Connect with us

Corridas

F1BC Nascar Pro 2016/1 @ Phoenix

F1BC Nascar Pro 2016/1 @ Phoenix

A Nascar Pro entrou em pista nesta terça-feira (2) para superar seus fantasmas da acidentada e quente prova anterior, e conseguiu graças ao engajamento dos pilotos em muita concentração e fairplay ao longo das 140 voltas em Phoenix. Apenas três bandeiras amarelas fizeram com que o desgaste de pneus contasse bastante, e ao final Bruno Barbugli superou Rafael Matta na dobradinha da Falcon Motortsports. Lucas Abreu subiu ao pódio pela Alliance Sky Racing.

Na classificação, Rafael Matta foi o mais rápido – e durante a corrida comprovou sua performance com o giro mais veloz do percurso. Bruno Barbugli, JC Nóbrega, Arthur de Castro e Evandro Dantas formaram o Top 5. A sequência contou com Vinicius Lopes, Carlos Guimarães, Francisco Junior, Pedro Humenhuk e Luis Antonio Piccolo no grupo dos dez, dentre 16 presentes em Phoenix. Ausências como as de Jr Borborema, Ivan Castrolebre, Elvecio Gonçalves e outros foram sentidas, e o cerco em busca da classificação para o Chase começou a se fechar com apenas 10 vagas.

Classificação
1 Rafael Matta (Falcon Motorsports), 26.573
2 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), 26.595
3 Joao Nobrega (Independente), 26.677
4 Arthur de Castro (DR Racers), 26.770
5 Evandro Dantas (4Brothers Motorsport), 26.788
6 Vinicius Lopes (Alliance Sky Racing), 26.851
7 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team 2), 26.854
8 Francisco Junior (Sinister Race Team 2), 27.255
9 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports 2), 27.321
10 Luis Antonio Piccolo (Falcon Motorsports), Sem tempo
11 Sergio Calizario (Falcon Motorsports 2), Sem tempo
12 Anderson Vilela (Sinister Race Team 3), Sem tempo
13 Lucas Abreu (Alliance Sky Racing), Sem tempo
14 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), Sem tempo
15 Rafael Amaral (Racing 4Fun), Sem tempo
16 Leonardo Souza (4Brothers Motorsport), Sem tempo

Contrariando as expectativas, as primeiras 32 voltas foram sem interrupções, nem mesmo toques ou incidentes individuais. E as rusgas entre os rivais não se mostraram decisivas em nenhuma ocasião, pois a concentração foi basicamente em torno do desgaste de pneus, exigidos ao máximo em Phoenix.

A disputa era acirrada entre Matta e Barbugli, e a dupla chegou a inverter a liderança enquanto Nóbrega, Castro, Lopes, Dantas e companhia ficavam ocupados na queda de braço pelo terceiro lugar. Logo os primeiros pit stops foram vistos, mas foi na segunda bandeira amarela que Barbugli e Nóbrega ficaram para trás com um “end of line” e iniciaram uma corrida de recuperação com boas ultrapassagens sobre Guimarães, Amaral, Junior, entre outros.

Mas o destino para Rafael Matta também seria crual, já que o piloto da Falcon fez um pit stop logo antes de uma bandeira amarela, perdendo terreno quando o Safety Car entrou em jogo. Ainda assim o campeão de Indy Pro conseguiu se recuperar em ritmo alucinante.

Em outra estratégia, Arthur de Castro fez pit stop a 30 voltas do fim para buscar acelerar tudo de pneus novos, e conseguindo boas ultrapassagens sobre vários concorrentes que já sofriam com o alto desgaste no trecho final – a maioria de fato preferiu levar o carro até o fim mesmo sabendo que seria praticamente como se arrastar na pista.

Ao final, Bruno Barbugli confirmou excelente recuperação e venceu em Phoenix, agora tomando a liderança do campeonato sobre Junior Borborema, que se ausentou neste evento. Rafael Matta completou a dobradinha pela Falcon, e Lucas Abreu surgiu bem no final sabendo economizar pneus para fechar o pódio. Evandro Dantas e Rafael Amaral ficaram no Top 5.

A próxima etapa da Nascar Pro será realizada no circuito de Iowa, no dia 16 de fevereiro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias.

O F1BC tem parcerias oficiais com Câmara de Comércio e Indústria do Brasil, Soap Car, Chiara Guitar Shop, F1Mania, NRT Servers, e F1-Brasil.

Final, 140 voltas
1 Bruno Barbugli (Falcon Motorsports), 140 voltas
2 Rafael Matta (Falcon Motorsports), +8.678
3 Lucas Abreu (Alliance Sky Racing), +12.138
4 Evandro Dantas (4Brothers Motorsport), +15.028
5 Rafael Amaral (Racing 4Fun), +16.408
6 Joao Nobrega (Independente), +18.362
7 Arthur de Castro (DR Racers), +19.760
8 Vinicius Lopes (Alliance Sky Racing), +25.954
9 Francisco Junior (Sinister Race Team 2), +1 volta
10 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +1 volta
11 Luis Antonio Piccolo (Falcon Motorsports), +1 volta
12 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports 2), +1 volta
13 Anderson Vilela (Sinister Race Team 3), +1 volta
14 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team 2), +49 voltas
15 Sergio Calizario (Falcon Motorsports 2), +61 voltas
16 Leonardo Souza (4Brothers Motorsport), +119 voltas
Volta mais rápida: Rafael Matta, 26.894

Race Control
C.Guimarães, Warning – Gerou incidente de nível 1 (14.1.1) [+1 Licença] [31]
S.Calizario, Drive Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença] [76]

Pontos nas licenças
Sergio Calizario +2
Carlos Guimarães +1

Pontos bônus
Bruno Barbugli +2 por liderar mais voltas
Rafael Matta +1 por liderar uma volta
Arthur de Castro +1 por liderar uma volta
Anderson Vilela +1 por liderar uma volta

Vídeo da etapa

More in Corridas