Connect with us

Clube

F1BC refina lista de superlicenças para a temporada 2018/1

F1BC refina lista de superlicenças para a temporada 2018/1

O F1 Brasil Clube atualizou sua lista de superlicenças dos pilotos, indicando o nível de experiência de cada participante do clube para a temporada 2018/1. Desta vez, o clube analisou de uma forma mais profunda que o habitual para decidir quais competidores subiriam de licença. As tabelas de licenças são divididas em Road e Oval, diferenciando estas modalidades e separando em seis níveis (Pro, A, B, C, D, Rookie), o que certamente manterá o equilíbrio que cada campeonato já apresenta.

Por do número elevado de novatos na atual temporada 2017/3, o F1BC decidiu levar um bom número de pilotos para níveis superiores. Rodrigo Cascaes, Elvis Lima, Murilo Biscaro, Edgard Mesquita e Lucas Marotta, que são competidores de categorias Road, subiram para licença A. Enquanto no Oval, somente Leandro Morissawa chegou a este mesmo nível.

Muitos pilotos subiram de nível para a próxima temporada. Para a licença D de categorias Road, por exemplo, foram 38 competidores selecionados. A lista completa de superlicenças atualizadas podem ser conferidas em www.f1bc.com/superlicencas.

FEEDBACK DOS PILOTOS É FUNDAMENTAL

Por se tratar de um enorme grupo de mais de 2500 pilotos com Superlicenças, o clube aceita sugestões dos próprios participantes a fim de refinar cada vez mais esta lista. O F1BC está aberto a receber todo o ‘feedback’ em caso de correções ou mesmo sugestões para nova reavaliação de alguns casos, incluindo o de competidores que há tempos não estão em atividade.

ENTENDA AS SUPERLICENÇAS

Para equilibrar os campeonatos e conduzir os participantes às categorias mais apropriadas, foi criado em 2009 um sistema de Licenças, onde cada piloto virtual tem sua habilitação correspondente a experiência e resultados obtidos ao longo da carreira. Cada categoria recebe pilotos de uma ou mais licenças.

Com dois estilos de campeonatos completamente distintos – uns com base em circuitos mistos e outro com a predominância de ovais -, se fez necessária esta separação da tabela de licenças, em duas listas diferentes, já que alguns pilotos apostam em suas carreiras especificamente em um destes tipos de competição, e a técnica e entendimento das regras são diferentes.

Licença Pro: Remete àqueles que chegaram ao patamar máximo de competitividade, com títulos ou constantemente disputando os mesmos em categorias principais no F1BC, além de somarem todos os quesitos que os fazem campeões, como velocidade, consistência e segurança nas pistas, e conduta exemplar fora delas.

Licença A: Compreende o grupo de pilotos que apresentam ótimo nível técnico, com velocidade, consistência, segurança e conduta suficientes para competirem nas categorias de nível máximo no F1BC, e que ainda tenham por meta conquistar títulos nestas competições. Alguns destes já conquistaram títulos de categorias de nível intermediário ou de base que os credenciaram para esta posição.

Licença B: Forma o conjunto de pilotos que já superaram todos os desafios de primeiros campeonatos e GPs disputados e mostraram bons níveis de velocidade, consistência, segurança e conduta. Alguns destes já conquistaram títulos de categorias de base que os credenciaram para esta posição. Também aceita pilotos de alto nível no passado que estavam há muito tempo inativos.

Licença C: Aos pilotos de nível intermediário de competitividade, velocidade, consistência e segurança, que já deixaram para trás o status de novato, seja por resultados ou por experiência adquirida em número de campeonatos ou GPs disputados. Também aceita pilotos de bom nível no passado que estavam há muito tempo inativos.

Licença D: Considera os pilotos que já deixaram o status de novato mas que ainda estão em início de carreira ou com desempenhos que os tornem mais competitivos nas categorias de base do clube, aproveitando estes campeonatos para adquirir velocidade, consistência e segurança, além de se habituar com as regras e configurações. Também aceita pilotos de nível intermediário no passado que estavam há muito tempo inativos.

Licença Rookie: Engloba todos os novos pilotos do clube, seja em sua primeira temporada disputada, ou por número de GPs insuficiente para uma avaliação. Estes pilotos podem se encaixar em qualquer categoria do clube dependendo de sua pré-aprovação de acordo com sua experiência anterior ao F1BC, e recebe sua nova licença após preencher estes requisitos citados – completar a temporada ou atingir um número de GPs suficiente para avaliação.

CONFIRA A LISTA DE CATEGORIAS E SUAS RESPECTIVAS LICENÇAS

[RFACTOR 2]
GT Pro: P/A/B/C
GT Light: C/D/R
Formula Pro: P/A/B/C

[AUTOMOBILISTA]
National Pro: P/A/B/C
National Light: C/D/R
Formula Light: C/D/R
Touring Light: C/D/R

[IRACING]
Indy Pro: P/A/B/C/D/R
Indy Light: P/A/B/C/D/R
Nascar Pro: P/A/B/C/D/R
Sportscar Pro: P/A/B/C/D/R
Sportscar Light: P/A/B/C/D/R
Destruction Derby: P/A/B/C/D/R

[RACEROOM]
Touring Pro: P/A/B/C/D/R

As atualizações do F1 Brasil Clube também são geradas pela análise dos primeiros resultados da ampla pesquisa lançada recentemente pelo clube, que segue aberta até o dia 20 de dezembro, data em que se encerra a temporada 2017/3. Para quem ainda não respondeu o questionário, basta acessar www.f1bc.com/pesquisa. Lembrando que os participantes concorrem a um cupom de R$100,00 para serem utilizados na biblioteca de jogos da Nuuvem.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Doutor Lubrifica, Fanatec, Logitech, Nuuvem, Poesia Perfumes, RealGame, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

More in Clube