Connect with us

F1BC Cup Pro 2007/1 @ Imola

Com a grande quantidade de interessados, o F1 Brasil Challenge recebeu neste final de semana nada menos do que 11 participantes, e dois servidores foram necessários para abrigar os pilotos, divididos em duas corridas: a primeira com os cinco melhores qualificados no sábado, e a segunda com os demais no domingo. Confira o resumo e as diferentes emoções de cada uma delas!

Qualificação
1 Rodrigo Wizard (SP/Ferrari), 1:19.220
2 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), 1:20.316
3 Deco Ganecci (SP/Williams), 1:21.016
4 Sergio Lopes (SP/Arrows), 1:21.422
5 Vitor Flat Out (ES/McLaren), 1:21.693
6 Yuri Apolonio (SC/Williams), 1:22.990
7 Eduardo Azeredo (RJ/Jordan), 1:23.949
8 Rodrigo Dias (PR/BAR), 1:26.410
9 Marcela Conceição (RS/McLaren), 1:35.421
10 Francisco Aguiar (RJ/Williams), no time
11 Davi Vasconcelos (BA/Williams), no time

Server 1 – Rodrigo Wizard vence e amplia vantagem!

Confirmado o favoritismo que lhe foi atribuído no início da temporada, o paulista Rodrigo Wizard chegou até o circuito Endo & Dino Ferrari com o único objetivo de vencer. Em uma prova tranquila, que só foi ameaçada – por certa distância – pelo paranaense Sergio Kolachinski, Wizard levou o máximo dos pontos possíveis nesta etapa, ampliando ainda mais a liderança. Sergio Kolachinski ficou com a segunda colocação, em uma consistente corrida e pit-stop, formando assim uma dobradinha da Ferrari.

Seu xará Sergio Lopes mais uma vez surpreendeu, ao colocar a Arrows no pódium com uma terceira colocação. Vitor FlatOut cometeu alguns erros que o deixaram com a quarta posição, e Deco Ganecci sofreu um forte acidente com sua Williams, abandonando a disputa de Imola.

Server 2 – O retorno de Apolônio e Vasconcelos!

Não poderiam ser melhores as estréias do catarinense Yuri Apolônio (McLaren) e do baiano Davi Vasconcelos (Williams) nesta primeira temporada do F1 Brasil Challenge, no retorno de ambos após meses fora de atividade e sem participarem do início da competição. Em uma prova marcada pela alta competitividade entre os demais pontos em San Marino, nada menos que quatro pilotos alternaram a liderança, mostrando uma verdadeira vontade de chegar na frente independentemente dos pontos.

Pela primeira vez pilotando uma McLaren, Yuri mostrou logo de cara intimidade com o carro e fez uma prova muito consistente, além de resistir a pressão de seus concorrentes mais próximos. Davi Vasconcelos ficou na segunda posição também com uma corrida em ritmo forte para quem estava tanto tempo afastado. Francisco Aguiar, pela outra Williams, fechou o pódium, com uma corrida cheia de imprevistos – como um penalty por velocidade nos boxes -, mas mostrando ser o mais veloz do segundo servidor.

Rodrigo César (BAR) completou o quarteto da competitividade com o quarto lugar, pouco atrás de Chico, enquanto que André Casaroli (Arrows) fez uma tumultuada prova, perdendo a roda dianteira. Eduardo Azeredo (Jordan) acabou participando apenas da classificação, mas levou os pontos pois poderia ter corrido no sábado, data estipulada anteriormente, mas aceitou que a segunda corrida fosse realizada no domingo.

Final, 20 voltas
1 Rodrigo Wizard (SP/Ferrari), 27:40.029
2 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), + 14.831
3 Sergio Lopes (SP/Arrows), + 1:26.003
4 Vitor Flat Out (ES/McLaren), + 1 volta
5 Deco Ganecci (SP/Williams), DNF/Accident
6 Yuri Apolonio (SC/Williams), SB, 28:51.772
7 Davi Vasconcelos (BA/Williams), + 9.930
8 Francisco Aguiar (RJ/Williams), + 28.264
9 Rodrigo Dias (PR/BAR), + 34.733
10 Eduardo Azeredo (RJ/Jordan), DNS
11 Marcela Conceição (RS/McLaren), DNS
Volta mais rápida: Rodrigo Wizard
Hattrick & Grand Chelem para Rodrigo Wizard.

More in Sem categoria