Connect with us

F1BC Cup Pro 2008/1 @ Hungaroring

O principal campeonato do F1 Brasil Challenge fica cada vez mais acirrado, com 14 etapas completadas. Em Hungaroring, sete pilotos puderam participar das corridas, sendo que vários outros justificaram a ausência, como por exemplo Luis Morais, Gabriel Sarmento, Felipe Augusto, Eduardo Azeredo e Fernando Passos.

QUALIFYING – Carlos Junior confirmou o favoritismo até no Home Race de seu adversário Rodrigo Wizard, e manteve a pole-position. Porém a diferença para o companheiro de primeira fila foi pouca, com Leonardo Schuskel demonstrando uma grande reação no campeonato, marcando o segundo tempo. Cassius Naves e Rodrigo Wizard dividiram a segunda fila, com Carlos Zoro e Gabriel Zanchetta em seguida, e Djalma Bereta fechando o grid, com um tempo muito acima do esperado na categoria.

Qualifying
1 Carlos Junior (PA/McLaren), 1:15.865
2 Leonardo Schuskel (SP/Honda), 1:16.025
3 Cassius Naves (MG/BMW Sauber), 1:16.509
4 Rodrigo Wizard (SP/Honda), 1:16.872
5 Carlos Zoro (SC/Toyota), 1:16.911
6 Gabriel Zanchetta (SP/Super Aguri), 1:17.504
7 Djalma Bereta (SP/Toro Rosso), 1:23.252

FEATURE RACE – Bonita largada com Junior mantendo a liderança, após as tentativas de Schuskel nas primeiras curvas. Entre os demais, Naves contornou bem a primeira curva, e logo depois teve que se defender de Wizard e Zanchetta, com o atual campeão levando a melhor entre os três. Na primeira passagem pela chicane, porém, Schuskel tentou ultrapassar seu companheiro de equipe, mas Naves, embalado, acabou tocando a Honda do adversário, que rodou e caiu para último.

A sequência da corrida teve então Junior um pouco mais tranquilo na liderança, já que Wizard recebia a pressão de Naves, enquanto Zoro e Zanchetta travavam uma boa briga mais atrás, e Schuskel fazia uma corrida de recuperação, ultrapassando Bereta logo na volta seguinte. Quando Schuskel chegou no pelotão da frente, Zoro abandonou com uma bela explosão de seu motor Toyota.

A ordem foi embaralhada quando Schuskel superou Naves e Wizard, para subir então à segunda colocação. Nas paradas de boxes, mais uma mudança, com Wizard se complicando no pit-stop e perdendo a posição para Naves. A ordem então era: Junior, Schuskel, Naves, Wizard, Zanchetta e Bereta. Nas últimas voltas, outros dois acontecimentos surpreenderam. Primeiro, o carro de Rodrigo começou a soltar fumaça da traseira, indicando que uma quebra estava próxima, enquanto Cassius diminuía seu ritmo, provavelmente para economizar combustível.

Junior então levou sua primeira vitória em Feature Races na temporada, e Leonardo Schuskel completou sua ótima corrida de recuperação em segundo. Ainda na última volta, Rodrigo Wizard mesmo com o motor fumando ultrapassou Naves e, na linha de chegada, o piloto da Honda viu seu motor explodir de vez, conseguindo cruzar a linha de chegada só na banguela! Naves, que vinha logo atrás, não podia fazer muita coisa, pois sua BMW Sauber já vinha no embalo com uma pane seca! Ambos mantiveram terceira e quarta colocaçções, respectivamente, já que Zanchetta vinha bem atrás, e Bereta com duas voltas de atraso.

Feature Race – Final, 21 voltas
1 Carlos Junior (PA/McLaren), 27:49.199 (média de 194.26 km/h)
2 Leonardo Schuskel (SP/Honda), +18.944
3 Rodrigo Wizard (SP/Honda), +40.635
4 Cassius Naves (MG/BMW Sauber), +1:02.868 [+10s penalty]
5 Gabriel Zanchetta (SP/Super Aguri), +1:22.479
6 Djalma Bereta (SP/Toro Rosso), +2 laps
– Carlos Zoro (SC/Toyota), DNF/Engine (3)
Fastest lap: Carlos Junior (PA/McLaren), 1:16.746

Explicação de punições
C.Naves: +10s (toque em L.Schuskel, sem danos maiores)

SPRINT RACE – Mais emoções nesta corrida curta e com grid invertido, que complicou a passagem pela primeira curva. Gabriel Zanchetta foi com tudo para a curva e espalhou, enquanto Djalma Bereta fazia o traçado normal. Cassius Naves espremia Rodrigo Wizard por dentro, e Carlos Junior preferiu continuar atrás com calma. Leonardo Schuskel manteve-se por fora e conseguiu achar um bom espaço em seguida, e Carlos Zoro manteve-se atrás, mas em seguida já tinha a preferência sobre Bereta.

Na curva seguinte, a ordem era: Cassius, Leonardo e Rodrigo lado-a-lado, Gabriel, Djalma, Carlos Zoro e Carlos Junior. As próximas duas curvas tiveram o momento alto e baixo de Zoro na prova: primeiro, o catarinense ultrapassou dois adversários e, depois, foi acertado na traseira por Bereta, abandonando a prova. Entre a dupla da Honda, Schuskel levou a melhor e passou a perseguir Naves, enquanto Wizard ficou mais para ser perseguido por Junior, que já era o quarto.

As voltas seguintes tiveram estas duas perseguições como grande atenção, além da briga entre Zanchetta e Bereta, com o paulista da Super Aguri superando o conterrâneo da Toro Rosso. Ao final, algo que ninguém acreditava que pudesse acontecer: Cassius Naves e Leonardo Schuskel dividiram e reta de chegada, separados por apenas 1 centésimo de segundo (10 milésimos), a chegada mais próxima da história do F1 Brasil Challenge!

Sprint Race – Final, 6 voltas
1 Cassius Naves (MG/BMW Sauber), 7:52.960 (média de 195.89 km/h)
2 Leonardo Schuskel (SP/Honda), +0.010
3 Rodrigo Wizard (SP/Honda), +2.078
4 Carlos Junior (PA/McLaren), +2.442
5 Gabriel Zanchetta (SP/Super Aguri), +36.934
6 Djalma Bereta (SP/Toro Rosso), +39.623 [+30s penalty]
– Carlos Zoro (SC/Toyota), DNF/Accident (1)
Fastest lap: Cassius Naves (MG/BMW Sauber), 1:17.187

Explicação de punições
D.Bereta: +10s (toque em C.Zoro, causando danos)

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas