Connect with us

Corridas

F1BC Nascar Pro 2017/1 @ Atlanta

F1BC Nascar Pro 2017/1 @ Atlanta

O Carnaval fez bem para a Nascar Pro. Os pilotos retornaram com energias renovadas nesta segunda-feira (6) para a oitava etapa da temporada 2017/1 no F1BC, no oval de Atlanta, e fizeram 120 voltas de alto nível técnico onde apenas duas bandeiras amarelas foram acionadas. Rafael Matta venceu Bruno Barbugli, em dobradinha da Falcon Motorsports, enquanto Raul Saraiva superou Pedro Mega no final para ser terceiro.

A disputa pela pole position teve Marcelo Fernandes a frente de Bruno Barbugli, com Pedro Mega, Rafael Matta e Mike Ramos no Top 5, de um total de 23 presentes em Atlanta – embora Adriano Pinheiro com problemas não tenha conseguido largar.

Classificação
1 Marcelo Fernandes (Mondial Racing), 29.569
2 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), 29.585
3 Pedro Mega (Anarchy SimRacing), 29.586
4 Rafael Matta (Falcon Motorsports), 29.590
5 Mike Ramos (Anarchy SimRacing), 29.596
6 Marcio Caetano (Escuderia Sul-Brasil), 29.619
7 Joao Nobrega (Castrol e-Racing), 29.619
8 Anderson Vilela (Anarchy SimRacing), 29.628
9 Luis Bezerra (Anarchy SimRacing), 29.636
10 Luis Fernandes (Anarchy SimRacing), 29.644
11 Pedro Mugarte (Anarchy SimRacing), 29.645
12 Alex Montoanelli (Interlagos Motorsport), 29.654
13 Ale Laska (Falcon Motorsports 2), 29.740
14 Diego Moraes (G-Force Motorsports), 29.807
15 Thiago Ferreira (G-Force Motorsports 2), 30.998
16 Adriano Pinheiro (Independente), Sem tempo
17 Raul Saraiva (Interlagos Motorsport), Sem tempo
18 Arthur de Castro (DR Racers), Sem tempo
19 Sergio Calizario (Falcon Motorsports 2), Sem tempo
20 Alysson Pereira (Independente), Sem tempo
21 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), Sem tempo
22 Cleiton Lauren (Falcon Motorsports 2), Sem tempo
23 Paulo Cezar Villas Boas (Independente), Sem tempo

A boa largada mostrou que Atlanta seria um desafio à parte no campeonato, onde as disputas em si não seriam o principal fator de perigo, mas sim o desgaste de pneus. Com poucas voltas em sequência, os tempos subiam bastante, mostra de que a borracha gastava rapidamente no inclinado asfalto.

Mesmo Barbugli chegou a cair para a quinta posição e se manter por ali, tranquilo, enquanto os ponteiros gastavam mais seus pneus. Pedro Mega pressionava Marcelo Fernandes até a certo ponto realizar a ultrapassagem. E a corrida seguia bonita, com o primeiro pelotão todo junto.

Quando a prova pegou ritmo após as duas únicas bandeiras amarelas, os pilotos se viram na situação de precisarem realizar uma parada em bandeira verde. Enquanto Arthur, Mega e Ramos paravam antes dos demais, Barbugli e Matta deixavam mais para o final do trecho, e voltavam um pouco atrás, porém com menos combustível e pneus novos, desempenhando um ritmo fora de série.

Ao final, Rafael Matta superou Arthur de Castro e Pedro Mega para triunfar pela primeira vez no ano na Nascar Pro. Bruno Barbugli também arrancou brilhantemente ao final para ser o segundo, e Raul Saraiva também conseguiu poupar pneus para ao final superar Pedro Mega, que encerrou em quarto. Alysson Pereira, sempre acompanhando Raul em ótima estratégia, fechou o ‘Top 5’.

Final, 120 voltas
1 Rafael Matta (Falcon Motorsports), 120 voltas
2 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), -2.437
3 Raul Saraiva (Interlagos Motorsport), -8.391
4 Pedro Mega (Anarchy SimRacing), -9.179
5 Alysson Pereira (Independente), -11.068
6 Joao Nobrega (Castrol e-Racing), -16.959
7 Marcio Caetano (Escuderia Sul-Brasil), -25.189
8 Anderson Vilela (Anarchy SimRacing), -1 L
9 Mike Ramos (Anarchy SimRacing), -1 L
10 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), -1 L
11 Diego Moraes (G-Force Motorsports), -2 L
12 Thiago Ferreira (G-Force Motorsports 2), -5 L
13 Paulo Cezar Villas Boas (Independente), -6 L
14 Arthur de Castro (DR Racers), -6 L
15 Marcelo Fernandes (Mondial Racing), -8 L
16 Cleiton Lauren (Falcon Motorsports 2), -36 L
17 Sergio Calizario (Falcon Motorsports 2), -56 L (Abandono)
18 Luis Bezerra (Anarchy SimRacing), -85 L (Abandono)
19 Luis Fernandes (Anarchy SimRacing), -86 L (Abandono)
20 Pedro Mugarte (Anarchy SimRacing), -90 L (Abandono)
21 Ale Laska (Falcon Motorsports 2), -100 L (Abandono)
22 Alex Montoanelli (Interlagos Motorsport), -102 L (Abandono)
23 Adriano Pinheiro (Independente), -120 L (Abandono)
Volta mais rápida: Marcelo Fernandes, 29.599

Pontos Bônus
Rafael Matta +2 por liderar mais voltas
Bruno Barbugli +1 por liderar uma volta
Pedro Mega +1 por liderar uma volta
Alysson Pereira +1 por liderar uma volta
Joao Nobrega +1 por liderar uma volta
Pedro Humenhuk +1 por liderar uma volta
Arthur de Castro +1 por liderar uma volta
Marcelo Fernandes +1 por liderar uma volta

Race Control
Incidente entre Anderson Vilela e Paulo Cezar – Nenhuma ação tomada.[80]
Incidente entre Pedro Mega e Arthur de Castro – Nenhuma ação tomada.[71]
Pedro Mega , Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença][58]
Pedro Mugarte, Abandono imediato – Ping em nível não aceitável para disputas (16.7.2)
Luis Bezerra, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][36]
Ale Laska, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença][18]
Luis Fernandes, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença][18]

Pontos nas Licenças
Luis Fernandes +4
Ale Laska +3
Luis Bezerra +2
Pedro Mega +1

More in Corridas