Connect with us

Corridas

F1BC Nascar Pro 2017/3 @ New Hampshire

F1BC Nascar Pro 2017/3 @ New Hampshire

Na noite desta terça-feira (25), a F1BC Nascar Pro chegou chegou a sua terceira etapa na temporada 2017/3 do F1 Brasil Clube. O palco foi o circuito oval de New Hampshire, que, apesar de gerar expectativas de acidentes, propiciou uma boa corrida. Ale Laska soube impôr o ritmo no momento certo para vencer a primeira na temporada e teve a companhia de Bruno Barbugli no pódio, que completou a dobradinha da Falcon Motorsports na raça.

Rafael Hubie foi o melhor na classificação e garantiu a pole-position, ao lado de Thiago Vieira, que fechou a primeira fila. Alex Montoanelli foi terceiro, seguido de Bruno Barbugli, Ale Laska e Romar Arns. Mike Ramos, Bruno Miranda e Jorge Destro completaram o grupo dos que marcaram volta na sessão.

Classificação
1 Rafael Hubie (Bravus eMotorsport), 29.637
2 Thiago Vieira (G-Force Motorsports), 29.639
3 Alex Montoanelli (Interlagos Motorsport), 29.662
4 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), 29.689
5 Ale Laska (Falcon Motorsports), 29.704
6 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), 29.781
7 Mike Ramos (Bravus eMotorsport), 29.852
8 Bruno Miranda (BMRS Motorsports), 30.542
9 Jorge Destro (Falcon Motorsports 2), 31.165
10 Junior Borborema (DR Racers), Sem tempo
11 Victor Del Porto (Static Racing), Sem tempo
12 Arthur de Castro (DR Racers), Sem tempo
13 Alysson Pereira (Independente), Sem tempo
14 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), Sem tempo
15 Rafael David (Pro Drivers), Sem tempo
16 Paulo Cezar Villas Boas (HGT Brasil), Sem tempo
17 Diego Santos (4Nerds Racing), Sem tempo
18 Marcelo Fernandes (Bravus eMotorsport), Sem tempo
19 Allan Botelho (Mondial Racing), Sem tempo
20 Vera Silva (G-Force Motorsports), Sem tempo

Sob a expectativa de muitos acidentes, a corrida já começou em um ritmo agitado. Logo na largada, Bruno Barbugli tocou o muro e Romar Arns, que vinha atrás, acabou atingindo o carro da Falcon Motorsports. Apesar de perder o 4º posto para Ale Laska, o atual campeão da categoria seguiu na disputa, assim como o piloto da Escuderia Sul-Brasil, que precisou passar pelos boxes para reparar o seu bólido antes de retornar para a prova. Enquanto isso, Rafael Hubie, Thiago Vieira e Alex Montoanelli se mantinham no top-3.

Outros pequenos incidentes que marcaram o início das 140 voltas foram os erros Paulo Cezar Villas Boas e Diego Santos, que atravessaram a pista após perderem a traseira de seus carros. Mesmo com toda agitação inicial, a bandeira amarela ainda não havia sido acionada. Mas não demorou para que o safety-car entrasse na pista e, após a primeira interrupção, a corrida foi paralisada mais duas vezes em sequência, freando o ritmo tirando figuras importantes da disputa, como Rafael Hubie.

Depois da terceira bandeira amarela, a prova, enfim, entrou em uma boa sequência de voltas em bandeira verde. Neste momento, Bruno Barbugli, que já aparecia em terceiro, intensificou o ritmo para cima de Ale Laska e Alex Montoanelli, mas só conseguiu superar o seu companheiro de equipe, porque o líder, que guiava o bólido da Interlagos Motorsports, conteve os ataques com maestria.

As voltas foram passando e os pneus de Barbugli se desgastando e foi aí que Ale Laska entrou em ação. Após passar pelo seu parceiro de Falcon Motorsports, o paranaense se aproveitou das dificuldades de Montoanelli com o seus compostos para assumir a liderança da prova.

As paradas nos boxes foram realizadas em bandeira verde e, apesar de Ale Laska ter perdido a posição para Alex e Junior Borborema, a vitória parecia já está destinada ao piloto da Falcon Motorsports, que superou os dois pilotos e apenas manteve o ritmo para conquistar a primeira vitória na temporada 2017/3. Mostrando o porquê de ser tricampeão da categoria, Bruno Barbugli completou em segundo depois de guiar a maior parte do tempo com os compostos gastos e com o seu carro danificado. Thiago Vieira, Alex Montoanelli, Junior Borborema, Mike Ramos e Alysson Pereira fecharam o grupo dos que completaram na volta do líder.

A próxima etapa da Nascar Pro será realizada no oval de Dover, no dia 2 de outubro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na Fan Page www.facebook.com/f1brasilclube. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Doutor Lubrifica, Fanatec, Logitech, Nuuvem, Poesia Perfumes, RealGame, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

Final, 140 voltas
1 Ale Laska (Falcon Motorsports), 140 voltas
2 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), +0:08.443
3 Thiago Vieira (G-Force Motorsports), +0:12.949
4 Alex Montoanelli (Interlagos Motorsport), +0:17.657
5 Junior Borborema (DR Racers), +0:18.050
6 Mike Ramos (Bravus eMotorsport), +0:26.733
7 Alysson Pereira (Independente), +0:30.473
8 Arthur de Castro (DR Racers), +1 volta
9 Rafael David (Pro Drivers), +1 volta
10 Marcelo Fernandes (Bravus eMotorsport), +1 volta
11 Victor Del Porto (Static Racing), +2 voltas
12 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +2 voltas
13 Allan Botelho (Mondial Racing), +3 voltas
14 Vera Silva (G-Force Motorsports), +5 voltas
15 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), Abandono (77)
16 Paulo Cezar Villas Boas (HGT Brasil), Abandono (69)
17 Rafael Hubie (Bravus eMotorsport), Abandono) (55)
18 Bruno Miranda (BMRS Motorsports), Abandono) (23)
19 Jorge Destro (Falcon Motorsports 2), Abandono) (23)
20 Diego Santos (4Nerds Racing), Abandono) (10)
Volta mais rápida: Junior Borborema, 29.921

Pontos Bônus
Ale Laska +2 por liderar mais voltas
Thiago Vieira +1 por liderar uma volta
Alex Montoanelli +1 por liderar uma volta
Alysson Pereira +1 por liderar uma volta
Marcelo Fernandes +1 por liderar uma volta
Rafael Hubie +1 por liderar uma volta

Race control
Bruno Barbugli, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][1]
Vera Silva, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença][12]
Rafael Hubie, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][19]
Jorge Destro, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença][24]
Análise de possível problema de conexão de Arthur de Castro.[25]
Marcelo Fernandes, End of Line – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][25]
Marcelo Fernandes, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença][26]
Paulo Cezar Villas Boas, +40s – Resistência quando retardatário causando perdas (16.3.6) [+3 Licença]
Marcelo Fernandes, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][87]
Incidente entre Rafael David e Arthur de Castro – Nenhuma ação tomada.[139]

Pontos nas licenças

Marcelo Fernandes +4
Jorge Destro +4
Vera Silva +3
Paulo Cezar Villas Boas +3
Bruno Barbugli +1
Rafael Hubie +1

Vídeo da etapa

More in Corridas