Connect with us

Corridas

F1BC International Light 2016/2 @ Buenos Aires

F1BC International Light 2016/2 @ Buenos Aires

Sem lastro, os BMW E90 da International Light chegaram ao circuito nº 6 de Buenos Aires para a disputa da última etapa da categoria na temporada 2016/2 do F1 Brasil Clube. E na noite desta quarta-feira (17), depois de uma corrida dominada pela Clube do Volante, equipe campeã, Diogo Garcia conquistou a vitória e comemorou o vice-campeonato. Erick Goldner, o segundo, sagrou-se o campeão, com Fellipe Porto, o terceiro no pódio, no terceiro lugar da competição.

Na classificação, Erick Goldner iniciou bem sua caminhada para o título. O líder do campeonato cravou a pole-position com a volta de 1m47s800 pelo circuito argentino, superando Diogo Garcia, o segundo, por 0s088. Fellipe Porto marcou o terceiro melhor tempo, à frente de Diego Carmo, Ricardo Pereira e Jarbas Munhoz. Edivan Monteiro, Lucas Werle, Fernando Marinelli e Alaor Terra formaram o top-10 do grid de largada, que ainda teve Franklin Souza, Kleber Bottaro e Marcelo Mazon, que não foi à pista na sessão.

Classificação
1 Erick Goldner (Clube do Volante), 1:47.800
2 Diogo Garcia (Marsch Team), 1:47.888
3 Fellipe Porto (Clube do Volante), 1:48.437
4 Diego Carmo (Hattrick Racing), 1:48.532
5 Ricardo Pereira (Overtake Racing), 1:48.737
6 Jarbas Munhoz (Clube do Volante 2), 1:49.436
7 Edivan Monteiro (SUB Racing), 1:49.602
8 Lucas Werle (AvRacing), 1:49.918
9 Fernando Marinelli (Clube do Volante 2), 1:50.113
10 Alaor Terra (Hattrick Racing), 1:51.406
11 Franklin Souza (SUB Racing), 1:52.010
12 Kleber Bottaro (Forza Brasil Team), 1:53.141
13 Marcelo Mazon (JBM Racing), Sem tempo

O início bem movimentado da etapa final contou com uma boa largada dos pilotos, que completaram a primeira volta sem maiores confusões. Na ponta, o pole Erick Goldner largou mal e caiu para 4º. Diogo Garcia era quem liderava, seguido de Fellipe Porto. Diego Carmo seguia em terceiro, mas um erro o fez perder o posto para Goldner, que passou completar um top-3 de carros da Clube do Volante.

Para Diogo Garcia não bastava apenas a liderança. Ele, vice-líder do campeonato, dependia de um revés de Erick Goldner para se sagrar campeão. O trio da Clube do Volante seguia em disputa, pois o campeonato de equipes já estava definido para a equipe laranja. Foi quando Garcia começou a ter trabalho com os desgaste dos pneus do seu bólido e perdeu a posição para Fellipe Porto após cometer um leve erro.

Nas voltas 13 e 14, os pilotos optaram por ir aos boxes, incluindo Fellipe Porto e Diogo Garcia. Erick Goldner fez uma estratégia diferente, parando no pit três voltas depois e, apesar de erros durante os giros que deu com os pneus gastos, o líder do campeonato teve a ajuda de Edivan Monteiro, que antes de parar disputou posição com Porto e Garcia, que perderam tempo. Enquanto Diego Carmo e Ricardo Pereira disputavam o 5º posto, com o piloto da Hattrick levando a melhor.

Erick Goldner, que liderava, errou e deixou caminho aberto para Diogo Garcia assumir a ponta, receber a bandeira quadriculada em primeiro e comemorar o vice-campeonato, pois Goldner, que chegou em segundo, sagrou-se o campeão da temporada 2016/2 da International Light. Fellipe Porto completou o pódio e ficou com o terceiro lugar na competição. Diego Carmo foi 4º, seguido de Ricardo Pereira, Edivan Monteiro e Fernando Marinelli. Marcelo Mazon, Lucas Werle e Alaor Terra fecharam o top-10 da etapa.

O F1 Brasil Clube parabeniza Erick Goldner pelo título, Diogo Garcia pelo vice-campeonato, e Fellipe Porto pelo terceiro lugar, além da Clube do Volante, campeã entre as equipes, todos estes ganhando premiações do F1BC, sendo troféus a piloto e equipe campeã, e medalhas aos pilotos vice e terceiro colocados. A classificação final de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A próxima temporada da International Light se iniciará no circuito nº 8 de Buenos Aires, no dia 21 de setembro, às 20h00 (horário de Brasília). O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Diogo Garcia (Marsch Team), 28 voltas
2 Erick Goldner (Clube do Volante), +0:00.553
3 Fellipe Porto (Clube do Volante), +0:00.953
4 Diego Carmo (Hattrick Racing), +0:03.490
5 Ricardo Pereira (Overtake Racing), +0:28.628
6 Edivan Monteiro (SUB Racing), +0:52.670
7 Fernando Marinelli (Clube do Volante 2), +1:22.712
8 Marcelo Mazon (JBM Racing), +1:26.346
9 Lucas Werle (AvRacing), +1:45.388
10 Alaor Terra (Hattrick Racing), +1:52.367
11 Franklin Souza (SUB Racing), +1 voltas
12 Kleber Bottaro (Forza Brasil Team), +1 voltas
13 Jarbas Munhoz (Clube do Volante 2), Abandono (21)
Volta mais rápida: Diogo Garcia, 1:48.068

Race Control
Lucas Werle, Drive-Through – Gerou incidente de nível 2 (14.2.1) [+2 Licença][2]
Kleber Bottaro, Warning – Usou chat durante as sessões de classificação ou de corrida (14.1.4) [+1 Licença][4]

Pontos nas licenças
Lucas Werle +2
Kleber Bottaro+1

Vídeo da etapa

More in Corridas