Connect with us

Publi

Tudo o que você precisa saber sobre o planeta F1BC

Tudo o que você precisa saber sobre o planeta F1BC

Se você está determinado a aprender um pouco mais sobre a fórmula 1 para não estar na frente de seus amigos como uma pessoa sem qualquer conhecimento do assunto, então este artigo é para você porque oferecemos-lhe aspectos básicos desta disciplina esportiva que podem chegar a nos surpreender. Descubra tudo o que você precisa saber sobre o planeta F1BC.

A Fórmula 1 é o evento competitivo de automobilismo mais importante do planeta, sua inauguração foi realizada em 1950 no circuito de Silverstone, Inglaterra. Nesta corrida ganhou o italiano Giuseppe Farina. 30 anos mais tarde a Fórmula 1 toma auge internacional convertendo-se na meca do automobilismo mundial.

É dirigida pela Federação Internacional do Automóvel. É constituída por um total de 21 corridas, individualmente chamadas Grande Prémio, que são realizadas em diversos países.

Seu nome é devido à quantidade de regras que devem ser cumpridas durante uma competição, cerca de 500 regras. Durante 8 meses os pilotos participam em diversos duelos em países como México, Brasil, Japão Singapura e Rússia. A trajetória a percorrer em 2019 começa na Austrália e termina em dezembro em Abu Dhabi, Emirados Árabes.

Acompanhe de perto as corridas do Grande Prémio e desfrute cada instante de emoção nos melhores sites de apostas 2020 onde pode ganhar e viver a paixão pelo automobilismo em cada temporada.

Sobre o carro

Um carro de Fórmula 1 custa aproximadamente 6,8 milhões de dólares, pode desenvolver uma aceleração de 0 mph a 100 mph e descer a 0 mph novamente em um tempo de quatro segundos.

A vida útil de um motor comum se estende até 10 anos, enquanto o de um automóvel de Fórmula 1 dura apenas 5 corridas. Na cabina do veículo, a temperatura pode atingir 50°C num curso. A mudança de pneus e combustível devem ser feitas em um tempo de 3 segundos.

O fornecedor oficial de pneus de Fórmula 1 é Pirelli. Em cada Grande Prémio a marca Pirelli põe à disposição pneus Slick sem desenhos para garantir a máxima aderência à pista.

Os carros de fórmula 1 são de um só posto, ou seja, o do condutor. A este tipo de veículo chama-se “monoplaza”, não têm teto e os pneus vão ao descoberto. Outra característica destes carros é que eles não têm botão ou alavanca reversa.

Ao desenvolver mais de 160 Km/h gera carga aerodinâmica para igualar seu próprio peso.

Sobre pilotos e equipes de corrida

O inglês Lewis Hamilton da equipe Mercedes-Benz ganhou continuamente todos os campeonatos de Fórmula 1 desde 2014, exceto 2016.

Um piloto de Fórmula 1 pode perder até 4 kg de peso em uma corrida devido à alta temperatura da cabine que provoca desidratação. Os pilotos demonstram em cada corrida sua capacidade de competência. Os pilotos são:

1. Lewis Hamilton
2. Sebastian Vettel
3. Kimi Raikkonen
4. Valtteri Bottas
5. Daniel Ricciardo
6. Max Verstappen
7. Romain Grosjean
8. Nico Hulkenberg
9. Carlos Sainz
10. Charles Leclerc
11. Pierre Gasly
12. Alexander Albon
13. Kevin Magnussen
14. Lando Norris
15. Sergio Pérez
16. Lance Stroll
17. Antonio Giovinazzi
18. Daniil Kvyat
19. George Russell
20. Robert Kubica

Escuderias: A escuderia é um termo italiano que se refere a todas aquelas pessoas e objetos que integram uma equipe dentro dos esportes motorizados. É uma organização desportiva que inclui automóveis, pilotos e técnicos.

A temporada de F1 2019 levará à pista os veículos de 10 das escuderias, elas são:

Mercedes,
Ferrari,
Red Bull Racing,
Renault,
Haas,
McLaren,
Racing Point,
Alfa Romeo Racing,
Toro Rosso y
Williams.

Sistema de pontuação

A Fórmula 1 tem um sistema de pontuação que é definido de acordo com a posição do corretor no final da corrida, este é dado da seguinte forma:

1º lugar – 25 pontos
2º lugar – 18 pontos
3º lugar – 15 pontos
4º lugar – 12 pontos
5th lugar – 10 pontos
6º lugar – 8 pontos
7th lugar – 6 pontos
8º lugar – 4 pontos
9o lugar – 2 pontos
10 lugar – 1 ponto

Sobre circuitos e o Grande Prêmio

Há um total de 21 circuitos de F1 que servem de sede e nos que se luta pelo Grande Prémio este ano. A maioria dos circuitos são permanentes, com exceção de 4 circuitos urbanos: Mônaco, Melbourne, Singapura e Azerbaijão.

A competição Fórmula 1 de 2019 está estrutura em 21 corridas em datas diferentes, elas são:

1. Grande Prêmio da Austrália
2. Grande Prêmio do Bahrein
3. Grande Prêmio da China
4. Grande Prémio do Azerbaijão
5. Grande Prêmio da Espanha
6. Grande Prêmio de Mônaco
7. Grande Prêmio do Canadá
8. Grande Prêmio da França
9. Grande Prêmio da Áustria
10. Grande Prémio da Grã-Bretanha
11. Grande Prêmio da Alemanha
12. Grande Prêmio da Hungria
13. Grande Prêmio da Bélgica
14. Grande Prêmio da Itália
15. Grande Prêmio de Cingapura
16. Grande Prêmio da Rússia
17. Grande Prêmio do Japão
18. Grande Prêmio do México
19. Grande Prêmio dos EUA
20. Grande Prêmio do Brasil
21. Grande Prêmio de Abu Dhabi

Sobre as classificações e corridas

Nada na Fórmula 1 é realizado aleatoriamente, os lugares na saída da corrida fazem parte de uma preparação prévia que começa a partir de sexta-feira em um espaço determinado. Há práticas que definem as classificações e avaliam elementos do veículo.

O programa se desenvolve em 3 dias (sexta-feira, sábado e domingo) nos quais se põem em andamento três etapas: prática, qualificação e corrida. As sessões de qualificação são divididas em Q1, Q2, Q3.

Q1: Os pilotos dispõem de 18 minutos para completar o percurso no menor tempo possível, Ao terminar o tempo correspondente os cinco pilotos mais lentos são eliminados e se localizam nas cinco últimas posições da grelha de início.

Q2: Nesta fase os pilotos restantes devem conseguir ficar entre os dez primeiros lugares em uma sessão de 15 minutos. Os cinco veículos mais lentos são eliminados e colocados na posição 11 a 15 da grade de início.

Q3: Nesta última fase classificatória os pilotos devem completar as voltas em 12 minutos para alcançar seus melhores tempos, e alcançar a pole position (primeiro lugar na grade de início), ou incorporar-se a uma das nove posições restantes.

Uma vez finalizadas as corridas classificatórias se localiza a cada piloto em sua linha de saída para começar o número de voltas que requeira o circuito ou o tempo máximo estipulado. As voltas totais dependem da distância de cada pista. As corridas da fórmula 1 não podem exceder os 305 Km, tampouco se podem prolongar mais de 2 horas, salvo por exceções. Nas corridas de Fórmula 1 se colocam na ponta aqueles pilotos que conseguiram entrar no top 10.

Não só ganha aquele que consiga desenvolver a maior velocidade, mas aquele que acumule a maior pontuação a qual se obtém segundo a posição que ocupe o piloto ao chegar à meta. No final do ano se consagra campeão o que tenha obtido a maior quantidade de pontos, premia-se o piloto e sua escuderia.

Sobre as bandeiras

Todo mundo sabe que a bandeira quadriculada nos diz quem é o vencedor, mas há outras bandeiras coloridas que aparecem no cenário da fórmula 1 que, em muitos casos, seu significado é desconhecido. Eles são usados pelos comissários de pista para transmitir mensagens aos pilotos.

Bandeira vermelha: Usado para anunciar a detenção de uma corrida quando ocorre um acidente, também é usado quando a pista não está em boas condições ou por causas ambientais.

Bandeira amarela: É um sinal para avisar algum perigo na pista, obriga os corredores a diminuir a velocidade e lhes proíbe ultrapassar.

Bandeira amarela com letras SC: As siglas SC significam “safety car” traduzem “automóvel de segurança”, quando se visualiza esta bandeira na pista se deve reduzir a velocidade e está proibido ultrapassar.

Bandeira verde: assinala que já não há perigo e se pode ultrapassar dentro do circuito.

Bandeira amarela com riscas vermelhas: Indica elementos ou obstáculos na pista que limitam a aderência dos veículos, por exemplo restos de óleo, ou partes de veículos na pista.

Bandeira azul: Utiliza-se em sinal de prevenção a um piloto que está a ser ultrapassado por um veículo que lhe leva uma volta de vantagem, para permitir a passagem. Em caso de desobediência, depois de lhe mostrarem três bandeiras azuis, o piloto é penalizado.

Bandeira preta com branco dividido em diagonal: Mostra-se em caso de uma manobra de alta perigosidade, é um indicador de sanções.

Bandeira negra: indica a exclusão total da carreira do piloto infrator, devido a uma manobra de alto risco ou devido à reincidência de qualquer ação anunciada anteriormente com a bandeira dividida.

Bandeira branca: esta bandeira é levantada quando há um carro que está indo a uma velocidade muito lenta na pista, seja por corridas ou por uma emergência.

Esperamos que com esta informação possa aprender um pouco mais e se possa defender um pouco quando se fale sobre o tema de Fórmula 1. Começa a desfrutar e viver a experiência com alegria e a emoção da Fórmula 1 esta temporada.

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Publi