Connect with us

Corridas

F1BC Sportscar Light 2016/1 @ Laguna Seca

F1BC Sportscar Light 2016/1 @ Laguna Seca

A quarta etapa da Sportscar Light no F1 Brasil Clube trouxe surpresas, aproximação entre os pilotos na pontuação pela briga rumo ao título, e um novo vencedor nesta primeira temporada de 2016. Tudo nesta segunda-feira (14), no circuito de Laguna Seca. Enquanto Thiago Borlenghi levou a Hattrick Racing de volta ao topo do pódio na primeira prova, Maicom Godoy aproveitou em ambas as situações para chegar a frente do líder Guilherme Pereira, especialmente na segunda bateria de 25 minutos, com o triunfo e os 50 pontos.

Com os novos Mazda MX5 2016, agora acompanhados de acerto fixo e pistas do pacote básico do iRacing, providas pelo clima padrão da série no iRacing.com, os pilotos passaram a vislumbrar maiores chances de equilíbrio com os competidores que tinham um acerto fino mais bem desenvolvido com o modelo antigo. E esta esperança de competitividade se confirmou com a pole position de Thiago Borlenghi na primeira bateria, a frente do esquadrão da Mondial composto por Maicom Godoy, Guilherme Pereira, Thiago Slake, Renan Henrique, Leandro Moreira e Carlos Scalassara.

A primeira prova teve excelente largada, com Borlenghi pulando na ponta mas enfrentando problemas de conexão ou equipamento que faziam seu carro piscar. O volante da Hattrick ficou atrapalhado com isso e caiu para a terceira posição, apenas para depois imprimir forte ritmo e se aproveitar de outros pequenos erros de seus adversários, até retomar a ponta e levar a bandeira quadriculada na frente.

Esta corrida em especial foi bastante equilibrada com uma diferença mínima entre Borlenghi e Godoy, segundo colocado, que descontou pontos importante ssobre Pereira, terceiro, na classificação do campeonato. Apenas um abandono, de Boff, e a estreia do MX5 2016 ficou marcada pelo sucesso dos pilotos de modo geral.

Classificação
1 Thiago Borlenghi (Hattrick Racing), 1:41.249
2 Maicom Godoy (Mondial Racing), 1:41.827
3 Guilherme Pereira (Mondial Racing), 1:42.597
4 Thiago Slake (Mondial Racing 2), 1:43.000
5 Renan Henrique (Mondial Racing), 1:43.534
6 Moises Luis Boff (KAMF Racing), 1:44.609
7 Leandro Moreira (Mondial Racing 2), 1:46.716
8 Carlos Scalassara (Mondial Racing 2), Sem tempo
9 Rodrigo Chaves (KAMF Racing), Sem tempo
10 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), Sem tempo

Final, 25 minutos
1 Thiago Borlenghi (Hattrick Racing), 15 voltas
2 Maicom Godoy (Mondial Racing), +1.958
3 Guilherme Pereira (Mondial Racing), +7.441
4 Thiago Slake (Mondial Racing 2), +7.902
5 Carlos Scalassara (Mondial Racing 2), +30.319
6 Rodrigo Chaves (KAMF Racing), +31.538
7 Renan Henrique (Mondial Racing), +1:00.078
8 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), +1:23.184
9 Leandro Moreira (Mondial Racing 2), +2 voltas
10 Moises Luis Boff (KAMF Racing), +10 voltas
Volta mais rápida: Thiago Borlenghi, 1:41.412
Hattrick para Thiago Borlenghi

A segunda prova foi bastante diferente. Enquanto Borlenghi não conseguiu alinhar no servidor para a classificação nem para a corrida, os pilotos da Mondial agora tinham nos representantes da KAMF uma forte concorrência – eles haviam deixado de participar do Qualifying anterior e na primeira bateria largaram dos boxes e ficaram distantes do grupo, se recuperando aos poucos. Maicom Godoy, Rodrigo Chaves, Guilherme Pereira foram os três primeiros.

A corrida teve novamente boa largada, mas desta vez as disputas foram mais intensas. Em um dos momentos Renan Henrique passava Moises Boff, e logo atrás Thiago Slake mergulhava em busca de pegar carona no espaço, e os pilotos da Mondial se tocavam abrindo caminho novamente ao representante da KAMF. Num outro momento, foi a vez de Renan perder o controle de seu bólido e rodar na frente de Slake, capotando com uma batida em “T”.

Quem passou ileso a tudo isso, sem nem enxergar pelo retrovisor, eram Maicom Godoy e Guilherme Pereira. O duelo era por pequena margem de diferença por volta, e enquanto Godoy iniciou mais veloz, sentiu mais o desgaste de pneus no final e permitiu a aproximação do parceiro líder da tabela. Mas administrar a vantagem foi suficiente até a quadriculada. A pontuação completa de pilotos e equipes está no website oficial www.f1bc.com.

A próxima etapa da Sportscar Light será realizada no circuito de Okayama, no dia 28 de março, às 20h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias.

O F1BC tem parcerias oficiais com Câmara de Comércio e Indústria do Brasil, Soap Car, Aliança Consultoria, F1Mania, NRT Servers, SimRacingTools, SimSync, e F1-Brasil.

Classificação
1 Maicom Godoy (Mondial Racing), 1:41.653
2 Rodrigo Chaves (KAMF Racing), 1:41.848
3 Guilherme Pereira (Mondial Racing), 1:42.316
4 Renan Henrique (Mondial Racing), 1:43.484
5 Carlos Scalassara (Mondial Racing 2), Sem tempo
6 Thiago Slake (Mondial Racing 2), Sem tempo
7 Moises Luis Boff (KAMF Racing), Sem tempo
8 Leandro Moreira (Mondial Racing 2), Sem tempo
9 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), Sem tempo

Final, 25 minutos
1 Maicom Godoy (Mondial Racing), 15 voltas
2 Guilherme Pereira (Mondial Racing), +5.821
3 Carlos Scalassara (Mondial Racing 2), +11.624
4 Moises Luis Boff (KAMF Racing), +1:06.293
5 Leandro Moreira (Mondial Racing 2), +2 voltas
6 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), +10 voltas
7 Renan Henrique (Mondial Racing), +11 voltas
8 Thiago Slake (Mondial Racing 2), +12 voltas
9 Rodrigo Chaves (KAMF Racing), +14 voltas
Volta mais rápida: Guilherme Pereira, 1:41.385

Vídeo da etapa

More in Corridas