F1BC Indy Series: Raphael Eckert vence no Texas e Victor del Porto é o campeão

F1BC Indy Series 2022/3 @ Texas

A grande final do F1BC Indy Series teve no oval do Texas o palco perfeito nesta quarta-feira (31), onde Rodrigo Franzoni teve um acidente com Eric Troyano, Raphael Eckert venceu o duelo lado a lado com Rafael David, e Victor del Porto foi o campeão, enquanto Marcio Baroni comemorou o título na PRO-AM, e a Beneporto Pro Racing levantou a taça entre as escuderias.

A corrida teve somente uma bandeira amarela, justamente no acidente que tirou Franzoni da batalha pelo título, que vinha parelha com Del Porto até então. Rafael David quase venceu com uma estratégia magnífica, mas faltou combustível no final. O pódio ficou todo diferente, com Eckert, Beto Soussa e Thiago Benedetti.

O F1BC e-Sports parabeniza Victor del Porto pelo título e Rodrigo Franzoni pelo vice-campeonato na PRO, Marcio Baroni pelo título e Alvaro Wanderley pelo vice na PRO-AM, e a Beneporto Pro Racing pelo título entre as equipes, todos estes faturando premiações exclusivas do F1BC.

A última tomada de tempos do campeonato foi novamente área para Rodrigo Franzoni marcar a pole position, seguido pela esquadra da Beneporto com Troyano, Del Porto, Benedetti, e depois apareceram Eckert, Baroni, Macedo, David, Soussa e Flauzino no ‘Top 10’. Confira a ordem completa de largada a seguir.

Classificação
1 Rodrigo Franzoni (BK Racing), 24.054
2 Eric Troyano (Beneporto Pro Racing), 24.083
3 Victor del Porto (Beneporto Pro Racing), 24.104
4 Thiago Benedetti (Beneporto Pro Racing), 24.104
5 Raphael Eckert (Leaner Energy), 24.120
6 Marcio Baroni (EG Racing), 24.121
7 Eric Macedo (Beneporto Pro Racing), 24.136
8 Rafael David (Pro Drivers), 24.144
9 Beto Soussa (BK Racing), 24.156
10 Elisson Flauzino (EG Racing), 24.177
11 Silvio Sanchez (SUB Racing YouRaceBR), 24.188
12 Guilherme Baldin (A Fabrica Racing), 24.211
13 Alvaro Wanderley (SUB Racing YouRaceBR), 24.254
14 Emerson Cabral (A Fabrica Racing), 24.348

A corrida teve um fortíssimo início com Del Porto marcando de perto Franzoni – Victor poderia chegar em segundo caso Rodrigo vencesse, e ainda assim seria campeão com um tento de vantagem. O restante da fila era indiana, sem maiores riscos por parte dos pilotos.

Alguns saíram mais cedo da disputa, como Emerson Cabral, Elisson Flauzino, e mesmo Silvio Sanchez, em incidentes isolados que não chamaram a entrada do Pace Car. Com isso os pilotos iniciavam seus pit stops na volta 40, sinalizando estratégia de duas paradas.

Mas outros ficavam na pista, especialmente Rafael David, Marcio Baroni, e Beto Soussa. Estes demonstravam que iriam para uma única parada, e essa estratégia parecia dar certo para eles, com vantagem para David.

Na segunda janela de paradas, quando Del Porto já estava saindo dos boxes, o duelo entre Troyano e Franzoni esquentou na reta oposta. Lado a lado e com Del Porto ainda ganhando velocidade a frente, ninguém quis aliviar, e Eric por dentro tentou desviar do parceiro de Beneporto, mas com isso tocou o rival da BK e o acidente ocorreu. Fim de prova para ambos.

Del Porto precisava chegar em nono, caso David vencesse, então passou a adotar uma postura bastante defensiva. E Rafael David estava com tudo, sobrando sem pit stop na liderança, e defendendo por dentro os ataques de Eckert. Seria um duelo para o ‘photo-finish’, não fosse o piloto da Pro Drivers ficar sem combustível na penúltima volta.

Vitória de Raphael Eckert, que chegou forte na segunda metade da temporada e encerrou com chave de ouro sua participação. Beto Soussa teve um merecido pódio que não havia pintado ao longo do campeonato, e Thiago Benedetti fechou em terceiro, superando problemas em seu equipamento e de saúde.

Victor del Porto, campeão PRO/geral, foi o quarto, e Marcio Baroni em quinto foi o campeão da PRO-AM. Rafael David ainda ficou em sexto, a frente de Eric Macedo, Guilherme Baldin e Alvaro Wanderley, que receberam a quadriculada ao final.

Final, 115 voltas
1 Raphael Eckert (Leaner Energy), 115 Laps
2 Beto Soussa (BK Racing), -00.657
3 Thiago Benedetti (Beneporto Pro Racing), -01.455
4 Victor del Porto (Beneporto Pro Racing), -01.550
5 Marcio Baroni (EG Racing), -04.191
6 Rafael David (Pro Drivers), -08.475
7 Eric Macedo (Beneporto Pro Racing), +1 laps
8 Guilherme Baldin (A Fabrica Racing), +1 laps
9 Alvaro Wanderley (SUB Racing YouRaceBR), +1 laps
10 Rodrigo Franzoni (BK Racing), +27 laps
11 Eric Troyano (Beneporto Pro Racing), +27 laps [Ab]
12 Elisson Flauzino (EG Racing), +36 laps
13 Silvio Sanchez (SUB Racing YouRaceBR), +46 laps
14 Emerson Cabral (A Fabrica Racing), +95 laps
Volta mais rápida: Rodrigo Franzoni, 0:23.848

“Foi um belo desfecho de um ciclo de muita construção e evolução da Indy Series, que agora partirá para uma nova fase com ainda mais atrativos”, afirmou Rodrigo “Wizard” Steigmann, Diretor Geral do F1BC e-Sports.

O F1BC Indy Series retorna para sua temporada 2022/4 no dia 28 de setembro às 21h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no canal F1BC. Todas as informações sobre o F1BC e-Sports você confere em www.f1bc.com.

O F1BC e-Sports realiza campeonatos oficiais de BMW, MINI, Heineken, tem patrocínio de Realdrive, Investtop XP, CriaPubli, M7Help, e tem parcerias oficiais com Amika, Elleven TV, F1 Mania, Aliança Contra Incêndio, e F1 Brasil.

Race Control
Rodrigo Franzoni, Alerta – Chat com assunto de desinteresse aos demais pilotos (5.6.1) [+1 PP] [88]
Eric Troyano, Abandono – Incidente com danos terminais (5.5.6) [+5 PP] [88]

Pontos de Punição
Rodrigo Franzoni +1
Eric Troyano +5