Connect with us

Corridas

F1BC National Pro 2016/3 @ Londrina

F1BC National Pro 2016/3 @ Londrina

A National Pro chegou a Londrina para sua quarta etapa do campeonato, e mostrou o combativo Sergio Pamplona largando do sétimo lugar para vencer sua segunda nesta temporada 2016/3 no F1 Brasil Clube, superando Neto Nascimento, com lastro de líder, e Felipe Lapenna, de volta à categoria dos Stock Car.

Na tomada de tempos, Tadeu Costa superou o surpreendente Welington Gandin, enquanto a segunda fila teve Rafael Suzuki e Daniel Machado, seguidos por Felipe Lapenna, Neto Nascimento, Sergio Pamplona, Fabio Velloso, Junior Becker, e Renan Oliveira entre os 10 primeiros.

Classificação
1 Tadeu Costa (Ghost Racer), 1:15.198
2 Welington Gandin (Insanox MG Sports), 1:15.486
3 Rafael Suzuki (SZK Motorsports), 1:15.561
4 Daniel Machado (Grip Racing), 1:15.567
5 Felipe Lapenna (Independente), 1:15.626
6 Neto Nascimento (Independente), 1:15.634
7 Sergio Pamplona (Ghost Racer), 1:15.741
8 Fabio Velloso (Marsch Team), 1:15.745
9 Junior Becker (Insanox MG Sports), 1:15.966
10 Renan Oliveira (Insanox MG Sports), 1:16.006
11 Angelo dos Santos (Clube do Volante), 1:16.187
12 Diogo Miranda (Thunder Racing), 1:16.240
13 Fellipe Porto (Clube do Volante), 1:16.703
14 Gabriel Soares (Marsch Team), 1:16.836
15 Renan Carrenho (Thunder Racing), 1:17.190
16 Kleber Bottaro (Forza Brasil Racing), 1:19.391
17 Lukas Paulo (Thunder Racing), 1:22.437

A largada teve um incidente raríssimo de Tadeu Costa, que colocou a roda na grama antes da freada para a segunda curva e passou reto, acertando Gandin e levantando fumaça para os demais pilotos do pelotão. Daniel Machado também ficou atravessado na pista, abandonando logo depois, enquanto a liderança passava para as mãos de Rafael Suzuki.

A sequência da prova teve Felipe Lapenna usando bem o push to pass para ultrapassar Suzuki, ambos profissionais da Stock Car, enquanto Sergio Pamplona e Neto Nascimento aproveitavam a falha de Rafael para galgarem colocações. Mais atrás, os primeiros abandonos eram de Lukas Paulo, Daniel Machado e Gabriel Soares.

Pamplona acelerou o ritmo e passou a pressionar Lapenna, que foi mais cedo para os boxes mas deixou o carro apagar na arrancada, e voltou a 30 segundos do líder. Nascimento também parou na metade do percurso, para utilizar pneus novos e suportar os 80kg de lastro, em um ritmo extremamente consistente.

Aí Sergio Pamplona levou o carro até nos minutos finais fazer um ‘splash and go’ nos boxes para retornar seis segundos a frente do surpreendente Neto, para assim conquistar sua segunda vitória na temporada. Felipe Lapenna completou o pódio e o ‘top 5’ teve ainda Fabio Velloso e Rafael Suzuki, que disputaram no final.

A próxima etapa da National Pro será realizada no circuito de Curitiba Externo, no dia 9 de novembro, às 20h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias. O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem o apoio de Reiza Studios, Sector3 Studios, NRT Servers, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, e F1-Brasil.

Final, 50 minutos
1 Sergio Pamplona (Ghost Racer), 39 voltas
2 Neto Nascimento (Independente), +0:05.655
3 Felipe Lapenna (Independente), +0:08.388
4 Fabio Velloso (Marsch Team), +0:21.784
5 Rafael Suzuki (SZK Motorsports), +0:23.004
6 Angelo dos Santos (Clube do Volante), +0:29.739
7 Nielsen Santos (Marsch Team), +0:38.439
8 Fellipe Porto (Clube do Volante), +0:40.666
9 Renan Oliveira (Insanox MG Sports), +0:47.602
10 Junior Becker (Insanox MG Sports), +0:49.220
11 Tadeu Costa (Ghost Racer), +1:18.650
12 Welington Gandin (Insanox MG Sports), +1 voltas
13 Renan Carrenho (Thunder Racing), +2 voltas
14 Kleber Bottaro (Forza Brasil Racing), +2 voltas
15 Gabriel Soares (Marsch Team), Suspensao (7)
16 Daniel Machado (Grip Racing), Abandono (2)
17 Lukas Paulo (Thunder Racing), Acidente (2)
— Diogo Miranda (Thunder Racing), Desclassificação
Volta mais rapida: Fabio Velloso, 1:15.975

Race Control
Tadeu Costa, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][1]
Daniel Machado, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][1]
Diogo Miranda, Drive-Through – Incidente de nível 2 (16.2.1) [+2 Licença][1]
Sergio Pamplona, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][2]
Sergio Pamplona, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][4]
Wellington Gandin, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença][21]

Pontos nas licenças
Tadeu Costa +2
Daniel Machado +2
Diogo Miranda +2
Sergio Pamplona +2
Wellington Gandin +1

Vídeo da etapa

More in Corridas