Connect with us

F1BC Cup Pro 2007/1 @ Montreal

O que dizer de um participante que teve sua presença confirmada por seus patrocinadores horas antes da corrida, que se diz satisfeito em participar da disputa do 6o lugar mas acaba faturando a vitória no GP do Canadá? Difícil acreditar, mas essa foi a história do piloto da Scuderia Ferrari II, Sergio Kolachinski. Classificando-se em 5o lugar (último posto para disputar o Server A), o paranaense adotou a estratégia do conservadorismo e viu seus oponentes cairem um a um. Melhor, viu o guard rail derrubar seus oponentes.

Primeiramente, vamos a classificação. Realizada em duas sessões de 10 minutos (método que não será mais adotado), os participantes disputaram esta etapa com o tempo nublado, já que a frente fria que era prometida para o circuito não ganhou força.

A surpresa então ficou para a pole position de Leonardo Felix, também piloto da Scuderia Ferrari II, quebrando uma série de 7 pole positions seguidas de Rodrigo Wizard, piloto da Scuderia Ferrari I. Porém tanto sua volta quanto a de Wizard não foram computadas pelo sistema, e a posição de honra ficou com Francisco Aguiar.

Qualificação
1 Francisco Aguiar (RJ/Williams), 1:14.559
2 Rodrigo Wizard (SP/Ferrari), 1:14.683
3 Leonardo Felix (PR/Ferrari), 1:14.764
4 Yuri Apolonio (SC/Williams), 1:15.056
5 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), 1:15.199
6 Victor Cardoso (RJ/Jaguar), 1:15.689
7 Sergio Lopes (SP/Arrows), 1:16.514
8 Eduardo Azeredo (RJ/Jordan), 1:17.565
9 Deco Ganecci (SP/Williams), no time

Server 1 – Fim do azar: Kolachinski vence primeira

Em uma corrida onde o guard rail foi o vilão, Sergio Kolachinski soube adminstrar uma corrida que teve 3 líderes diferentes para assegurar a sua primeira vitória após os abandonos no Brasil e Espanha. Apesar da largada ter sido limpa, logo no primeiro ‘S’ a corrida já estava sendo decidida: após rodar sozinho, Rodrigo Wizard foi atingido em cheio por Yuri, danificando os seus monopostos.

Visivelmente com pouco combustível, Aguiar aproveitando-se da situação e de suas estratégias revolucionárias, tratou de abrir vantagem sobre Felix, acompanhado não tão perto por Kolachinski. Até que o incrível aconteceu: detentor da melhor volta, Aguiar bate sozinho no guard rail perdendo a asa traseira, no mesmo ponto onde Wizard rodou na primeira volta.

Momentos depois, Félix também perde as asas dianteira e traseira no mesmo ponto, danificando seriamente seu carro e entregando a liderança para Kolachinski, de onde não saiu mais. Primeira vitória para um dos competidores mais esforçados do campeonato, Aguiar completou em segundo, seguido por Yuri e Wizard (que ainda se estranharam novamente no fim da corrida, em uma disputa ferrenha) e por Félix, fechando os cinco primeiros.

Server 2 – Em corrida de 6 voltas, Lopes domina

Novamente o Servidor 2 teve problemas. Em uma corrida de 6 voltas, aonde os organizadores da etapa acharam por motivos de segurança encerrar a corrida devido aos graves acidentes no primeiro ‘S’. Sergio Lopes, com a verdadeira “Laranja Mecânica”, conquistou o 6o lugar. Também com uma largada sem incidentes, os problemas viriam no segundo ‘S’: Cardoso, em manobra duvidosa, fechou a porta para a ultrapassagem certa de Lopes, onde a Bagaça do paulista literalmente decolou na Ilha de Notre Dame.

Caindo para o 9o lugar, Lopes foi conquistando suas posições uma a uma: ultrapassagem sobre Ganecci, após erro do piloto da Williams; sobre Eduardo, após uma briga alucinante e; sobre Cardoso após erro do carioca no primeiro ‘S’. Devido ao acidente do piloto da Jaguar, foi constatado fragilidade do guard rail naquele ponto do circuito e os organizadores da etapa acharam necessário a interrupção da etapa (o Jornal Bild noticiou que alguns espectadores e fiscais sairam feridos após tantos acidentes no local). Sexto lugar para Lopes, seguido por Azevedo, Cardoso e Ganecci.

Final, 22 voltas
1 Sergio Kolachinski (PR/Ferrari), 28:55.059
2 Francisco Aguiar (RJ/Williams), + 25.979
3 Yuri Apolonio (SC/Williams), + 1:07.014
4 Rodrigo Wizard (SP/Ferrari), + 1:15.293
5 Leonardo Felix (PR/Ferrari), + 1:25.914
6 Sergio Lopes (SP/Arrows), SB
7 Eduardo Azeredo (RJ/Jordan), DNF
8 Victor Cardoso (RJ/Jaguar), DNF
9 Deco Ganecci (SP/Williams), DNF
Volta mais rápida: Francisco Aguiar

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Sem categoria