Connect with us

Corridas

F1BC Indy Pro 2016/1 @ Kansas

F1BC Indy Pro 2016/1 @ Kansas

A apresentação principal da segunda-feira (7) foi no circuito do Kansas, pela quarta etapa da Indy Pro no F1 Brasil Clube em sua temporada 2016/1. O desafio de andar forte na parte externa do traçado, próximo aos muros, rendeu fortes emoções, e enquanto Deco Guimarães fez a pole position e até manteve a liderança na tabela, foi a vitória de Vinicius Lopes, e o segundo lugar de Sergio Rodrigues, agora próximo na pontuação do topo, que se destacaram nesta noite. Wagner Pegoraro completou o pódio.

Na classificação, Deco mostrou que não estava para brincadeira em busca de defender sua liderança na Indy Pro e cravou a pole position, a frente de Vinicius Lopes, Sergio Rodrigues, Pedro Humenhuk, e Jose Crescente no Top 5. Seis equipes diferentes nas primeiras colocações foram vistas, com William Trajano na sequência. Wagner Pegoraro, Rodrigo Munhoz, Adriano Fraporti, e Mateus Monteiro fecharam o grupo dos dez mais velozes, de 18 pilotos no total – Alberto Ribeiro teve problemas pouco antes e sequer entrou na pista.

Classificação
1 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 25.728
2 Vinicius Lopes (Alliance Sky Racing), 25.737
3 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), 25.741
4 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 25.779
5 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), 25.792
6 William Trajano (Pro Drivers 2), 25.799
7 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), 25.808
8 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 25.829
9 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), 25.854
10 Mateus Monteiro (Pegoraros Racing 2), 25.863
11 Rafael David (Pro Drivers), 25.961
12 Andre Cattermol (Pro Drivers), 26.049
13 Tonny Peixoto (Alliance Sky Racing), 26.535
14 Jeferson Rodrigues (Pro Drivers 2), Sem tempo
15 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team), Sem tempo
16 Moises Luis Boff (KAMF Racing), Sem tempo
17 Douglas Simoneli (KAMF Racing), Sem tempo
18 Anderson Lopes (KAMF Racing), Sem tempo

Largada sem maiores problemas e início de corrida onde os pilotos formavam a fila indiana. Era nítida a preferência pela parte “outside” do oval, com maior velocidade ao longo das curvas, boas saídas, e menor desgaste de pneus. Este aquecimento excessivo da borracha era uma preocupação, e de fato a primeira bandeira amarela foi gerada por um erro individual de Jose Crescente.

Mesmo com a linha interna disponível, era difícil ultrapassar no Kansas. Os pilotos se viam com turbulência aerodinâmica e tinham receio de uma escapada por dentro. Ainda assim boas manobras eram realizadas, com destaque para as relargadas de Wagner Pegoraro.

Os toques na barreira de proteção davam prejuízos a alguns pilotos, e dentre eles Deco Guimarães passou a sofrer com falta de ritmo após avariar seu Dallara DW12. Era Rodrigues o novo líder, quando se iniciaram os pit stops em bandeira verde. Munhoz foi o sobrevivente a se arrastar com pneus gastos no limite do combustível, e logo depois de sua parada outra bandeira amarela surgiu.

Com pouco mais de 20 voltas para o final, Vinicicus Lopes conseguiu um pit stop em bandeira amarela mais veloz e tomou a liderança, relargando a frente e administrando a vantagem sobre Rodrigues, Trajano e Pegoraro, que superava o concorrente da Pro Drivers pelo terceiro posto.

A bandeira amarela final surgiu a quatro giros do encerramento, quantidade exata para que o Safety Car tomasse para si a liderança do grupo até o final. Cruzando sob a bandeira amarela e quadriculada, Vinicius Lopes faturou a vitória no Kansas, com Sergio Rodrigues e Wagner Pegoraro no pódio.

A liderança segue com Deco Guimarães com 135 pontos, mas agora Sergio Rodrigues conta com 131, e a sequência mostra Rafael David (106), William Trajano (105), e Vinicius Lopes (104) na caça ao troféu. A pontuação completa de pilotos e equipes está no website oficial www.f1bc.com.

A próxima etapa da Indy Pro será realizada no circuito de Michigan, no dia 21 de março, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias.

O F1BC tem parcerias oficiais com Câmara de Comércio e Indústria do Brasil, Soap Car, Aliança Consultoria, F1Mania, NRT Servers, SimRacingTools, e F1-Brasil.

Final, 120 voltas
1 Vinicius Lopes (Alliance Sky Racing), 120 voltas
2 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), +00.834
3 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), +1.271
4 William Trajano (Pro Drivers 2), +1.891
5 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +2.834
6 Rafael David (Pro Drivers), +3.384
7 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +5.439
8 Jeferson Rodrigues (Pro Drivers 2), +6.273
9 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), +6.998
10 Andre Cattermol (Pro Drivers), +7.648
11 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team), +1 volta
12 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +9.237 [+40s]
13 Moises Luis Boff (KAMF Racing), +5 voltas
14 Tonny Peixoto (Alliance Sky Racing), +35 voltas (Abandono)
15 Mateus Monteiro (Pegoraros Racing 2), +42 voltas (Abandono)
16 Anderson Lopes (KAMF Racing), +91 voltas (Abandono)
17 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), +98 voltas (Abandono)
18 Douglas Simoneli (KAMF Racing), +99 voltas (Abandono)
Volta mais rápida: Vinicius Lopes, 25.735

Race Control
Rodrigo Munhoz, +40s no tempo final de prova – Gerou incidente de nível 3 (14.3.1) [+3 Licença]

Pontos nas licenças
Rodrigo Munhoz +3

Vídeo da etapa

More in Corridas