Connect with us

Corridas

F1BC Touring Classic 2018/1 @ Buenos Aires

F1BC Touring Classic 2018/1 @ Buenos Aires

Os clássicos da Touring Classic roncaram alto no circuito de Buenos Aires, na noite desta terça-feira (3), para a disputa da penúltima etapa do campeonato na temporada 2018/1 do F1 Brasil Clube. Os pilotos protagonizaram mais uma excelente corrida, que mudou a liderança do campeonato e definiu a disputa entre as equipes. Raphael Camelo e Bruno Fernandes souberam trabalhar em conjunto, formaram a dobradinha e confirmaram o título antecipado da Factory Assault. Com a vitória, Camelo assumiu a ponta da tabela e chegará na etapa final com 16 pontos de vantagem.

Na classificação, Bruno Fernandes cravou a pole-position com a volta de 1m33s375, colocando 0s675 em Rodrigo Luiz, que levava 10kg de lastro. Vice-líder do campeonato, Raphael Camelo (50kg) ficou com o terceiro melhor tempo, à frente de Luiz Brambila, Elizeu Filho (20kg) e Eduardo Celezinski (30kg). O líder da competição Heitor Facuri Cicoti (60kg), João Felipe Oliveira (40kg), Luciano Rocha e Guilherme Rocha completaram o top-10 do grid de largada.

Classificação
1 Bruno Fernandes (Factory Assault), 1:33.375
2 Rodrigo Luiz (Factory Assaut), 1:34.050
3 Raphael Camelo (Factory Assault), 1:34.129
4 Luiz Brambila (Fast Lap Virtual Race), 1:34.284
5 Elizeu Filho (Grip Racing), 1:34.370
6 Eduardo Celezinski (Red Arrow Racing Team), 1:34.674
7 Heitor Facuri Cicoti (Independente), 1:34.746
8 Joao Felipe Oliveira (Scuderia Vacca Rossa), 1:34.903
9 Luciano Rocha (SUB Racing 2), 1:35.103
10 Guilherme Rocha (Fast Lap Virtual Race), :35.119
11 Franklin Souza (SUB Racing), 1:35.594
12 Rodrigo Yoshihara (Hattrick Racing), 1:38.165
13 Tiago Flor (Fast Lap Virtual Race), Sem tempo
14 Bruno Rocha (Fast Lap Virtual Race 2), Sem tempo

Os pilotos dos clássicos de marcas protagonizaram mais um ótimo início de prova. Após a excelente largada, Bruno Fernandes e Rodrigo Luiz ainda apareciam nas primeiras posições, mas atrás deles tinha mudanças. Raphael Camelo caiu de 3º para 5º, sendo superado por Elizeu Filho e Luiz Brambila, respectivamente.

E não demorou para que as disputas começassem a movimentar a corrida. Um pequeno erro de Bruno Fernandes fez com que Rodrigo Luiz assumisse a ponta, liderando um pelotão que, agora, tinha Bruno, Elizeu Filho, Luiz Brambila e Raphael Camelo colados em duelo no top-5. Na parte de trás do grid, Luciano Rocha, Guilherme Rocha e Franklin Souza travaram outra boa briga.

Na sequência, Rodrigo Luiz começou a perder ritmo e quase viu Elizeu Filho aprontar e pular de 3º para a liderança em um tentativa de mergulho na curva 1. Bruno Fernandes assumiu a ponta e segurou o ímpeto do piloto da Grip Racing, que seguia firme no duelo contra 3 carros da Factory Assault, que liderava o campeonato das equipes e tinha tudo para confirmar o título esta noite nas condições desse momento.

As paradas nos boxes começaram a ser realizadas pouco antes da metade da prova. Elizeu Filho parou na volta 15 e não viu sua estratégia funcionar, assim como Rodrigo Luiz, que parou na volta seguinte. A liderança chegou a passar pelas mãos de João Felipe Oliveira, mas, após as movimentações no pitlane, ficou mesmo com Bruno Fernandes, que era seguido por Luiz Brambila e Raphael Camelo.

As corridas categoria vem sendo marcada por fortes emoções até o fim e no traçado argentino não seria diferente. Raphael Camelo vinha em terceiro, mas passou por Luiz Brambila e por Bruno Fernandes na parte final da prova. O piloto da Factory Assault pulou para a ponta contando com o apoio do seu companheiro de equipe e manteve o ritmo até o fim para conquistar a vitória e ganhar força na disputa pelo título.

Bruno Fernandes completou a dobradinha da Factory Assault, que, assim, se confirmou como a grande campeã na disputa entre as equipes. Luiz Brambila chegou em terceiro, seguido de Rodrigo Luiz, Elizeu Filho e Eduardo Celezinski. Bruno Rocha, Tiago Flor, João Felipe Oliveira e Guilherme Rocha completaram o top-10 da etapa, que teve apenas 2 abondonos e não exigiu muito trabalho da direção de provas. Uma das baixas, foi a de Heitor Facuri Cicoti, líder do campeonato até então, que abandonou com problemas de motor na volta 23.

Com a vitória e o revés de Heitor Facuri Cicoti, Raphael Camelo assumiu a liderança do campeonato com 94 pontos, 16 a mais que Heitor, que ainda ficou como vice-líder. Entre as equipes, a Factory Assault chegou aos 202 tentos e não pode mais ser alcança na liderança da tabela, já que a Fast Lap Virtual Race, atual segunda colocada, soma 106. A classificação completa do campeonato de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A última etapa da Touring Classic será realizada no circuito de Tarumã, no dia 17 de abril, a partir das 20h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo em HD no YouTube do F1BC. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Gostou da categoria? As inscrições para a próxima temporada já estão abertas e você pode garantir a sua vaga em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aguiatech, Aliança Consultoria, Área Nobre Estacionamentos, Doutor Lubrifica, Fanatec, Logitech, M7Help, Poesia Perfumes, RealGame, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

Final, 50 minutos
1 Raphael Camelo (Factory Assault), 33 voltas
2 Bruno Fernandes (Factory Assault), +0:00.271
3 Luiz Brambila (Fast Lap Virtual Race), +0:01.428
4 Rodrigo Luiz (Factory Assaut), +0:03.461
5 Elizeu Filho (Grip Racing), +0:04.046
6 Eduardo Celezinski (Red Arrow Racing Team), +0:10.687
7 Bruno Rocha (Fast Lap Virtual Race 2), +0:12.705
8 Tiago Flor (Fast Lap Virtual Race), +0:21.624
9 Joao Felipe Oliveira (Scuderia Vacca Rossa), +0:31.686
10 Guilherme Rocha (Fast Lap Virtual Race), +0:35.013
11 Luciano Rocha (SUB Racing 2), +0:41.681
12 Franklin Souza (SUB Racing), Abandono (32)
13 Rodrigo Yoshihara (Hattrick Racing), +1 volta
14 Heitor Facuri Cicoti (Independente), Motor (23)
Volta mais rápida: Bruno Fernandes, 1:33.586

Race control
Luiz Brambila, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [29]

Pontos nas licenças
Luiz Brambila +1

Vídeo da etapa

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas