Connect with us

Corridas

F1BC Extreme National Pro 2018/2 @ Londrina

F1BC Extreme National Pro 2018/2 @ Londrina

A grande decisão da Extreme National Pro teve no circuito de Londrina o favoritismo de Tadeu Costa confirmado – mesmo que o eneacampeão tenha ficado sem a vitória na última volta por falta de combustível. Eraldo Silva levou a melhor e garantiiu também o troféu de equipes para a Logitech Racing Team nesta quarta-feira (8) no F1 Brasil Clube.

Na classificação, a surpresa: Lucas Werle fez a melhor volta no apagar das luzes, deixando Tadeu em segundo, a frente de Eraldo e com Diego Acebedo, vencedor da última etapa, em quarto. Daniel Mageste, que precisava vencer e torcer por um revés de Tadeu para ser campeão, foi o quinto mais veloz, de um total de 18 pilotos na última etapa.

Classificação
1 Lucas Werle (SnowSchatten), 1:15.490
2 Tadeu Costa (Logitech), 1:15.553
3 Eraldo Silva (Logitech), 1:15.589
4 Diego Acebedo (Make Your Point), 1:15.635
5 Daniel Mageste (ExtremeSR), 1:15.948
6 Edivan Monteiro (Cobra), 1:16.070
7 Fernando Passos (Overmind), 1:16.110
8 Edgard Mesquita (TeamBrasil 2), 1:16.305
9 Edilson Freshi (Tornado), 1:16.583
10 Leandro Matheus (RedArrow), 1:16.962
11 Luciano Lobao (Logitech 2), 1:17.343
12 Augusto Maia (Grip), 1:17.493
13 Eduardo Machado (F1BC Equipe 1), 1:17.623
14 Renato Chiara Jr (Overmind), 1:17.791
15 Thiago Izequiel (ExtremeSR), 1:19.072

A largada teve Tadeu pulando na ponta, enquanto Mageste cumpriu um drive through após toque com Eraldo Silva. Já Lucas Werle teve queda de conexão, deixando a tarefa do líder do campeonato ainda mais simples.

Mas isso não significava um “jogo de comadres” na sequência do evento. Mageste imprimiu um ritmo alucinante para ultrapassar outros competidores, enquanto Mesquita e Eraldo também ganhavam espaço. A Overmind lamentou os precoces abandonos de Fernando Passos e Renato Chiara.

Nas estratégias, Acebedo parou mais cedo e fez a troca de pneus, enquanto Tadeu reagiu mas fez apenas o reabastecimento. Isso deixou Eraldo na ponta, com Mesquita, Camelo e Freshi bem posicionados. O piloto da Team Brasil foi aos boxes, mas os outros dois ficaram e resistiram aos demais.

Mageste ainda tinha de fazer a parada, e ficou longe dos líderes. E quem precisava atacar foi à luta: Tadeu reduzia a diferença até ultrapassar Eraldo, que errou na penúltima volta. Mas Tadeu se via sem combustível, e praticamente devolveu a liderança para o companheiro de equipe, que venceu em Londrina.

A segunda posição ficou com Edilson Freshi, que passou Camelo no final. Mas a última curva foi uma confusão, quando Tadeu abriu passagem lentamente e Acebedo aproveitou para superar Camelo, tomando o pódio.

Nada que mudasse a briga pelo título: Tadeu Costa chegou em quinto e conquistou seu nono troféu no F1 Brasil Clube, enquanto a Logitech Racing team garantiu a consagração entre as escuderias.

Daniel Mageste, Augusto Maia, Edgard Mesquita e Thiago Izequiel fecharam o grupo dos 10 primeiros, de um total de 12 pilotos recebendo a bandeira quadriculada em Londrina.

O F1 Brasil Clube parabeniza Tadeu Costa pelo título conquistado, Daniel Mageste pelo vice-campeonato e Raphael Camelo pelo terceiro lugar, além da Logitech Racing Team, campeã entre as equipes. A classificação completa do campeonato de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A próxima temporada da National Pro será iniciada no dia 12 de setembro, a partir das 22h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na fanpage do F1BC. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Gostou da categoria? As inscrições para a próxima temporada já estão abertas e você pode garantir a sua vaga em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aguiatech, Aliança Consultoria, Chiara Guitar Parts, Deep Art Store, Extreme SimRacing, Logitech, M7Help, Pro Racing Simuladores, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, e Sector3 Studios.

Final, 50 minutos
1 Eraldo Silva (Logitech), 40 voltas
2 Edilson Freshi (Tornado), +0:04.430
3 Diego Acebedo (Make Your Point), +0:05.080
4 Tadeu Costa (Logitech), +0:08.813
5 Edivan Monteiro (Cobra), +0:31.435
6 Daniel Mageste (ExtremeSR), +0:32.802
7 Augusto Maia (Grip), +1:06.080
8 Edgard Mesquita (TeamBrasil 2), Abandono (39)
9 Thiago Izequiel (ExtremeSR), +1 voltas
10 Leandro Matheus (RedArrow), +1 voltas
11 Luciano Lobao (Logitech 2), +1 voltas
12 Lucas Werle (SnowSchatten), Abandono (1)
13 Fernando Passos (Overmind), Suspensao (0)
14 Renato Chiara Jr (Overmind), Last Position (LP)
15 Raphael Camelo (SnowSchatten), Desclassificação (DQ)
16 Eduardo Machado (Independente), Desclassificação (DQ)
Volta mais rapida: Tadeu Costa, 1:15.935

Race Control
Daniel Mageste, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença][1]
Daniel Mageste, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença][1]
Daniel Mageste, Warning – Faróis/buzina para sinalização (17.1.7) [+1 Licença][2]
Eduardo Machado, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença][2]
Renato Chiara, Last Position – Acidente múltiplo (17.5.2) [+5 Licença][4]
Luciano Lobao, Warning – Resistência quando retardatário sem perdas (17.1.3) [+1 Licença][19]
Raphael Camelo, Disqualification – Manobra fora dos padrões esportivos (17.6.1) [+6 Licença][Pós Bandeirada]

Pontos nas Licenças
Raphael Camelo +6
Renato Chiara +5
Daniel Mageste +4
Eduardo Machado +2
Luciano Lobao +1

Vídeo da etapa

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas