Connect with us

Corridas

F1BC International Pro 2017/3 @ Paul Ricard

F1BC International Pro 2017/3 @ Paul Ricard

A International Pro já havia conhecido o seu campeão, mas ainda restava saber quem ficaria com o vice-campeonato e o terceiro lugar, bem como o título entre as equipes. A etapa final, disputada na noite desta quinta-feira (14), no circuito de Paul Ricard, teve Victor Bueno como vencedor, encerrando sua temporada 2017/3 com vitória, além do trófeu já conquistado. Fernando Horta foi o segundo e formou a dobradinha do segundo time da Grip Racing, que levou a taça na disputa entre as escuderias. Os resultados definiram Randal Rodrigues como vice-campeão e Raphael Camelo como o dono da medalha da terceira colocação.

O já campeão Victor Bueno não aliviou na classificação e garantiu a pole-position. Raphael Camelo e Fernando Horta apareceram na sequência, ficando à frente de João Augusto, vice-líder do campeonato, Guilherme Fargnolli e Charles Zimmermann. Fernando Silva, Arthur Villaça, Randal Rodrigues e David Hunt completaram o top-10 do grid de largada.

Classificação
1 Victor Bueno (Grip Racing 2), 1:56.720
2 Raphael Camelo (Factory Assault), 1:56.776
3 Fernando Horta (Grip Racing 2), 1:57.018
4 Joao Augusto (Grip Racing), 1:57.066
5 Guilherme Fargnolli (Full Throttle Racing), 1:57.163
6 Charles Zimmermann (Grip Racing), 1:57.182
7 Fernando Silva (Global Virtual Racing 2), 1:58.601
8 Arthur Villaca (Global Virtual Racing), 1:58.732
9 Randal Rodrigues (Global Virtual Racing), 1:58.747
10 David Hunt (Global Virtual Racing), 1:58.888
11 Rodrigo Bueno (Global Virtual Racing 2), 1:58.936
12 Felipe Fargnolli (Full Throttle Racing), 1:59.080
13 Niesley Flaber (Global Virtual Racing 2), 1:59.302
14 Hernani Klehm (Hattrick Racing 2), 1:59.771
15 Lucas Silva (Hattrick Racing 3), 2:00.433
16 Pedro Sodre (Hattrick Racing 2), 2:01.010

A última etapa da International Pro na temporada 2017/3 não poderia começar melhor. Uma excelente largada deu início a corrida, com os pilotos passando pelas primeiras curvas de forma totalmente limpa e, apesar de algumas movimentações, todos seguiam nas mesmas posições. Só ao final da primeira volta que João Augusto proporcionou a primeira boa disputa e mudança na ordem ao passar por Fernando Horta.

Mesmo com Fernando Horta sendo superado por Guilherme Fargnolli, a sequência da prova não contava com muitas disputas. Até João Augusto encostar e passar por Raphael Camelo. Com o duelo, Fargnolli aproveitou para se aproximar. E foi aí que o cenário de João na corrida começou a mudar. O até então vice-líder do campeonato foi tocado pelo piloto da Full Throttle Racing e, depois, envolveu-se em um incidente com Camelo.

O abandono de João Augusto deu ainda mais indefinição na disputa pelo vice-campeonato, que agora tinha Randal Rodrigues e Raphael Camelo como principais postulantes, já que Guilherme Fargnolli também deixou a etapa após não cumprir uma penalidade. Enquanto isso, Victor Bueno seguia na liderança com uma boa vantagem para Charles Zimmermann, que apareceu em segundo depois toda a confusão entre os ponteiros.

Como de costume, as estratégias de paradas nos boxes foram, em sua maioria, de duas passagens pelo pitlane. Destaque para Fernando Horta, que após os primeiros trabalhos de pitstop voltou a figurar entre os ponteiros, em segundo, precisamente. Quem também se recuperou na prova depois da parada foi Raphael Camelo, que agora brigava diretamente com Randal Rodrigues para ser o vice-campeão da temporada.

Ao final, Victor Bueno conquistou a sua terceira vitória seguida para encerrar bem a temporada. E com Fernando Horta chegando em segundo, formando a drobradinha do segundo time da Grip Racing, o título do campeonato das equipes ficou com a equipe laranja. Raphael Camelo completou o pódio, mas ficou com o terceiro lugar do certame, porque Randal Rodrigues fechou logo atrás, em quarto, e foi o vice-campeão da International Pro.

O F1 Brasil Clube parabeniza Victor Bueno pelo título conquistado, Randal Rodrigues pelo vice-campeonato e Raphael Camelo pelo terceiro lugar, além da Grip Racing 2, campeã entre as equipes. A classificação final de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

Na próxima temporada, a International Pro passa a ser a GT Pro e se iniciará no dia 18 de janeiro, no circuito de Sepang, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na Fan Page www.facebook.com/f1brasilclube. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Gostou da categoria? As inscrições para a próxima temporada já estão abertas e você pode garantir a sua vaga em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Doutor Lubrifica, Fanatec, Logitech, Nuuvem, Poesia Perfumes, RealGame, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

Final, 50 minutos
1 Victor Bueno (Grip Racing 2), 26 voltas
2 Fernando Horta (Grip Racing 2), +0:15.080
3 Raphael Camelo (Factory Assault), +0:16.494
4 Randal Rodrigues (Global Virtual Racing), +0:34.482
5 Charles Zimmermann (Grip Racing), +0:36.281
6 Felipe Fargnolli (Full Throttle Racing), +0:58.966
7 Joao Augusto (Grip Racing), +1:09.034
8 Rodrigo Bueno (Global Virtual Racing 2), +1:21.743
9 Fernando Silva (Global Virtual Racing 2), +1:24.840
10 Hernani Klehm (Hattrick Racing 2), +1:33.632
11 Niesley Flaber (Global Virtual Racing 2), +2:02.702
12 David Hunt (Global Virtual Racing), +2:31.574
13 Arthur Villaca (Global Virtual Racing), Não largou
14 Pedro Sodre (Hattrick Racing 2), Desclassificação (DQ)
15 Lucas Silva (Hattrick Racing 3), Desclassificação (DQ)
16 Guilherme Fargnolli (Full Throttle Racing), Desclassificação (DQ)
Volta mais rápida: Victor Bueno, 1:56.932

Race control
Guilherme Fargnolli, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença] [3]
Guilherme Fargnolli, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença] [4]
Raphael Camelo, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença] [6]
Lucas Silva, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença] [6]
Lucas Silva, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (17.4.1) [+4 Licença] [7]
Incidente entre Lucas Silva e Niesley Flaber – Nenhuma ação tomada. [8]
Charles Zimmermann, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença] [10]
Incidente entre Rodrigo Bueno e Raphael Camelo – Nenhuma ação to,mada. [10]
Pedro Sodre, Drive-Through – Bloqueio deliberado ao adversário (17.2.14) [+2 Licença] [14]
Pedro Sodre, Drive-Through – Incidente de nível 2 (17.2.1) [+2 Licença] [14]
Fernando Silva, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [15]
Pedro Sodre, Warning – Envio excessivo de Notificação (17.1.9) [+1 Licença] [16]

Pontos nas licenças
Lucas Silva +6
Pedro Sodre +5
Guilherme Fargnolli +4
Raphael Camelo +2
Charles Zimmermann +2
Fernando Silva +1

Observações
Pedro Sodre, Disqualification – Atingiu 10 pontos na Licença na etapa final (20.3)
Lucas Silva, Disqualification – Atingiu 10 pontos na Licença na etapa final (20.3)

Vídeo da etapa

More in Corridas