Connect with us

Clube

F1BC volta a receber carro mais atual de F-1 com a Formula Pro, no simulador Automobilista

F1BC volta a receber carro mais atual de F-1 com a Formula Pro, no simulador Automobilista

As duas categorias de monopostos – Formula Pro e Formula Light – seguirão com o game Automobilista, sendo a Formula Pro com os fantásticos F-Ultimate nas terças-feiras às 22h, e a Formula Light com os excepcionais F-3 nas quintas-feiras às 20h para a temporada 2017/3 do F1BC, que se inicia no dia 11 de setembro e já tem suas inscrições abertas.

FORMULA PRO É PURA TRADIÇÃO EM ALTO NÍVEL

O F1BC atendeu aos pedidos dos pilotos e trará a Formula Pro com os novíssimos F-Ultimate, de layout 2017 com motores V6 turbo e tipos de pneus diferentes. Espetacular de pilotar, este carro ganhou total aprovação dos atuais pilotos da categoria e já está atraindo ainda mais competidores. Destinada aos membros de licenças P/A/B/C, será realizada nas terças-feiras às 22h.

A receita de sucesso da Formula Pro é baseada também em sua variedade nas estratégias, onde compostos macios, médios e duros estão a disposição de forma ilimitada e, dependendo da característica de cada circuito, pode levar os pilotos a selecionarem diferentes rumos nos pit stops ao longo dos 50 minutos de prova.

A história mostra a Formula Pro como categoria máxima do clube, já que ela foi a sucessora do primeiro campeonato realizado, ainda em 2006 com o título “F1BC Cup”, que logo se estendeu para divisões Pro, Light e Junior, com carros da F-1 entre os anos de 1999 e 2007. Àquela época, Rodrigo Wizard foi campeão nas primeiras três edições, além da sexta e sétima edição, com Carlos Junior faturando o quarto campeonato, e Luth Cysne o quinto.

Mas aí o conceito Formula Pro já tinha sido criado, e diversos carros de F-1 passaram pela competição, de modelos de vários anos diferentes, sempre trazendo uma renovação neste sentido, mas buscando utilizar o máximo possível de circuitos de suas épocas.

A Formula Pro teve alguns dos maiores campeões da história do F1BC e do automobilismo virtual mundial. A lista tem Henrique Galleazzi, Fagner Roberto (4x), Diogo Oliveira, Renato Dornelles, Ciro Nishimura (3x), Rafael Cozzi (3x), Sergio Fujii, Diego Nogueira (2x), Thiago Barbosa, Cristiano Bohessef, Anderson Roberto (2x), Daniel Machado e Mohamad Mourad – uma seleta lista.

FORMULA LIGHT É O ESPAÇO PARA REVELAÇÕES BUSCAREM O TÍTULO

Já a Formula Light segue sua receita de sucesso, nas quintas-feiras às 20h com os F-3, e destinada aos pilotos de licenças C/D/R, neste bólido simples de pilotar e que oferece muito aprendizado, apresentando sempre campeonatos muito interessantes.

A própria divisão com base na experiência dos pilotos leva a Formula Light a ter um equilíbrio de forças. Mesmo as equipes mais experientes só podem escalar pilotos com menor quilometragem, o que faz com que estes possam evoluir através da experiência desta competição. Com reabastecimento e trocas de pneus liberadas, as estratégias variam entre uma e duas paradas nos boxes, de acordo com a característica de cada circuito, forçando os pilotos a buscarem a melhor compreensão possível sobre o plano de corrida, de 50 minutos.

A Formula Light seguiu um caminho praticamente paralelo, oferecendo carros de categorias de base como GP2, GP3, F-Renault, F-3, F-BMW, F-Nippon, entre outros. E teve como campeões Fernando Passos, Gean Celso, Vinicius Dutra, Ezio Filho, Leonardo Couto, Fernando Lima, Eduardo Segabinassi, Leko Thayer, Tacito Nunes, Rafael Callegari, Sergio Fujii, Diego Said, Anderson Roberto, Felipe Oliveira, Leonardo Lopes, Gabryel Ribeiro, Alan Lopez, Andre Kimi, Daniel Rigoni, Carlos Reynaud, Enrico Espada, Thiago Amado, Robson Vieira e Breno Campos.

TETRACAMPEÃO DA FORMULA PRO, FAGNER ROBERTO RELEMBRA SUAS CONQUISTAS

O maior campeão da Formula Pro é Fagner Roberto, com quatro títulos, sendo também um dos pilotos mais respeitados e icônicos do clube por ter conseguido conquistas tanto com um joystick quanto com um volante. “Eu corria em um campeonato amador que se chamava F1 Garbin, e o desejo era mesmo participar de um grande campeonato, e quando comecei a T2/2009 no F1BC ainda tinha um equipamento pior, tinha que jogar com um gráfico bem reduzido, e corria com um joystick de Playstation 1 (dualshock), acelerava e virava com os analógicos, totalmente fora do que a maioria dos pilotos já na época tinham de volantes e pedais, então por isso nunca esperei por nada, mas comecei bem com grandes surpresas”, lembra Fagner.

Fagner considera que seu título mais difícil foi o quarto, na temporada 2011/2. “Me senti um piloto de verdade, pois tinha um foco absurdo naquilo que fazia. Chegou num ponto que era o que eu mais gostava. Sempre gostei de corridas e poder disputar daquela forma foi um grande privilégio. Poder disputar com feras como Fabio do Carmo, Diogo Oliveira, Andre Cozza, Ciro Nishimura, e Renato Dornelles, que pra mim é o melhor piloto virtual que conheci”, lembra o paulista.

“Por essas e outras a Formula Pro é especial. Por mais que tenha gostado demais das Formula Classic, a Formula Pro tem um glamour maior, e nunca vou esquecer. Depois de cinco anos parado, voltei agora, conquistei dois segundos lugares e é muito bom. Não tenho mais o mesmo empenho pelos treinos, mas quem sabe se pintar a oportunidade de brigar novamente pelos títulos, será emocionante igual, como se fosse o primeiro! Agradeço muito por todas as pessoas que me acolheram tão bem no F1BC, e nunca tive do que reclamar”, concluiu este grande campeão.

Na opinião de Rodrigo Steigmann, diretor geral do F1BC, ambas categorias tem muito a oferecer para a próxima temporada. “Sabemos que Formula Pro e Formula Light são campeonatos mais clássicos, sem sistema de lastro, grid invertido, setup fixo e outros fatores artificiais de equilíbrio, e ficamos felizes em ao mesmo tempo atender a um público mais tradicional simultaneamente a ainda assim termos duas competições super equilibradas e com alto nível”, destacou Rodrigo.

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A TEMPORADA 2017/3

Inscreva-se em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Deep Art, Fanatec, Nuuvem, RealGame, e o apoio de Canal Sim Force, F1 Brasil, F1Mania, iRacing, NRT Servers, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, SimSync.

More in Clube