Connect with us

F1BC Cup Junior 2008/1 @ Sepang

Uma ocasião rara onde menos de 10 pilotos estiveram presentes para uma etapa do F1BC School 1, em Sepang, na Malásia. Mesmo com oito carros (um número reduzido em termos, pois a Light bem que gostaria dessa quantidade), a tranquilidade parecia que iria reinar na pista, sem acidentes ou complicações. Se enganou quem teve esta impressão, pois as corridas tiveram toques e batidas, que inclusive comprometeram alguns concorrentes. No mais, tivemos surpresas pela frente, e você confere logo abaixo.

QUALIFYING – A primeira das surpresas ficou por conta do pole-position em Sepang, o gaúcho Matheus Romanowski. Ele não vinha tão bem nas etapas anteriores, mas parece ter dado a volta por cima ao cravar o primeiro lugar bem na sua útima tentativa, deixando imediatamente atrás o atual líder da competição Luth Cysne. Na segunda fila, Thiago Wendt colocou mais uma Spyker entre os primeiros, e Marcelo Vidal foi o quarto. Lucas Chaves, Raphael Brito e Rodrigo Chaves fecharam o grid, enquanto Daniele Assis fazia outra corrida contra o relógio, tentando chegar a tempo para disputar a etapa.

Qualifying
1 Matheus Romanowski (RS/Spyker), 1:32.163
2 Luth Cysne (SC/Renault), 1:32.221
3 Thiago Wendt (MG/Spyker), 1:32.618
4 Marcelo Vidal (RS/Williams), 1:32.961
5 Lucas Chaves (DF/Red Bull), 1:33.437
6 Raphael Brito (SP/Red Bull), 1:34.751
7 Rodrigo Chaves (DF/Toro Rosso), 1:39.312
8 Daniele Assis (RJ/Williams), sem tempo

FEATURE RACE – Um pouco de sorte e bastante competência para que Marcelo Vidal conquistasse sua vitória na Feature Race de Sepang. A começar, um acidente que tirou o líder do campeonato Luth Cysne da prova: Raphael Brito retardou a freada e acertou em cheio o piloto da Renault. O paulista da Red Bull alega que não estava vendo o carro do rival, mas uma batida dessas não pode passar despercebida pelos comissários.

Quem também se enrolou foram os primos Chaves, já que Lucas acertou Rodrigo. O primeiro, teve que levar a punição de 30 segundos em seu tempo total, enquanto o segundo andou as 16 voltas seguintes com a suspensão torta, e chegou duas voltas atrás dos líderes.

É certo que Vidal também quase pôs tudo a perder, ao tocar Romanowski, quando ambos disputavam a liderança. Porém o próprio Romanowski também tocou em Cysne, e Wendt cortou a entrada dos pits, então todos levaram seus acréscimos de tempo e Marcelo Vidal ficou com a vitória.

Feature Race – Final, 17 voltas
1 Marcelo Vidal (RS/Williams), 27:39.383 [+10s penalty] (média de 201.05 km/h)
2 Thiago Wendt (MG/Spyker), +14.999 [+5s penalty]
3 Matheus Romanowski (RS/Spyker), +15.871 [+10s penalty]
4 Lucas Chaves (DF/Red Bull), +40.691 [+35s penalty]
5 Raphael Brito (SP/Red Bull), +1:33.785 [+30s penalty]
6 Rodrigo Chaves (DF/Toro Rosso), +2 laps
7 Luth Cysne (SC/Renault), DNF/Accident (2)
8 Daniele Assis (RJ/Williams), DNS
Fastest lap: Matheus Romanowski (RS/Spyker), 1:33.489

Explicação de punições
M.Romanowski: +10s (toque em L.Cysne, sem danos maiores)
L.Chaves: +30s (batida em R.Chaves, causando danos)
L.Chaves: +5s (não respeitou o caminho de entrada nos pits)
M.Vidal: +10s (toque em M.Romanowski, sem danos maiores)
R.Brito: +30s (batida em L.Cysne, causando danos)
T.Wendt: +5s (não respeitou o caminho de entrada nos pits)

SPRINT RACE – Com os ânimos mais calmos e a presença de Daniele Assis, que chegou atrasada, mas chegou, os pilotos então partiram para a Sprint Race. Três relargadas tiveram de ser realizadas, sendo que Romanowski largou dos pits por provocar um dos acidentes. Na largada que valeu, Wendt teve problemas na conexão e caiu.

Para completar os que se enrolaram, Brito tocou em Rodrigo Chaves, que rodou e ficou a mercê de quem viesse. Seu primo Lucas, sem conseguir desviar, acabou acertando Rodrigo. Desta forma a briga ficou restrita a Luth e Marcelo, desta vez com o catarinense levando a melhor, deixando o gaúcho em segundo, e Romanowski, em brilhante recuperação, em terceiro.

Sprint Race – Final, 5 voltas
1 Luth Cysne (SC/Renault), 7:56.516 (média de 205.92 km/h)
2 Marcelo Vidal (RS/Williams), +7.095
3 Matheus Romanowski (RS/Spyker), +23.774
4 Raphael Brito (SP/Red Bull), +18.000 [+10s penalty]
5 Rodrigo Chaves (DF/Toro Rosso), +1:36.303
6 Daniele Assis (RJ/Williams), +1 lap
7 Lucas Chaves (DF/Red Bull), +1 lap
8 Thiago Wendt (MG/Spyker), DNS
Fastest lap: Matheus Romanowski (RS/Spyker), 1:33.225

Explicação de punições
R.Brito: +10s (toque em L.Chaves, sem danos maiores)

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas