Connect with us

F1BC Cup Junior 2008/1 @ Shanghai

Esta foi uma etapa em que provavelmente ninguém saiu satisfeito. Também pudera, já que quase todos tocaram e quase todos foram tocados por adversários, o que resultou em uma alta quantidade de punições nas duas provas disputadas em Shanghai, na China.

Nada menos do que 10 pilotos estavam presentes nesta etapa, e o servidor único foi usado, somando-se o host (Cadu) e o comissário (Wizard), totalizando 12 presentes. O alto número causou um certo LAG no início da prova, e portanto já está sendo estudada uma mudança nos números de divisão de server.

QUALIFYING – Momento mais tranquilo da etapa, os 15 minutos da sessão classificatória determinaram a pole-position de Diogo Tenan, que parece estar disposto a entrar na briga pelo título. Lucas Chaves dividiu a primeira fila com o segundo lugar, deixando Eduardo Marques e Luth Cysne em terceiro e quarto, respectivamente.

Qualifying
1 Diogo Tenan (RJ/Toyota), 1:31.087
2 Lucas Chaves (DF/Red Bull), 1:31.277
3 Eduardo Marques (MG/Ferrari), 1:31.672
4 Luth Cysne (SC/Renault), 1:31.702
5 Matheus Romanowski (RS/Spyker), 1:31.715
6 Gus Scherer (AM/Toro Rosso), 1:31.923
7 Marcelo Vidal (SP/Williams), 1:32.277
8 Thiago Wendt (MG/Spyker), 1:32.736
9 Raphael Brito (SP/Red Bull), 1:32.961
10 Diogo Leal (GO/Renault), 1:34.102

FEATURE RACE – Como era previsto, a largada custou um pouco a sair, após três tentativas. Infelizmente na partida válida, Scherer saiu do server após levar batida de Leal logo na primeira curva. Wendt também se deu mal na largada e perdeu várias posições, e ainda na primeira volta levou também um toque de Leal por trás, rodando e perdendo muito tempo.

Não se pode negar que esta foi uma corrida cheia de disputas emocionantes. Enquanto Chaves e Tenan se livraram dos demais, um segundo pelotão com Romanowski, Marques e Cysne se formava, com intensa briga por posições, enquanto um terceiro bloco era composto por Vidal, Britoe Wendt, todos também muito próximos. Ainda nas primeiras voltas, Brito tocou em Romanowski, Vidal em Marques, e Romanowski também em Marques.

Na briga entre Cysne, Vidal e Brito, mais toques ocorrem: Raphael toca em Luth e logo em seguida em Marcelo, mas aguarda ambos. Não funcionou muito com Vidal, que logo que repassou Brito, levou outro toque, agora sem espera. Mesmo assim, Vidal ultrapassou seu adversário algumas voltas depois, e então a ordem ficou: Chaves, Tenan, Romanowski, Cysne, Marques, Wendt, Vidal, Brito, que escorregava muito na sequência do Esse longo, e Leal, que sofria com um desempenho muito baixo.

Diogo Tenan foi o primeiro a parar, ainda na volta 6, indicando portanto que faria duas paradas. A prova voltou a ficar embolada quando os demais foram para os boxes: Romanowski passou reto no cotovelo de entrada e perdeu ali as posições para Cysne e Marques, enquanto Vidal deu uma escapada e quase levou uma batida de Wendt na entrada. Após a confusão, Chaves manteve sua folgada liderança, porém com Cysne em segundo, seguido de Marques e Romanowski.

No estágio final, Romanowski ainda travou uma dura briga por posições com Marques, sendo que o piloto da Ferrari forçou uma ultrapassagem, mas pouco depois levou um toque da Spyker. Quando Marques retornou ao traçado, foi a vez de Vidal deixar sua marca e tocar o rival. Porém Edu não ficou na posição de saco de pancadas apenas, e bateu forte na traseira da Spyker de Wendt, que perdeu a asa traseira. Diogo Tenan rodou e bateu sozinho e abandonou.

O decorrer das voltas teve o passeio de Lucas Chaves, que venceu com propriedade em Shanghai, enquanto Luth Cysne chegou em segundo, fugindo ao máximo da confusão. Matheus Romanowski faturou um belo terceiro lugar, seu primeiro pódio.

Feature Race – Final, 17 voltas
1 Lucas Chaves (DF/Red Bull), 27:07.672 (média de 196.56 km/h)
2 Luth Cysne (SC/Renault), +19.952
3 Matheus Romanowski (RS/Spyker), +26.201 [+25s penalty]
4 Marcelo Vidal (SP/Williams), +31.324 [+30s penalty]
5 Eduardo Marques (MG/Ferrari), +49.239 [+30s penalty]
6 Raphael Brito (SP/Red Bull), +1:26.401 [+20s penalty]
7 Diogo Leal (GO/Renault), +1 lap [+40s penalty]
8 Thiago Wendt (MG/Spyker), DNF/Suspension (15) [+5s penalty]
9 Diogo Tenan (RJ/Toyota), DNF/Suspension (7)
10 Gus Scherer (AM/Toro Rosso), DNF/Accident (0)
Fastest lap: Marcelo Vidal (SP/Williams), 1:31.980

Explicação de punições
D.Leal: +30s (batida em G.Scherer, causando danos)
D.Leal: +10s (toque em T.Wendt, sem danos maiores)
R.Brito: +10s (toque em M.Romanowski, sem danos maiores)
R.Brito: +10s (toque em M.Vidal, sem danos maiores)
M.Vidal: +20s (2x toque em E.Marques, sem danos maiores)
M.Vidal: +10s (toque em T.Wendt, sem danos maiores)
M.Romanowski: +20s (2x toque em E.Marques, sem danos maiores)
M.Romanowski: +5s (não respeitou a linha branca na saída dos pits)
E.Marques: +30s (batida em T.Wendt, causando danos)
T.Wendt: +5s (não respeitou a linha branca na saída dos pits)

SPRINT RACE – Menos voltas e, portanto, menos toques. Só que desta vez os contatos entre os oponentes foram decisivos para o resultado final. Raphael Brito largou bem da primeira fila e assumiu a liderança, porém ao final da primeira parcial levou um toque de Luth Cysne, caindo várias posições. Leal também ocasionou um toque, em Romanowski.

Luth então se manteve na ponta até cometer um erro que antecede a chicane da reta oposta. Quando ele se recompôs, Diogo Tenan o acertou de leve na traseira, mas o suficiente para fazê-lo rodar. Eduardo Marques tentou evitar o acidente, mas tocou em Luth e saiu por um momento da pista. A consufão não parou por aí. Já no hairpin da reta oposta, Lucas Chaves tocou em Thiago Wendt, tentou aguardá-lo mas tanto Marques quanto Cysne passaram.

Diogo Tenan então cruzou em primeiro, porém, com as devidas punições aplicadas, a vitória ficou mesmo com Eduardo Marques, deixando Tenan em segundo, Romanowski mais uma vez em terceiro, e Wendt em quarto. Luth Cysne e Lucas Chaves perderam terreno com suas punições e ficaram em quinto e sexto, respectivamente.

Sprint Race – Final, 5 voltas
1 Eduardo Marques (MG/Ferrari), 7:56.950 (média de 197.29 km/h)
2 Diogo Tenan (RJ/Toyota), 7:50.550 [+10s penalty]
3 Matheus Romanowski (RS/Spyker), +12.007
4 Thiago Wendt (MG/Spyker), +12.863
5 Luth Cysne (SC/Renault), +5.264 [+10s penalty]
6 Lucas Chaves (DF/Red Bull), +7.090 [+10s penalty]
7 Raphael Brito (SP/Red Bull), +17.467
8 Marcelo Vidal (SP/Williams), +27.046
9 Diogo Leal (GO/Renault), +31.969 [+10s penalty]
10 Gus Scherer (AM/Toro Rosso), DNS
Fastest lap: Luth Cysne (SC/Renault), 1:31.795

Explicação de punições
D.Tenan: +10s (toque em L.Cysne, sem danos maiores)
D.Leal: +10s (toque em M.Romanowski, sem danos maiores)
L.Cysne: +10s (toque em R.Brito, sem danos maiores)
L.Chaves: +10s (toque em T.Wendt, sem danos maiores)

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas