Connect with us

F1BC Cup Pro 2008/1 @ Indianapolis

Indianápolis é sinónimo de velocidade, o que não significa nada se você não souber controlá-la. Assim os pilotos foram para o único circuito oval da temporada no F1BC Cup 3, dispostos a quase tudo para vencerem, sem deixar de lado a segurança de si próprios e de seus colegas.

No total, tivemos 16 dos 22 jogadores presentes, sendo que Sidney Dias foi o único a não marcar tempo, mas largou ao final da fila no Server B. A novidade foi a capacidade de oito jogadores em cada servidor, fazendo uma partilha 50/50 em Server A e B.

QUALIFYING – O esquema de Qualifying de Mônaco foi repetido, desta vez com dois servidores cheios, com oito pilotos em cada. Os pilotos foram separadamente para a pista, evitando assim jogos de vácuo para aumentar a velocidade, tornando um grid bastante claro para a divisão de servidores da corrida. Feipe Augusto continua à frente dos adversários, mas Rafael Carvalho surpreendeu e conquistou um lugar na primeira fila. As duas BMW Sauber e também as duas Spyker ficaram no Server A, e Rodrigo Wizard mais uma vez por pouco não vai parar no Server B.

Qualifying
1 Felipe Augusto (PE/Super Aguri), 37.621
2 Rafael Carvalho (RJ/BMW Sauber), 37.690
3 Carlos Junior (PA/McLaren), 37.724
4 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), 37.754
5 Cassius Naves (MG/BMW Sauber), 37.779
6 Fernando Passos (RJ/Spyker), 37.803
7 Michel Mendonça (ES/Spyker), 37.804
8 Rodrigo Wizard (SP/Honda), 37.883
9 Carlos Zoro (SC/Toyota), 37.929
10 Luis Morais (SP/Toro Rosso), 37.979
11 Gabriel Sarmento (ES/Williams), 38.056
12 Deco Ganecci (SP/Toyota), 38.434
13 Leonardo Schuskel (SP/Honda), 38.939
14 Eduardo Azeredo (RJ/Ferrari), 39.289
15 Djalma Bereta (SP/Toro Rosso), 40.364
16 Sidney Dias (SP/McLaren), sem tempo

Legenda
Server A
Server B

FEATURE RACE – Como é pouco usual uma largada parada em pleno oval, muitos pilotos ficaram mais lento na arrancada inicial por optarem por um setup com as primeiras marchas menos rápidas, o que fez com que muitos perdessem e outros ganhassem posições. No Server A, ninguém ficou para trás e um grupo único de oito pilotos se manteve bastante próximo, porém se distanciando com o tempo, com Felipe sendo seguido por Rafael. Na primeira janela de pit-stops, Wizard entrou depois e saiu antes de Carlos Junior, e já tinha ganho a posição, e provavelmente também ganharia a de Sergio Kolachinski, mas o paulista rodou na saída do pit e ficou atravessado na curva 2, sendo acertado em cheio por Kolachinski, em um dos acidentes mais violentos da história do F1BC. Os demais pilotos continuaram normalmente a prova, porém Fernando Passos perdeu muita velocidade e acabou terminando com três voltas atrás do vencedor Felipe Augusto, em mais uma grande apresentação. Rafael Carvalho manteve viva a esperança de título com um segundo lugar, e Carlos Junior se manteve no pódio, em terceiro. Michel Mendonça foi o quarto, mesmo com punições por realizar o pit-stop sobreposto em seu companheiro de equipe.

No Server B a largada foi tranqüila com as duas Toyotas pulando na ponta. Na reta oposta, Morais ultrapassou Deco Ganecci e a ordem dos três primeiros não se alterou até metade da prova. Beretta, Dias, Sarmento, Azeredo e Schuskel disputavam curva a curva as últimas posições. Não demorou muito pra que houvesse o primeiro acidente. Gabriel Sarmento errou na curva 4, rodou, atravessou a pista e bateu. Lá na frente, Zoro imprimia um ritmo fortíssimo e a cada passagem fazia a volta mais rápida. Na volta 12 foi a vez de Schuskel bater e abandonar. Um pouco depois Azeredo errou na saída dos boxes e também bateu. Fim de prova pro carioca da Ferrari que esperava pelo menos um pódio. Após a volta 30, que marcava a metade da prova, a situação começava a se alterar. Sidney Dias começava a andar muito mais rápido do que na primeira metade e a diferença pra Deco, que girava em torno de 10 segundos, caiu drasticamente para menos de 3! Com ele, Djalma Beretta também vinha forte. Há de se ressaltar que Ganecci perdia rendimento a cada volta. Era um indício de um problema que se confirmou na 36ª volta com a quebra do motor do paulista. Restando menos de vinte voltas pro fim Carlos Zoro que vinha tranqüilo na liderança, com uma volta de vantagem, errou na curva 1 e bateu. Perdeu as asas, roda e tentou se manter na corrida. Estava muito difícil controlar o carro e como havia uma parada a ser feita o melhor foi abandonar três voltas depois, evitando maiores complicações. Nesse fim de prova os erros foram constantes. Beretta rodou na entrada do pit e quase provoca um acidente mais sério. Morais, então, liderava com certa folga quando passou a perceber a presença incomoda de Sidney. Na volta 57 o pior aconteceu, Morais foi tocado por Sidney e bateu no muro, perdendo uma roda. Tentou, e conseguiu, levar o carro até o fim. Sidney venceu, Morais chegou em segundo e após alguns erros infantis, Beretta chegou com 6 voltas de atraso em 3º.

