Connect with us

Corridas

F1BC Touring Light 2016/3 @ Suzuka

F1BC Touring Light 2016/3 @ Suzuka

A Touring Light no F1 Brasil Clube veio para o sensacional circuito de Suzuka no Japão para dar seguimento ao espetáculo da categoria. Como não poderia deixar de ser, ao fim de uma corrida repleta de emoções, Felipe Gomes (Sim-Force Sim Racing) sagrou-se vitorioso, Bruno Peres (Sim-Force Sim Racing) ficou com o segundo lugar e Andre Felisberto (W3Race 2) garantiu a última vaga do pódio no dificílimo traçado japonês.

A classificação trouxe também muita disputa e a briga pelas primeiras colocações foi acirrada. Andre Felisberto (W3Race 2) empreendeu um bom ritmo, estabelecendo a volta mais rápida com 2:02.969. Augusto Maia (Grip Racing 2) ficou muito próximo, anotando 2:03.190 e Tiago Dias (Grip Racing) conseguiu o terceiro lugar no qualifying. Felipe Gomes, Jozimar Matias, Wagner Joao, Bruno Ramos, Renan Costa, Adelar de Vargas e Rodrigo Vieira fecharam o top 10.

Classificação
1 Andre Felisberto (W3 Race 2), 2:02.969
2 Augusto Maia (Grip Racing 2), 2:03.190
3 Tiago Dias (Grip Racing), 2:03.319
4 Felipe Gomes (Sim-Force Sim Racing), 2:03.375
5 Jozimar Matias (W3 Race), 2:03.880
6 Wagner Joao (Sim-Force Sim Racing 2), 2:03.985
7 Bruno Ramos (Grip Racing), 2:04.045
8 Renan Costa (Grip Racing 2), 2:04.082
9 Adelar de Vargas (Grip Racing 3), 2:04.392
10 Rodrigo Vieira (W3 Race), 2:04.590
11 Carlos Rocha (W3 Race), 2:04.633
12 Bernardo Cardoso (Shaft Racing Team), 2:04.664
13 Carlos Souza (Sim-Force Sim Racing 2), 2:04.775
14 Celso Andriani (Grip Racing 2), 2:04.861
15 Henrique Guimaraes (SUB Racing), 2:05.007
16 Bruno Peres (Sim-Force Sim Racing), 2:05.137
17 Felipe Fargnolli (Grip Racing), 2:05.192
18 Elon Gomes (W3 Race 2), 2:05.403
19 Marlus Brigola (Sim-Force Sim Racing), 2:05.538
20 Davi Brito (Sim-Force Sim Racing 2), 2:05.559
21 Elson Almeida (SUB Racing), 2:05.773
22 Rodrigo Barollo (Sim-Force Sim Racing 3), 2:05.897
23 Sandro Goulart (Grip Racing 3), 2:07.285

Os pilotos da categoria deram uma aula sobre largadas, de modo que praticamente nenhum toque ocorreu nos segundos iniciais da prova. Os três ponteiros também participaram do show e mantiveram suas posições na entrada da curva 1.

Ainda nos primeiros minutos da corrida já ficava claro o clima de extrema competição, havendo inúmeras disputas simultâneas, entre elas a briga pela terceira e quarta colocações. Mas aconteceu algo que ninguém jamais poderia prever e que mudou o curso da etapa: Augusto Maia da Grip Racing aparentemente errou o ponto de retomada na saída da Casio Triangle, dando causa a um acidente generalizado que vitimou os três carros que lideravam a prova, entre eles o carro do seu companheiro de equipe, Tiago Dias. Maia foi penalizado pela direção de prova com um Drive-Through.

Após o ocorrido, Felipe Gomes e Bruno Ramos assumiram o pelotão da frente e começaram a briga frenética pela liderança. Destaque também para a performance de Celso Andriani, que mesmo não conseguindo uma boa volta no treino classificatório, fez uma excelente recuperação nas voltas iniciais e já figurava no quarto lugar decorridos dez minutos da largada.

Nesse meio tempo, uma intensa batalha passou a acontecer entre três pilotos da Grip Racing pela segunda colocação, sendo eles Renan Costa, Celso Andriani e Bruno Ramos. As trocas de posições foram constantes até que, aproveitando de uma espalhada de Renan Costa na curva 2, Celso Andriani realizou a manobra de ultrapassagem e assumiu o segundo posto. Também houve muita luta envolvendo a Sim-Force pelo quinto lugar, inclusive com os companheiros de equipe dividindo curvas em alta velocidade porta-a-porta. Felipe Gomes, por sua vez, aproveitou das confusões para se desgarrar.

Restando 35 minutos para o fim da corrida, a Sim-Force chamou os seus pilotos para realizar a primeira parada nos boxes, a fim de antecipar a troca do composto e fazer algumas flying laps, tentando assim ganhar posições ou abrir vantagem. Outras equipes acompanharam a tática, mas a Grip aguardou, deixando o procedimento para uma ou duas voltas depois. Com a variedade de estratégias, a prova reacendeu, com tráfego intenso e grandes pelotões enfeitando o grid, enquanto aqueles que já haviam parado lutavam bravamente para não perderem tempo atrás de quem ainda estava com pneus gastos.

Em torno de 15 minutos para o fim da etapa, os pilotos entraram nos pits novamente para a segunda substituição dos pneus. Mais ou menos a esse tempo, Bruno Ramos sofreu com um problema misterioso e foi forçado a abandonar a etapa, após passar reto em uma curva.

Nos minutos finais, realce para o emblemático combate entre as equipes Grip e Sim-Force pela segunda posição, já que, a esse ponto, não seria mais viável alcançar Felipe Gomes que seguia tranquilo na liderança. Renan Costa, Celso Andriani e Bruno Peres permaneciam implacáveis no desafiador traçado de Suzuka sem abrir mão do tão desejado lugar no pódio.

No entanto, faltando apenas poucas voltas, Renan Costa forçou demais na saída da Dunlop Curve, tocou o pneu traseiro direito na grama, destracionou e perdeu o controle do carro. De quebra, após a rodada, Celso Andriani quase acertou em cheio o carro do piloto da Grip, mas conseguiu desviar por pouco, embora tenha ficado com a carenagem do carro avariada. Com isso, Bruno Peres assumiu a segunda posição.

Andre Felisberto, o pole position, após sofrer bastante com o acidente no início da corrida, fez excelente prova de recuperação e conseguiu uma bela manobra de ultrapassagem no Hairpin para assumir a quarta colocação. No fim da última volta, Celso Andriani, em disputa pelo segundo lugar, cometeu um erro, se chocou com o carro de Bruno Peres e depois com o guard rail. Com isso Andre Felisberto herdou o terceiro lugar, para consagrar a grande exibição que fez essa noite.

Após uma corrida relativamente tranquila, Felipe Gomes (Sim-Force Sim Racing) levantou o troféu, seguido por Bruno Peres (Sim-Force Sim Racing) e Andre Felisberto. Celso Andriani, Wagner Joao, Renan Costa, Carlos Rocha, Augusto Maia, Rodrigo Barollo e Elson Almeida completaram o top 10. A pontuação completa de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com .

A próxima etapa da Touring Light será realizada no circuito Barber Motorsports Park nos Estados Unidos, no dia 13 de outubro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias. O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Felipe Gomes (Sim-Force Sim Racing), 24 voltas
2 Bruno Peres (Sim-Force Sim Racing), +0:28.167
3 Andre Felisberto (W3Race 2), +0:28.180
4 Wagner Joao (Sim-Force Sim Racing 2), +0:34.875
5 Renan Costa (Grip Racing 2), +0:46.726
6 Celso Andriani (Grip Racing 2), +0:33.165 [+20s]
7 Carlos Rocha (W3 Race), +0:58.075
8 Augusto Maia (Grip Racing 2), +1:04.077
9 Rodrigo Barollo (Sim-Force Sim Racing 3), +1:07.909
10 Carlos Souza (Sim-Force Sim Racing 2), +1:25.628
11 Marlus Brigola (Sim-Force Sim Racing), +1:29.086
12 Elson Almeida (SUB Racing), +1:12.390 [+20s]
13 Sandro Goulart (Grip Racing 3), +1:40.040
14 Henrique Guimaraes (SUB Racing), +1:47.079
15 Adelar de Vargas (Grip Racing 3), +1:52.560
16 Davi Brito (Sim-Force Sim Racing 2), +1:52.672
17 Bernardo Cardoso (Shaft Racing Team), Abandono (23) [+20s]
18 Felipe Fargnolli (Grip Racing), +1 voltas
19 Tiago Dias (Grip Racing), Abandono (20)
20 Bruno Ramos (Grip Racing), Abandono (15)
21 Leandro Silva (Independente), Abandono (6)
22 Rodrigo Vieira (W3 Race), Abandono (6)
23 Elon Gomes (W3 Race 2), Abandono (2)
24 Jozimar Matias (W3 Race), Abandono (0)
Volta mais rapida: Andre Felisberto, 2:03.121

Race Control
Bernardo Cardoso, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença] [1]
Incidente entre Leandro Silva e Felipe Fargnolli – Nenhuma ação tomada. [1]
Felipe Fargnolli, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [1]
Leandro Silva, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [1]
Augusto Maia, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença] [1]
Incidente entre Bruno Ramos e Felipe Gomes – Nenhuma ação tomada. [2]
Rodrigo Barollo, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][2]
Incidente entre Tiago Dias e Carlos Rocha – Nenhuma ação tomada. [3]
Wagner João, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [6]
Incidente entre Tiago Dias e Carlos Rocha – Nenhuma ação tomada.[8]
Carlos Souza, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [8]
Tiago Dias, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][8]
Rodrigo Barollo, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][10]
Incidente entre Rodrigo Barollo e Henrique Guimarães – Nenhuma ação tomada.[11]
Davi Britto, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][14]
Incidente entre Adelar de Vargas e Rodrigo Barollo – Nenhuma ação tomada. [17]
Carlos Rocha, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [18]
Davi Britto, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][18]
Carlos Souza, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença] [18]
Elson Almeida, +20s – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença] [21]
Bernardo Cardoso, +20s – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença] [21]
Incidente entre André Felisberto e Wagner João- Nenhuma ação tomada.[22]
Celso Adriano, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [23]
Celso Adriani, +20s – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença] [24]

Pontos nas licenças
Bernardo Cardoso +4
Carlos Souza +4
Celso Andriani +3
Augusto Maia +2
Elson Almeida +2
Davi Britto +2
Rodrigo Barollo +2
Felipe Fargnolli +1
Leandro Silva +1
Wagner João +1
Tiago Dias +1
Carlos Rocha +1

Vídeo da etapa

Diário de Pista
https://www.youtube.com/watch?v=AEVTS2gvjMI

More in Corridas