Connect with us

Corridas

F1BC Deep Art Nascar Pro 2018/2 @ Daytona

F1BC Deep Art Nascar Pro 2018/2 @ Daytona

Os pilotos da Deep Art Nascar Pro desembarcaram, na noite desta segunda-feira (9), para decidir que seriam os finalistas para a disputa do título da categoria nesta temporada 2018/2 do F1 Brasil Clube. Em meio a decisão, Wellingson Cândido conquistou sua primeira vitória no campeonato em corrida emocionante até o fim depois de 6 bandeiras amarelas. Bruno Barbugli, que foi 2º, Junior Borborema, Thiago Vieira e Mike Ramos disputarão o título na próxima etapa.

A ordem de largada teve Ricardo Pereira na pole-position e Renan Henrique fechando a segunda fila. Rafael Hubie foi o terceiro mais rápido da classificação, superando Carlos Maciel, Romar Arns e Rafael Balbisan. Pedro Mega, Rodrigo Munhoz, Diego Moraes e Endrigo de Castro completaram o top-10 do grid de largada, que, mesmo com apenas 12 na disputa pelas 4 vagas para a disputa do título, contou com 35 pilotos esta noite.

Classificação
1 Ricardo Pereira (Paraguay Racing AV), 51.490
2 Renan Henrique (Mondial Racing), 51.521
3 Rafael Hubie (Bravus Vilarejo), 51.529
4 Carlos Maciel (Racing 4Fun 2), 51.567
5 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), 51.573
6 Rafael Balbisan (Countdown Racing 3), 51.576
7 Pedro Mega (Bravus Vilarejo), 51.627
8 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 51.637
9 Diego Moraes (G-Force Motorsports), 51.638
10 Endrigo de Castro (Paraguay Racing AV), 51.648
11 Alex Montoanelli (Racing 4Fun), 51.658
12 Wellingson Candido (Bravus DeepArt), 51.668
13 Thiago Vieira (G-Force Motorsports), 51.674
14 Jeff Foitte (Independente), 51.689
15 Leandro Moreira (Countdown Racing 2), 51.697
16 Fernando Gomes (Puro Malte Racing), 51.731
17 Miguel Paludo (Racing 4Fun 2), 51.738
18 Alysson Pereira (Countdown Racing), 51.807
19 Rodrigo Villaverde (Countdown Racing 2), 51.834
20 Luis Zambelli (Independente), 51.837
21 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 52.200
22 Marcos Bicca (Racing 4Fun 2), 52.436
23 Junior Borborema (Bravus DeepArt), Sem tempo
24 Bruno Barbugli (Bravus DeepArt), Sem tempo
25 Mike Ramos (Bravus eMotorsport), Sem tempo
26 Gabriel Mauricio (Countdown Racing), Sem tempo
27 Laercio Leite (Sinister Race Team), Sem tempo
28 Cristiano Cangani (Paraguay Racing AV), Sem tempo
29 Carlos Luciano (Countdown Racing), Sem tempo
30 Domingos Frias (Puro Malte Racing), Sem tempo
31 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team), Sem tempo
32 Vera Silva (G-Force Motorsports 2), Sem tempo
33 Danilo Coelho (Forest Racing Club), Sem tempo
34 Allan Botelho (Countdown Racing 2), Sem tempo
35 Regis Montibeller (Forest Racing Club), Sem tempo

As últimas corridas do campeonato têm sido marcadas por muitos incidentes e lógico que isso trouxe tensão para a etapa em Daytona. Entretanto, o início da prova já mostrou que a noite seria diferente. Os pilotos fizeram um excelente trabalho nas primeiras voltas. Na volta 10, por exemplo, os competidores seguiam próximas, com Rafael Hubie, Pedro Mega e Carlos Maciel aparecendo no top-3, mas em posições que não eram definitivas pela fila dupla que ainda estava formada.

A primeira bandeira amarela da corrida veio logo na sequência e, em sua relargada, a segunda intervenção foi acionada, mas pelo fim do 1º estágio. Em uma volta, Pedro Mega aproveitou a linha de fora para assumir a liderança e levar os 10 pontos bônus. Rafael Hubie, Rafael Balbisan, Ricardo Pereira, Renan Henrique, Carlos Maciel, Alysson Pereira, Gabriel Maurício, Diego Moraes e Luis Zambelli foram, respectivamente, os outros bonificados.

A corrida foi interrompida mais quatro vezes pelo carro de segurança e, por isso, as disputas foram freadas por um trecho da prova. Os pilotos aproveitaram o momento para colocarem as estratégias em jogo e mudanças já eram notadas. A ascenção de Welingson Cândido e Bruno Barbugli para as duas primeiras posições depois de terem largado de 12º e 24º, respectivamente, era um exemplo.

A última bandeira amarela da corrida foi acionada nas voltas finais e proporcionou uma relargada decisiva para o resultado final. A essa altura, Wellingson Cândido ainda era o líder, seguido de Junior Borborema – outro que cresceu na prova depois de largar do fundo do grid – e Bruno Barbugli. Mas a persongem surpresa no final foi Vera Silva, que acabou tocando em Borborema e Laercio Leite, o 4º.