Feature Race, Final (60 voltas)
1 Felipe Augusto (PE/Super Aguri), 39:46.503 (média de 357.17 km/h)
2 Rafael Carvalho (RJ/BMW Sauber), +15.670
3 Carlos Junior (PA/McLaren), +38.426
4 Cassius Naves (MG/BMW Sauber), +1 lap
5 Michel Mendonça (ES/Spyker), +38.378 [+20s penalty]
6 Sidney Dias (SP/McLaren), 42:54.569 [+1:10 penalty]
7 Luis Morais (SP/Toro Rosso), +2 laps
8 Djalma Bereta (SP/Toro Rosso), +3 laps
9 Fernando Passos (RJ/Spyker), +3 laps
10 Carlos Zoro (SC/Toyota), DNF/Accident (47)
11 Deco Ganecci (SP/Toyota), DNF/Engine (36)
12 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), DNF/Accident (16)
13 Rodrigo Wizard (SP/Honda), DNF/Accident (16)
14 Eduardo Azeredo (RJ/Ferrari), DNF/Accident (15)
15 Gabriel Sarmento (ES/Williams), DNF (13)
16 Leonardo Schuskel (SP/Honda), DNF/Connection (12)
Fastest Lap: Felipe Augusto (PE/Super Aguri), 37.567

SPRINT RACE – No Server A, o início da corrida foi cheio de divididas, com Michel e Felipe sofrendo de LAG e por algumas vezes ultrapassando “por cima” de outros adversários, enquanto Na volta número quatro Rodrigo Wizard foi ultrapassado por Rafael Carvalho, não segurou seu carro e acabou tocando o carioca, que deu uma lambida no muro, e teve seu gran finale quando Michel Mendonça tentou passá-lo “por cima”, arrancando a roda de seu BMW Sauber. A imprudência do atual campeão custou caro e a punição veio logo mais, com uma pane seca que o deixou pelo caminho do pit-stop. Lá na frente, Carlos Junior abria boa vantagem após a ótima largada, e Felipe Augusto brigava constantemente com Cassius Naves pela segunda posição, o pernambucano levando a melhor sobre o mineiro. Sergio Kolachinski desta vez terminou a prova com um ótimo quarto lugar, e Fernando Passos herdou a posição de seu companheiro de equipe após as punições e foi o quinto.

Com apenas dois pilotos invertendo de posição (Beretta na pole e Sidney em 3º) a corrida mais curta do F1BC3 também não fugiu a regra e teve lá seus incidentes. Com uma boa largada, Morais e Ganecci pularam nas primeiras posições. Na volta 3 Morais conseguiu administrar uma boa vantagem para o paulista da Toyota que passava a ver no retrovisor seu companheiro de equipe, Zoro. Na volta 6, Zoro passou Ganecci, que logo em seguida retrucou. Os dois pareciam que iam fazer um jogo de vácuo para chegar em Morais, mas acabaram falhando, quando na volta seguinte um leve toque jogou Zoro pra fora da corrida. Na volta 11, Ganecci, que ainda era segundo, se envolveu num acidente espetacular com Beretta. Acontece que o piloto da Toro Rosso errou no box e simplesmente ficou atravessado no meio da reta (!!). Ganecci que vinha a mais de 350 km/h não pode desviar e acabou colidindo. Fim de prova pra ele. Sem muita pressão e com muita calma, Morais faturou a corrida com mais de 30 segundos de vantagem para Eduardo Azeredo.

Sprint Race, Final (20 voltas)
1 Carlos Junior (PA/McLaren), 13:17.149 (média de 356.43 km/h)
2 Felipe Augusto (PE/Super Aguri), +4.660
3 Cassius Naves (MG/BMW Sauber), +7.418
4 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), +9.475
5 Fernando Passos (RJ/Spyker), +28.565
6 Luis Morais (SP/Toro Rosso), 13:47.249
7 Eduardo Azeredo (RJ/Ferrari), +38.392
8 Sidney Dias (SP/McLaren), +30.684 [+10s penalty]
9 Michel Mendonça (ES/Spyker), +25.753 [+30s penalty]
10 Rodrigo Wizard (SP/Honda), DNF/Fuel (11)
11 Djalma Bereta (SP/Toro Rosso), DNF/Accident (11)
12 Deco Ganecci (SP/Toyota), DNF/Accident (11)
13 Carlos Zoro (SC/Toyota), DNF/Accident (8)
14 Rafael Carvalho (RJ/BMW Sauber), DNF/Accident (4)
15 Leonardo Schuskel (SP/Honda), DNS
16 Gabriel Sarmento (ES/Williams), DNS
Fastest Lap: Cassius Naves (MG/BMW Sauber), 37.227

Punições e alertas para próxima etapa
* Dias fez caminho incorreto de entrada/saída dos pits e está sob observação,
* Wizard tocou em Carvalho e o fez rodar, e está sob observação,
* Mendonça ticou em Carvalho e arrancou sua roda, e está sob observação,
* Mendonça ultrapassou Carvalho e Wizard “por cima” e está sob observação,
* Mendonça fez pit-stop por cima de Passos e está sob observação

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas