Connect with us

Corridas

F1BC Nascar Pro 2016/3 @ Charlotte

F1BC Nascar Pro 2016/3 @ Charlotte

Todos em casa e à vontade, pois a terceira etapa da Nascar Pro 2016/3 foi realizada na última segunda feira (10) no oval de Charlotte Motor Speedway, pista em que muitos iniciaram sua jornada no iRacing, e onde a categoria dos stock cars americano criou suas raízes. As estratégias rolaram soltas, mas ao final foi o ritmo forte de Rafael Matta e Bruno Barbugli que decretou a dobradinha da Falcon Motortsports.

Diego Moraes marcou a pole position após mostrar seu favoritismo já nos treinos, liderando com o tempo 28.822. O piloto da G-Force Motorsports assegurou o primeiro posto na largada marcando 28.825 na qualificação. Luis Fernandes da Sinister marcou o segundo tempo com 28.843, dentre o excelente número de 27 presentes.

Classificação
1 Diego Moraes (G-Force Motorsports 2) 28.825
2 Luis Fernandes (Sinister Race Team) 28.843
3 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports) 28.860
4 Mike Ramos (Sinister Race Team 2) 28.862
5 Thiago Ferreira (G-Force Motorsports) 28.869
6 Fernando Cardoso (DR Racers) 28.880
7 Thiago Vieira (G-Force Motorsports 2) 28.886
8 Ivan Castrolebre (G-Force Motorsports) 28.893
9 Ricardo Pereira (Clube do Volante) 28.930
10 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun) 28.956
11 Rafael Matta (Falcon Motorsports) 28.962
12 Marcio Caetano (Escuderia Sul-Brasil) 28.978
13 Anderson Vilela (Sinister Race Team 2) 28.986
14 Elvecio Goncalves (G-Force Motorsports) 28.993
15 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil) 29.035
16 Pedro Mugarte (Sinister Race Team 3) 29.459
17 Deco Guimaraes (Racing 4Fun) 30.046
18 Arthur de Castro (DR Racers) Sem Tempo
19 Luis Bezerra (Sinister Race Team) Sem Tempo
20 Lucas Abreu (Independente) Sem Tempo
21 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports 2) Sem Tempo
22 Dionatan Machado (Racing 4Fun) Sem Tempo
23 Wellingson Cândido (Sinister Race Team 2) Sem Tempo
24 Rafael Trindade (Racing 4Fun 2) Sem Tempo
25 Rodrigo Favoretto (Escuderia Sul-Brasil) Sem Tempo
26 Rodrigo Villaverde (Mondial Racing) Sem Tempo
27 Vera Silva (G-Force Motorsports 3) Sem Tempo

Diego Moraes fez valer sua vantagem na largada e deixou a confusão para trás, que veio na volta três com a primeira amarela: Thiago Ferreira e Fernando Cardoso acabaram com seus carros bastante danificados após um netcode.

Em bandeira verde, Luis Fernandes assumiu a liderança da corrida na volta 10, e era seguido por Diego Moraes, Bruno Barbugli, Mike Ramos e Rafael Matta. Porém, o período em verde foi curto, e os pilotos aproveitaram a segunda amarela e foram para os boxes.

Depois das interrupções nas voltas iniciais, os pilotos iniciaram um longo stint em verde e, com 120 voltas marcadas, sempre que começa um ‘stint’ a tática entra em ação: economia de pneus, parar nos boxes, ou ficar e fazer uma parada a menos. E nessas estratégias, Luis Fernandes liderou por um longo tempo, até a volta 54 quando foi ultrapassado por Bruno Barbugli e Rafael Matta – a dupla da Falcon se mostrava melhor em ‘long run’.

E as táticas começaram na volta 58. Luis Fernandes, Diego Moraes e Wellingson Candido foram os primeiros a parar, enquanto os dois primeiros continuaram na pista até a volta 63. Romar Arns herdou a liderança, enquanto os carros com pneus novos tiravam a volta em relação ao líder.

Faltando 38 voltas para o final, Mike Ramos era o líder, seguido por Luis Fernandes, que sofria pressão de Rafael Matta, que por sua vez logo conseguiu executar a ultrapassagem. Os pilotos Mike Ramos e Luis Fernandes, ambos da Sinister, partiram para a última parada, enquanto a dupla da Falcon partia para uma estratégia diferente, de poupar combustível e levar o carro até a linha de chegada a frente.

Era esperado um final dramático para a corrida, e incerto se os pilotos que optaram por pneus novos iriam conseguir tirar a grande diferença. Rafael Matta começou a economizar combustível, enquanto Luis Fernandes que era o primeiro piloto dos que efetuaram parada, e era em média um segundo mais rápido, porém, estavam uma volta atrás faltando 26 giros para o final.

Mas o drama ficou mesmo para a bandeira amarela que foi ao ar faltando 19 voltas para o final: os líderes foram para os boxes, Diego Moraes recebeu o ‘free pass’ e vários pilotos fizeram o ‘wave around’ e voltaram para a balada dos líderes.

A dupla da Falcon, que liderou boa parte da corrida, não deu a menor chance nas duas últimas relargadas, deixando a confusão para trás. Não faltou emoção na briga pelo ‘top 10’, e a briga pelo pódio foi uma das melhores da temporada. Rafael Matta venceu depois de liderar 36 voltas, Bruno Barbugli terminou em segundo e Luis Fernandes fechou o pódio da Nascar Pro.

A próxima etapa da Nascar Pro será realizada no circuito de Talladega, no dia 24 de outubro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias. O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 120 voltas
1 Rafael Matta (Falcon Motorsports), 120 Voltas
2 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), +00.103
3 Luis Fernandes (Sinister Race Team), +00.238
4 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), +00.453
5 Marcio Caetano (Escuderia Sul-Brasil), +00.534
6 Diego Moraes (G-Force Motorsports 2), +00.697
7 Anderson Vilela (Sinister Race Team 2), +01.010
8 Mike Ramos (Sinister Race Team 2), +01.018
9 Luis Bezerra (Sinister Race Team), +01.729
10 Wellingson Candido (Sinister Race Team 2), +02.136
11 Lucas Abreu (Independente), +02.424
12 Arthur de Castro (DR Racers), +02.651
13 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +03.817
14 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports 2), +04.128
15 Thiago Ferreira (G-Force Motorsports), +05.214
16 Rodrigo Favoretto (Escuderia Sul-Brasil), +1 voltas
17 Rafael Trindade (Racing 4Fun 2), +2 voltas [+20s]
18 Rodrigo Villaverde (Mondial Racing), +12 voltas
19 Vera Silva (G-Force Motorsports 3), +21 voltas (DNF)
20 Ivan Castrolebre (G-Force Motorsports), +58 voltas (DNF)
21 Thiago Vieira (G-Force Motorsports 2), +64 voltas (DNF)
22 Elvecio Goncalves (G-Force Motorsports), +73 voltas (DNF)
23 Ricardo Pereira (Clube do Volante), +82 voltas (DNF)
24 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +95 voltas (DNF)
25 Pedro Mugarte (Sinister Race Team 3), +109 voltas (DNF)
26 Fernando Cardoso (DR Racers), +117 voltas (DNF)
26 Dionatan Machado (Racing 4Fun), +120 voltas (DNF)
Volta mais rápida: Rafael Trindade, 29.011

Pontos bônus
Luis Fernandes +2 por liderar mais voltas
Rafael Matta +1 por liderar uma volta
Bruno Barbugli +1 por liderar uma volta
Romar Arns +1 por liderar uma volta
Marcio Caetano +1 por liderar uma volta
Diego Moraes +1 por liderar uma volta
Mike Ramos +1 por liderar uma volta
Arthur de Castro +1 por liderar uma volta
Deco Guimaraes +1 por liderar uma volta

Race Control
Incidente entre Rodrigo Villaverde e Luis Bezerra – Nenhuma ação tomada.
Rafael Trindade, +20s – Entrada/saída irregular nos boxes com ganho (16.2.6) [+2 Licença]
Rafael Trindade, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença]
Incidente entre Caetano, Thiago Vieira e Rodrigo Munhoz – Nenhuma ação tomada.
Ricardo Pereira, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença]
Pedro Mugarte, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença]
Incidente entre Thiago Ferreira e Fernando Cardoso – Nenhuma ação tomada.

Pontos na licenças
Rafael Trindade +4
Ricardo Pereira +4
Pedro Mugarte +1

Vídeo da etapa

More in Corridas