que entrou para os pits para reparar o carro rodou na saída. Pedro Humenhuk era o líder da corrida, seguido por Deco Guimarães, Dionatan Machado, Vinicius Marega e Jose Godoy.

E a bruxa estava a solta no começo da corrida: mal relargaram e já outro acidente entre Rogerio Floresta e Sergio Rodrigues, e em apenas três voltas após a verde, a amarela voltava ao ar. Pedro Humenhuk seguia com facilidade na liderança da corrida, e 19 carros seguiam em pista. Mas depois de tudo isso a corrida finalmente “começou”, e o lider que tinha vida fácil com os acidentes ganhou a companhia de Marega, Guimarães e Machado.

Faltando 23 minutos para acabar a corrida, Marega assumiu a liderança, os quatro primeiros brigavam pela liderança em uma distância minima ao estilo Indy. Rômulo Silveira que era o quinto colocado estava mais de 3 segundos atrás dos lideres. Renan Costa tentava ultrapassar por fora, mas acabou no muro após uma pequena confusão, ocasionando a quarta amarela da corrida.

Os lideres aproveitaram a amarela para ir para os pits pela primeira vez, e Augusto Maia, Leandro Moreira, Gabriel Mauricio, Algrans Junior e Valmor Arenhart não pararam e assim pularam para as primeiras posições. O líder até antes da bandeira amarela voltou na sexta posição.

Faltando 15 minutos para o fim da corrida, Augusto Maia se manteve a frente, sofrendo uma leve pressão de Leandro Moreira, que logo se transformou em um ‘pack’ de 5 pilotos na briga pela vitória. Um segundo pelotão bem organizado tirava a diferença para os lideres pouco a pouco, mas um acidente provocou a bandeira amarela, faltando apenas 9 minutos para o fim da corrida.

Maia, que não tinha parado, entrou para os pits. Junior pulou para a primeira posição. E faltando menos de cinco minutos a última relargada foi dada com Algrans em primeiro, seguido por Leandro Moreira, Arenhart, e Marega, que até a quarta amarela era o líder, e relargou na quarta posição.

Algrans conseguiu uma boa largada, abriu uma pequena diferença, mas Deco Guimaraes que relargou na quinta fez uma excelente arrancada e passou por fora pela liderança, contando com a ajuda do seu companheiro de Racing 4Fun Dionatan Machado: ambos pularam para primeiro e segundo, conquistando a dobradinha da atual escuderia campeã.

Vinicius Marega subiu para terceiro, tentou passar por fora, mas não conseguiu, e ficou na terceira posição. O pole Pedro Humenhuk se recuperou e terminou na quarta colocação.

A próxima etapa da Indy Light será no circuito de Phoenix, no dia 26 de setembro, às 20:00 (horário de Brasília). O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 51 voltas
2 Dionatan Machado (Racing 4Fun), +00.055
3 Vinicius Marega (Pegoraros Racing), +00.113
4 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +00.296
5 Valmor Arenhart (Falcon Motorsports), +00.442
6 Leandro Moreira (Mondial Racing), +01.141
7 Gabriel Mauricio (Mondial Racing 2), +01.217
8 Augusto Maia (Grip Racing), +01.218
9 Alexander Franco (Sim Force SimRacing), +01.352
10 Rafael Barbosa (Pehzinho Racing 2), +01.449
11 Lucas Silva (Hattrick Racing), +01.736
12 Marcio Cruz (Mondial Racing), +01.952
13 Romulo Silveira (Gryphus Motorsports), +02.016
14 Algrans Junior (Black Wings Racing Team), +02.033
15 Jorge Pezzolo (Racing 4Fun 2), +2 voltas
16 Felipe Gomes (Sim Force SimRacing), +10 voltas (DNF)
17 Rodrigo Cascaes (W3 Race), +19 voltas (DNF)
18 Renan Costa (Grip Racing), +23 voltas (DNF)
19 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun) +34 voltas (DNF)
20 Jose Godoy (Pegoraros Racing), +34 voltas [+30s] (DNF)
21 Rogerio Floresta (Mondial Racing 2), +37 voltas (DNF)
22 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), +37 voltas (DNF)
23 Fabio Marques (Black Wings Racing Team 2), +42 voltas (DNF)
24 Julio Moreira (Dragon Racing AV), +46 voltas (DNF)
25 Carlos Feuser (Pehzinho Racing), +47 voltas (DNF)
26 Bibiano Junior (Pehzinho Racing), +48 voltas (DNF)
27 Guilherme Rocha (Pehzinho Racing), +48 voltas (DNF)
28 Beto Soussa (Dragon Racing AV), +48 voltas (DNF)
29 Ramon Barros (Mondial Racing 2), +10 voltas (DNF) [LP]
Volta mais rápida: Gabriel Mauricio, 38.458

Race Control
Ramon Barros, Last Position – Acidente múltiplo (16.5.2) [+5 Licença]
Incidente entre Rômulo Silveira e Renan Costa – Nenhuma ação tomada [NetCode]
Incidente entre Rogerio Floresta e Sergio Rodrigues – Nenhuma ação tomada [NetCode]
Jose Godoy, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (14.4.1) [+4 Licença]
Incidente entre Beto Soussa e Ramon Barros – Nenhuma ação tomada.

Pontos nas licenças
Ramon Pinto +5
José Godoy +4

More in Corridas