Connect with us

Corridas

F1BC Aliança Indy Pro 2017/2 @ New Hampshire

F1BC Aliança Indy Pro 2017/2 @ New Hampshire

A segunda etapa da Aliança Indy Pro foi uma verdadeira mostra de qualidade destes pilotos do F1BC nos ovais. Nesta quinta-feira (8) foi o circuito de New Hampshire que trouxe grandes desafios, mas apenas cinco bandeiras amarelas foram agitadas, em vitória de Marco Brasil, da Oval Engineering, a frente novamente de Adriano Fraporti, da Pegoraros Racing.

Os dois primeiros no campeonato foram também os mais velozes na classificação, que de fato mostrou alguns pilotos bastante empenhados, mesmo nos treinamentos ao longo da semana – já que este oval de uma milha foi utilizado só na semana anterior do iRacing. Fraporti, Brasil, Crescente, Godoy e Moreira fizeram o ‘Top 5’ de um total de 18 competidores.

Classificação
1 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), 21.954
2 Marco Brasil (Oval Engineering), 21.964
3 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), 21.988
4 Jose Godoy (Pegoraros Racing), 22.037
5 Julio Moreira (Dragon Racing AV), 22.038
6 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), 22.059
7 Andre Cattermol (Pro Drivers), 22.120
8 Bruno Miranda (BMRS Motorsports), 22.160
9 Beto Soussa (Dragon Racing AV), 22.244
10 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 22.258
11 Toni Andrade (Pegoraros Racing), 22.277
12 Vinicius Marega (Pegoraros Racing 2), sem tempo
13 Fabio Ferelli (KAMF Racing), sem tempo
14 Tonny Peixoto (Alliance Sky Racing), sem tempo
15 Ale Farah (Dragon Racing AV), sem tempo
16 Heberton Eduardo (Dragon Racing AV 2), sem tempo
17 Rodrigo Villaverde (Mondial Racing), sem tempo
18 Mateus Monteiro (BMRS Motorsports), sem tempo

O início da prova foi um tanto tenso com erros individuais gerando duas primeiras bandeiras amarelas sem maior ação em pista. Ale Farah foi a primeira vítima, mas Toni Andrade também foi descansar mais cedo nesta noite, cada um em uma ocasião. Marco Brasil tomava a ponta sobre Adriano Fraporti.

A dificuldade em acertar o traçado em New Hampshire era nítida para alguns, mas o poder de rápida adaptação dos pilotos da Aliança Indy Pro logo normalizou a situação. Destaque para Julio Moreira e Mateus Monteiro, que buscavam ultrapassagens com muita segurança e confiança em suas tocadas. Boa atuação também de Bruno Miranda, mas que infelizmente foi pego em um acidente e ficou de fora.

As estratégias variavam com as bandeiras amarelas que surgiam no meio da prova. Andre Cattermol parou mais cedo e, quando todos haviam feito pit stops, ele era o ponteiro. Assim que uma entrada do Safety Car igualou a necessidade de todos pararem novamente, Marco voltou a frente e deixou Cattermol ocupado com Pegoraro e Moreira.

Já Adriano Fraporti não parou e seguiu confiando em seu combustível até o final, assumindo a ponta. Mas Marco Brasil foi arrojado e conseguiu tomar a liderança, deixando o volante da Pegoraros precisando se defender dos demais no final.

Uma bandeira amarela surgiu bem no fim, com Wagner Pegoraro levando um toque de ‘netcode’ e caindo posições, ficando fora do pódio. Vitória de Marco Brasil, com Adriano Fraporti em segundo, e Julio Moreira no terceiro posto. Mateus Monteiro e Beto Soussa figuraram no ‘Top 5’.

A próxima etapa da Indy Pro será realizada no circuito de Kentucky, no dia 22 de junho, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na Fan Page www.facebook.com/f1brasilclube. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Deep Art, Fanatec, Nuuvem, RealGame, e o apoio de Canal Sim Force, F1 Brasil, F1Mania, iRacing, NRT Servers, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

Final, 140 voltas
1 Marco Brasil (Oval Engineering), 140 voltas
2 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), -1.458
3 Julio Moreira (Dragon Racing AV), -2.002
4 Mateus Monteiro (BMRS Motorsports), -2.766
5 Beto Soussa (Dragon Racing AV), -3.380
6 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), -4.642
7 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), -7.435
8 Fabio Ferelli (KAMF Racing), -8.414
9 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), -11.086
10 Vinicius Marega (Pegoraros Racing 2), -2 L
11 Rodrigo Villaverde (Mondial Racing), -3 L
12 Andre Cattermol (Pro Drivers), -44 L (Abandono)
13 Heberton Eduardo (Dragon Racing AV 2), -49 L
14 Bruno Miranda (BMRS Motorsports), -56 L (Abandono)
15 Tonny Peixoto (Alliance Sky Racing), -116 L (Abandono)
16 Jose Godoy (Pegoraros Racing), -118 L (Abandono)
17 Toni Andrade (Pegoraros Racing), -134 L (Abandono)
18 Ale Farah (Dragon Racing AV), -139 L (Abandono)
Volta mais rápida: Wagner Pegoraro, 22.630

Race Control
Incidente entre Ale Farah e Mateus Monteiro – Nenhuma ação tomada. [1]
Julio Moreira, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença] [6]
Vinicius Marega, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença] [6]
Jose Godoy, End Of Line – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença] [16]
Pedro Humenhuk, End Of Line – Entrada/saída irregular nos boxes com ganho (16.2.6) [+2 Licença] [61]
Incidente entre Bruno Miranda e Jose Crescente – Nenhuma ação tomda (Netcode). [84]
Rodrigo Villaverde, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença] [94]
Incidente entre Andre Cattermol e Wagner Pegoraro – Nenhuma ação tomdada (NetCode). [96]
Marco Brasil, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença] [96]
Incidente entre Julio Moreira e Wagner Pegoraro – Nenhuma ação tomada (NetCode) . [137]

Pontos nas Licenças
Vinicius Marega +3
Rodrigo Villaverde +3
Jose Godoy +2
Pedro Humenhuk +2
Julio Moreira +1
Marco Brasil +1

More in Corridas