Connect with us

Corridas

F1BC Touring Pro 2016/3 @ Montreal

F1BC Touring Pro 2016/3 @ Montreal

Ainda em clima de luto pelo ocorrido com o consagrado campeão Luis Santos, que disputava o título da categoria, a Touring Pro do F1 Brasil Clube, chegou ontem ao circuito de Montreal no Canadá. Desta vez, a vitória ficou com Bruno Ramos, da Grip Racing 2. Joao Augusto (Grip Racing) foi o segundo e Rubens Martins (Z3 Team 2), ficou com o terceiro lugar no pódio.

O treino classificatório ocorreu sem grandes surpresas, com a constatação da vantagem dos pilotos que estavam com menos lastro. Vandyg Santiago (Z3 Team) cravou a pole, com 1:28.596, uma excelente volta. Bruno Ramos (Grip Racing 2) anotou o segundo melhor tempo, com 1:28.843. Joao Augusto (Grip Racing) ficou com o terceiro lugar no grid de largada, virando 1:29.042. Victor Bueno, Matheus Araujo, Rubens Martins, Eder Penetra, Marcio Medeiros, Charles Zimmermann e Cristiano Cangani fecharam o top 10.

Classificação
1 Vandyg Santiago (Z3 Team), 1:28.596
2 Bruno Ramos (Grip Racing 2), 1:28.843
3 Joao Augusto (Grip Racing), 1:29.042
4 Victor Bueno (Grip Racing), 1:29.064
5 Matheus Araujo (Grip Racing), 1:29.258
6 Rubens Martins (Z3 Team 2), 1:29.546
7 Eder Penetra (Z3 Team), 1:29.804
8 Marcio Medeiros (Hattrick Racing), 1:29.810
9 Charles Zimmermann (Grip Racing 2), 1:30.281
10 Cristiano Cangani (Z3 Team 2), 1:30.779
11 Thiago Rosa (Grip Racing 3), 1:31.485

A largada foi sensacional, com um clima de intensa competição e muito respeito entre os pilotos. Contudo, ainda na primeira volta, houve uma disputa porta-a-porta entre Vandyg Santiago e Victor Bueno (atual líder da categoria) que acabou resultando no choque entre os dois na freada da chicane, fazendo com que o carro de Bueno ficasse atravessado próximo à zebra por alguns instantes. Marcio Medeiros, que estava perto, também não conseguiu evitar o contato e se chocou com Bueno, mas ambos continuaram na prova, mesmo com a perda de várias posições por parte de Bueno, que havia largado em quarto.

Instantes depois, grave acidente envolvendo carros da Grip, Z3 e Hattrick, quando Marcio Medeiros, que estava em disputa com Thiago Rosa, não pôde desviar a tempo do carro de Vandyg Santiago, que vinha mais lento pelo lado esquerdo da reta. Após o primeiro contato, os veículos acabaram se chocando, causando uma confusão generalizada e a destruição quase total do carro de Rosa.

Na sequência, destaque para o belo duelo travado entre Cristiano Cangani e Victor Bueno pelo quinto lugar no grid. A perseguição durou várias voltas e prendeu a atenção dos espectadores, pois ambos os bólidos pareciam ter uma performance muito parelha no circuito, dificultando uma possível manobra de ultrapassagem.

Restando 24 minutos para o fim da etapa, a maioria absoluta do grid foi aos boxes, indicando que a estratégia predominante do circuito viria a ser mesmo de apenas uma parada, devido à característica de Montreal de não consumir tanto os compostos como alguns outros traçados do calendário.

Poucas voltas antes do término da corrida, foco total no duelo entre Matheus Araujo da Grip e Rubens Martins da Z3 2. A batalha entre os dois chegou a se estender por bastante tempo, com a emoção sempre a flor da pele e várias curvas sendo feitas de forma dividida, sem tempo para piscar os olhos. Quando já parecia impossível, Martins mergulhou de surpresa na freada do hairpin, para consumar uma excelente manobra sobre Araujo e conquistar assim o último lugar do pódio.

Ao vibrar da bandeira quadriculada, Bruno Ramos (Grip Racing 2) consegue uma grande vitória em Montreal, administrando a corrida de forma muito técnica e cautelosa. Joao Augusto (Grip Racing) carimba mais uma dobradinha da Grip, chegando em segundo, somando mais um pódio na sua carreira. Em terceiro, Rubens Martins (Z3 Team 2), após uma excelente apresentação e grandes ultrapassagens. Matheus Araujo, Victor Bueno, Marcio Medeiros, Eder Penetra, Cristiano Cangani, Charles Zimmermann e Thiago Rosa concluiram o top 10.

A próxima etapa da Touring Pro será realizada no circuito de Interlagos, no dia 10 de novembro, às 20h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias. O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Bruno Ramos (Grip Racing 2), 34 voltas
2 Joao Augusto (Grip Racing), +0:11.176
3 Rubens Martins (Z3 Team 2), +0:17.707
4 Matheus Araujo (Grip Racing), +0:22.013
5 Victor Bueno (Grip Racing), +0:35.348
6 Marcio Medeiros (Hattrick Racing), +0:53.554
7 Eder Penetra (Z3 Team), +1:07.357
8 Cristiano Cangani (Z3 Team 2), +1:15.030
9 Charles Zimmermann (Grip Racing 2), +1:28.214
10 Thiago Rosa (Grip Racing 3), +1 voltas
11 Vandyg Santiago (Z3 Team), Abandono (3)
Volta mais rapida: Rubens Martins, 1:28.987

Race Control
Incidente entre Rubens Martins e Cristiano Cangani – Nenhuma ação tomada. [1]
Incidente entre Victor Bueno e Vandyg Santiago – Nenhuma ação tomada.[1]
Incidente entre Marcio Medeiros e Charles Zimmermann – Nenhuma ação tomada.[1]
Vandyg Santiago, +20s no tempo final de prova – Freada, desaceleração ou parada imprópria (16.2.12) [+2 Licença] [2]
Charles Zimmermann, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença] [2]

Pontos nas licenças
Charles Zimmermann +3
Vandyg Santiago +2

Vídeo da etapa

More in Corridas