Connect with us

F1BC Cup Pro 2007/1 @ Magny-Cours

Foram quatro corridas de jejum até que o paulista Rodrigo Wizard (Ferrari) conseguisse novamente vencer. O líder do campeonato, desde o início na Austrália, ainda conseguiu se manter no topo da tabela, mas viu muitos de seus rivais se aproximarem. Agora, tudo pode acontecer nas próximas rodadas.

A classificação foi uma das mais disputadas até o momento no F1 Brasil Challenge, com os cinco primeiros separados por apenas 0s653, deixando o “Servidor A” com a real situação de competitividade. Entretanto, Chico Aguiar (Williams) caiu do server logo na largada, e teve de jogar no “Servidor B” para garantir alguns pontos nesta etapa. Neste segundo pelotão, o carioca ainda veio a enfrentar a dura regularidade do paranaense Sergio Kolachinski (Ferrari), que fazia sua despedida do campeonato por compromissos pessoais, e acabou levando a melhor sobre os concorrentes, deixando Aguiar com o segundo posto.

Qualificação
1 Carlos Junior (PA/McLaren), 1:10.270
2 Rodrigo Wizard (SP/Ferrari), 1:10.490
3 Francisco Aguiar (RJ/Williams), 1:10.704
4 Deco Ganecci (SP/Williams), 1:10.869
5 Leonardo Felix (PR/Ferrari), 1:10.923
6 Yuri Apolonio (SC/Williams), 1:11.570
7 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), 1:11.807
8 Sergio Lopes (SP/Arrows), 1:11.953
9 Rodrigo Dias (PR/BAR), 1:15.885

Server 1 – Rivais são velozes, e Wizard foi constante

O desafio no Servidor A, onde os cinco primeiros na classificação se confrontaram – ou deveriam se confrontar, já que Francisco Aguiar caiu logo na largada -, foi marcado pela competitividade que tem sido cada vez mais aprimorada pelos pilotos. Carlos Junior (McLaren) partiu da pole-position, mas largou mal e perdeu a liderança para Rodrigo Wizard (Ferrari) logo na saída. Este, por sua vez, deixou a liderança escapar na saída da curva Estoril para Leonardo Felix (Ferrari), que passou a dominar a prova, com Wizard administrando a vantagem. Mais atrás, Junior e Deco Ganecci (Williams) se distanciaram por erros próprios, e Deco ainda perdeu o bico dianteiro e teve de antecipar a parada nos pits. Na volta 9, Léo perdeu o controle da Ferrari e deixou a liderança escapar para as mãos de Wizard, que estava espe4rando o momento certo para assumir a ponta e não mais perdê-la.

Na volta 11 o tempo fechou, com as nuvens chegando em Magny-Cours, mas a chuva não caiu e ficou por isso mesmo. Junior ainda ultrapassou Léo, e manteve um ritmo muito bom acompanhando Rodrigo, mas a uma distância considerável.

Server 2 – Kolachinski vence na despedida

Só faltou chover no Servidor B. Em uma corrida que foi marcada por três situações distintas, Sergio Kolachinski venceu em sua bateria e, logo após a vitória, declarou que estaria abandonando as pistas. Até o fim do ano, para o alívio dos torcedores e amigos do torneio. Mas para conquistá-la, o paranaense não teve vida fácil. Apesar de ser constante, o paranaense contou com a ajuda de São Pedro (já que não choveu no circuito francês) e com os erros de Yuri Apolônio e Chico Aguiar.

Desde a largada, Aguiar manteve a liderança, seguido por Apolônio. Porém, o carioca não tomou conhecimento dos demais: mais uma vez programado para fazer dois pit stops, tratou de abrir vantagem sobre os demais. Yuri Apolônio bem que tentou acompanhar o ritmo, mas foi traído pela presença do estreante Felippe Marques, 1º convidado do torneio e sem experiência, bateu em Yuri que perdeu a asa traseira de sua McLaren.

Com uma distância considerada razoável, Aguiar cometeu um erro vital ao rodar na linha de chegada na 10ª volta. Foi o bastante para Sergio Kolachinski tirar toda a diferença que o piloto da Williams tanto se esforçou pra conseguir. Apesar de colidir com Rodrigo César, que retornou a categoria após se ausentar por algumas etapas, o piloto da Ferrari soube administrar a vantagem sobre Aguiar, conquistando sua última vitória no campeonato. Sergio Lopes, em uma corrida com alguns equívocos, chegou em sétimo, seguido por Yuri Apolônio e Rodrigo César.

Nota dos participantes: Sergio Kolachinski, tenha toda sorte do mundo nesta nova fase da sua vida! Sucesso! Te esperamos em 2008!

Final, 23 voltas
1 Rodrigo Wizard (SP/Ferrari), 28:05.197
2 Carlos Junior (PA/McLaren), + 20.794
3 Leonardo Felix (PR/Ferrari), + 37.984
4 Deco Ganecci (SP/Williams), + 2 voltas
5 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), SB, 28:40.003
6 Francisco Aguiar (RJ/Williams), + 3.961
7 Sergio Lopes (SP/Arrows), + 39.937
8 Yuri Apolonio (SC/Williams), + 1 volta
9 Rodrigo Dias (PR/BAR), + 2 voltas
Volta mais rápida: Rodrigo Wizard

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Sem categoria