Connect with us

Corridas

F1BC Indy Light 2016/3 @ Daytona

F1BC Indy Light 2016/3 @ Daytona

A Indy Light teve seu desfecho de temporada 2016/3 no F1 Brasil Clube com uma corrida fantástica e uma disputa pelo título de arrepiar. Mesmo com uma boa vantagem de pontuação de Sergio Rodrigues, sua missão era dificultada pelo excelente número de pilotos no grid e por uma prova que poderia ser tumultuada em Daytona, nesta segunda-feira (5). AO final, Gabriel Mauricio ficou com o triunfo, mas Sergio levou o carro rubronegro da Sinister Race Team ao topo da pontuação.

Na classificação, Rodrigo Munhoz conquistou a pole position para levar a Racing 4Fun ao favoritismo na disputa pelo título entre as equipes, que tinha a Dragon Racing AV a apenas 17 pontos de diferença na tabela. O que se viu foi uma grande quantidade de pilotos não anotando volta rápida, buscando largar do fundo do pelotão para evitar confusões.

Classificação
1 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 39.089
2 Guilherme Rocha (Pehzinho Racing 2), 39.090
3 Jose Godoy (Pegoraros Racing), 39.099
4 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 39.103
5 Bibiano Junior (Pehzinho Racing), 39.103
6 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), 39.104
7 Vinicius Marega (Pegoraros Racing 2), 39.115
8 Julio Moreira (Dragon Racing AV), 39.137
9 Ramon Barros (Mondial Racing 2), 39.151
10 Marcelo Fernandes (Mondial Racing), 39.184
11 Leandro Moreira (Mondial Racing), 39.200
12 Marcio Cruz (Mondial Racing), 39.243
13 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 39.284
14 Gabriel Mauricio (Mondial Racing 2), 39.328
15 Rafael Moura (Black Wings Racing Team), 39.400
16 Alexander Franco (Sim Force SimRacing), 39.408
17 Dionatan Machado (Racing 4Fun), Sem tempo
18 Valmor Arenhart (Falcon Motorsports), Sem tempo
19 Beto Soussa (Dragon Racing AV), Sem tempo
21 Felipe Faria (Sim Force SimRacing), Sem tempo
22 Renan Costa (Grip Racing), Sem tempo
23 Jorge Pezzolo (Racing 4Fun 2), Sem tempo
24 Augusto Maia (Grip Racing), Sem tempo

A prova teve um excelente início com bons minutos em bandeira verde. Apenas Ale Farah teve problemas para largar na prova. A primeira bandeira amarela surgiu somente no oitavo minuto, com incidente entre Augusto Maia e Felipe Gomes.

Logo ficava claro que Munhoz tentava seguir adiante sem pit stops, enquanto a maioria parava com o passar das intervenções de Safety Car. Em especial seus parceiros Dionatan, Deco e Pezzolo faziam reabastecimentos e trocas de pneus em todas estas incursões.

Sergio Rodrigues tinha uma missão árdua de suportar a pressão de adversários diretos, em especial Beto SOussa, e de outros que pouco tinham a perder. Sua oitava posição era ameaçada constantemente, até que Sergio foi um dos primeiroa a também fazer pit stop em bandeira amarla, voltando um pouco mais atrás. Ele precisava ser 18º ao final para assegurar a conquista, e então não se arriscou neste evento.

Mas um acidente pescou o líder do campeonato: Toque entre Marcio Cruz e Julio Moreira, que não conseguiu desviar. Sergio também pegou por tabela este acidente, danificou seu Indycar 2011, e deixou a prova na 14ª posição.

Pela vitória, Rodrigo Munhoz não conseguiu levar seu plano de receber a bandeira quadriculada sem nenhum reabastecimento e, a cinco minutos do fim, foi mesmo sob bandeira verde para seu ‘splash and go’. Retornou com um giro de desvantagem para o novo líder, Gabriel Mauricio.

E então Gabriel Mauricio soube segurar a pressão de Alexander Franco, grande destaque em sua melhor apresentação na Indy Light até aqui, e do experiente José Godoy, para vencer sua segunda na temporada. Logo em Daytona, fechando com chave de ouro a competição.

Sergio Rodrigues finalizou na 14ª posição e assim conseguiu os pontos suficientes para conquistar o título da Indy Light. Esta é sua quinta conquista no F1 Brasil Clube em sua carreira, entre Touring Light, GT Light, Indy Pro, e Indy Light, esta por duas vezes.

Entre as equipes, a Racing 4Fun venceu um duelo incrível com a Dragon Racing AV, de Julio Moreira, Beto Soussa e Ale Farah, e com seu trio formado por Rodrigo Munhoz, Deco Guimarães e Dionatan Machado conseguiu levantar mais esta taça no F1BC.

O F1 Brasil Clube parabeniza Sergio Rodrigues pelo título conquistado, Dionatan Machado pelo vice-campeonato, e Gabriel Mauricio pelo terceiro lugar, além da Racing 4Fun, campeã entre as equipes, todos estes ganhando premiações do F1BC, sendo troféus a piloto e equipe campeã, e medalhas aos pilotos vice e terceiro colocados. A classificação final de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A próxima temporada da Indy Light se iniciará no dia 16 de janeiro, no circuito de Phoenix, às 20h00 (horário de Brasília). O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

Final, 50 minutos
1 Gabriel Mauricio (Mondial Racing 2), 50 minutos
2 Alexander Franco (Sim Force SimRacing), +00.063
3 Jose Godoy (Pegoraros Racing), +00.134
4 Dionatan Machado (Racing 4Fun), +00.380
5 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +1.265
6 Julio Moreira (Dragon Racing AV), +7.057
7 Jorge Pezzolo (Racing 4Fun 2), +7.374
8 Bibiano Junior (Pehzinho Racing), +7.529
9 Rafael Moura (Black Wings Racing Team), +14.018
10 Beto Soussa (Dragon Racing AV), +16.689
11 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +1 volta
12 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +1 volta
13 Renan Costa (Grip Racing), +2 voltas
14 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), +21 voltas
15 Marcio Cruz (Mondial Racing), +21 voltas
16 Guilherme Rocha (Pehzinho Racing 2), +33 voltas (Abandono)
17 Valmor Arenhart (Falcon Motorsports), +39 voltas
18 Leandro Moreira (Mondial Racing), +39 voltas
19 Vinicius Marega (Pegoraros Racing 2), +41 voltas (Abandono)
20 Felipe Gomes (Sim Force SimRacing), +45 voltas
21 Ramon Barros (Mondial Racing 2), +54 voltas
22 Marcelo Fernandes (Mondial Racing), +34 voltas [LP]
— Augusto Maia (Grip Racing), +26 voltas (Abandono) [DQ]
Volta mais rápida: Deco Guimarães, 38.576

Race Control
Incidente entre Gabriel Mauricio e Rodrigo Munhoz – Nenhuma ação tomada.[48]
Pedro Humenhuk , Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][46]
Rafael Gonçalves, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][31]
Leandro Moreira, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença]
Marcelo Fernandes, Last Position – Incidente quando retardatário (16.5.4) [+5 Licença][24]
Augusto Maia, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença][11]
Vinicius Marega, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][2]

Pontos nas licenças
Pedro Humenhuk +1
Rafael Gonçalves +1
Leandro Moreira +4
Marcelo Fernandes +5
Augusto Maia +3
Vinicius Marega +1

Observações
Augusto Maia, Disqualification – Atingiu 10 pontos na Licença na etapa final (19.3)

Vídeo da etapa

More in Corridas