Connect with us

Corridas

F1BC Nascar Light 2017/3 @ Daytona

F1BC Nascar Light 2017/3 @ Daytona

A Nascar Light estreou na temporada 2017/3 do F1 Brasil Clube na noite desta terça-feira (19), no circuito oval de Daytona. E em corrida caótica, que teve 4 bandeiras amarelas e uma confusão no final, Maurício Alves se aproveitou do ritmo consistente para assumir a ponta na última volta e vencer a etapa de abertura do campeonato dos Trucks Silverado.

Mauricio Alves foi o melhor na classificação e garantiu a pole-position. Rafael David fechou a primeira fila, seguido de Well Alves, Bruno Miranda e Geovani Prechesniuki. Pedro Humenhuk, Diego Santos, Endrigo de Castro, Guilherme Secchi e Bruno Vasconcelos completaram o top-10 dos 18 bólidos presentes no grid de largada da noite.

Classificação
1 Mauricio Alves (Mondial Racing), 50.375
2 Rafael David (Pro Drivers), 50.412
3 Well Alves (SUB Racing), 50.432
4 Bruno Miranda (BMRS Motorsports), 50.434
5 Geovani Prechesniuki (GP Motorsports), 50.439
6 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 50.460
7 Diego Santos (4Nerds Racing), 50.473
8 Endrigo de Castro (Overtake Racing), 50.479
9 Guilherme Secchi (Falcon Motorsports), 50.487
10 Bruno Vasconcelos (SUB Racing), 50.491
11 Ricardo Pereira (Clube do Volante), 50.495
12 Emerson Gresoski (Dynamic Games), 50.572
13 Augusto Maia (Grip Racing), 50.657
14 Rodrigo Luiz (Factory Assault Team), 50.832
15 Vera Silva (G-Force Motorsports), Sem tempo

Logo na largada a corrida já foi interrompida pela primeira vez com a entrada do safey-car. A confusão que causou a bandeira amarela foi o enrosco entre Diego Santos e Geovani Prechesniuki. Bruno Vasconcelos também foi afetado pelo incidente e ficou com aparentes problemas no motor após a batida no muro de Daytona.

Na relargada, Maurício Alves se manteve na ponta e liderava um pelotão com 12 carros próximos e ainda lado a lado. Foi quando um ‘big one’ provocou a segunda bandeira amarela e levou vários bólidos aos boxes pra reparos. Após o novo reinício, uma boa disputa se desenhava no top-5, com Alves, Raphael David, Ricardo Pereira, Bruno Miranda e Well Alves. Este pelotão seguia Diego Santos, que foi ao pitlane cumprir uma penalidade e, quando voltou à pista, conseguiu se manter no mesmo ritmo dos lideres, mas como retardatário.

A corrida tinha um novo líder e, enfim, uma boa disputa. Raphael David passou a liderar o pelotão do top-5, que permanceu em disputa até o final depois de mais duas bandeiras amarelas. A prova seguia sendo complicada, mas ainda tinha mais por vir. A última relargada foi dada em bandeira branca e, assim que avançou a linha de chegada, David desacelerou, mas ainda havia uma volta a ser disputada. Para completar a confusão no final da etapa, Diego Santos e Bruno Miranda se enroscaram, causando mais um acidente. E no final das contas, a vitória ficou para Maurício Alves, que em todo os 50 minutos se manteve entre os ponteiros.

A próxima etapa da Nascar Light será realizada no oval de Phoenix, no dia 3 de outubro, às 20h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na Fan Page www.facebook.com/f1brasilclube. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Doutor Lubrifica, Fanatec, Logitech, Nuuvem, RealGame, e o apoio de Canal Sim Force, F1 Brasil, F1Mania, iRacing, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

Final, 50 minutos
1 Mauricio Alves (Mondial Racing), 44 voltas
2 Well Alves (SUB Racing), +0.156
3 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +0.959
4 Vera Silva (G-Force Motorsports), +3.181
5 Rafael David (Pro Drivers), +4.980
6 Bruno Miranda (BMRS Motorsports), +18.114
7 Ricardo Pereira (Clube do Volante), +52.568
8 Diego Santos (4Nerds Racing), +1 volta (+60s)
9 Bruno Vasconcelos (SUB Racing), +5 voltas
10 Geovani Prechesniuki (GP Motorsports), +5 voltas
11 Guilherme Secchi (Falcon Motorsports), +11 voltas
12 Endrigo de Castro (Overtake Racing), +27 voltas
13 Rodrigo Luiz (Factory Assault Team), +37 voltas
14 Emerson Gresoski (Dynamic Games), Abandono (7)
15 Augusto Maia (Grip Racing), Abandono (6)
Volta mais rápida: Vera Silva, 47.113

Race control
Diego Santos, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença] [1]
Mauricio Alves, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][3]
Ghilherme Secchi, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença] [7]
Bruno Vasconcelos, End Of Line – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][21]
Ricardo Pereira, End Of Line – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][33]
Ghilherme Secchi, Warning – Resistência quando retardatário sem perdas (16.1.3) [+1 Licença][33]
Bruno Miranda, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][38]
Bruno Miranda, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][39]
Vera Silva, End Of Line – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][39]
Diego Santos, +60s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença] [7] [44]

Pontos nas licenças
Diego Santos +7
Ghilherme Secchi +5
Bruno Vasconcelos +2
Ricardo Pereira +2
Bruno Miranda +2
Vera Silva +2
Mauricio Alves +1

Vídeo da etapa

More in Corridas