O incidente no fim não afetou Wellingson Candido, que, em meio a decisão para a etapa final, conquistou sua primeira vitória no campeonato. Bruno Barbugli chegou em segundo e assegurou sua classificação para a disputa do título. Com a punição aplicada em Vera Silva, Alysson Pereira herdou o lugar no pódio, mas não conseguiu a vaga entre os finalistas.

Com os resultados, Bruno Barbugli, Junior Borborema, Thiago Vieira e Mike Ramos irão disputar o título da categoria na próxima etapa. A classificação completa do campeonato de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A próxima etapa da Deep Art Nascar Pro será realizada no oval de Kentucky [N], no dia 16 de julho, a partir das 22h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na fanpage do F1BC. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Gostou da categoria? As inscrições para a próxima temporada já estão abertas e você pode garantir a sua vaga em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aguiatech, Aliança Consultoria, Chiara Guitar Parts, Deep Art Store, Extreme SimRacing, Logitech, M7Help, Pro Racing Simuladores, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, e Sector3 Studios.

Final, 80 voltas
1 Wellingson Candido (Bravus DeepArt), 80 voltas
2 Bruno Barbugli (Bravus DeepArt), +0:00.081
3 Alysson Pereira (Countdown Racing), +0:00.669
4 Carlos Luciano (Countdown Racing), +0:00.814
5 Rodrigo Villaverde (Countdown Racing 2), +0:01.019
6 Rafael Balbisan (Countdown Racing 3), +0:01.178
7 Mike Ramos (Bravus eMotorsport), +0:01.243
8 Allan Botelho (Countdown Racing 2), +0:01.340
9 Miguel Paludo (Racing 4Fun 2), +0:01.386
10 Danilo Coelho (Forest Racing Club), +0:01.459
11 Endrigo de Castro (Paraguay Racing AV), +0:01.554
12 Regis Montibeller (Forest Racing Club), +0:02.068
13 Laercio Leite (Sinister Race Team), +0:04.360
14 Leandro Moreira (Countdown Racing 2), +0:05.318
15 Luis Zambelli (Independente), +0:10.527
16 Pedro Mega (Bravus Vilarejo), +0:10.708
17 Junior Borborema (Bravus DeepArt), +0:11.708
18 Thiago Vieira (G-Force Motorsports), +0:18.389
19 Gabriel Mauricio (Countdown Racing), +0:23.219
20 Renan Henrique (Mondial Racing), +0:52.121
21 Vera Silva (G-Force Motorsports 2), +0:00.386 (+60s)
22 Marcos Bicca (Racing 4Fun 2), +8 voltas
23 Alex Montoanelli (Racing 4Fun), +8 voltas
24 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), Abandono (51)
25 Fernando Gomes (Puro Malte Racing), +31 voltas
26 Cristiano Cangani (Paraguay Racing AV),+35 voltas
27 Jeff Foitte (Independente), +36 voltas
28 Carlos Maciel (Racing 4Fun 2), +36 voltas (+60s)
29 Rafael Hubie (Bravus Vilarejo), Abandono (43)
30 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), Abandono (35)
32 Ricardo Pereira (Paraguay Racing AV), Abandono (34) (+60s)
32 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), Abandono (34)
33 Domingos Frias (Puro Malte Racing), Abandono (21)
34 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team), Abandono (11)
35 Diego Moraes (G-Force Motorsports), Last Position (LP)
Volta mais rápida: Diego Moraes, 0:47.309

Pontos bônus – 1º estágio
Pedro Mega +10
Rafael Hubie +9
Rafael Balbisan +8
Ricardo Pereira +7
Renan Henrique +6
Carlos Maciel +5
Alysson Pereira +4
Gabriel Maurício +3
Diego Moraes +2
Luis Zambelli +1

Race control
Incidente com Rodrigo Villaverde – Nenhuma ação tomada.[26]
Incidente entre Laercio Leite e Domingos Frias – Nenhuma ação tomada.[26]
Ricardo Pereira, +60s – Incidente de nível 4 (17.4.1) [+4 Licença][35]
Carlos Maciel, +60s – Incidente de nível 4 (17.4.1) [+4 Licença][44]
Incidente entre Endrigo de Castro e Luis Zambelli – Nenhuma ação tomada.[56]
Pedro Mega, Warning – Resistência quando retardatário sem perdas (17.1.3) [+1 Licença][61]
Thiago Vieira, Warning – Resistência quando retardatário sem perdas (17.1.3) [+1 Licença][61]
Diego Moraes, Last Position – Incidente quando retardatário (17.5.4) [+5 Licença][64]
Renan Henrique, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (17.3.1) [+3 Licença]
Vera Silva, +60s – Incidente de nível 4 (17.4.1) [+4 Licença]

Pontos nas licenças
Diego Moraes +5
Ricardo Pereira +4
Carlos Maciel +4
Vera Silva +4
Renan Henrique +3
Pedro Mega +1
Thiago Vieira +1

Observações
Vera Silva, uma etapa de suspensão – Atingiu 10 pontos na Licença (20.1)

Vídeo da etapa

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas