Connect with us

Corridas

F1BC International Pro 2017/3 @ Adelaide

F1BC International Pro 2017/3 @ Adelaide

Encerrando as passagens pelo circuito de Adelaide na temporada 2017/3 do F1 Brasil Clube, a International Pro disputou, na noite desta quinta-feira, a sua sexta e penúltima etapa, que decidiu o título do campeonato. Victor Bueno assumiu a ponta já no final da prova, conquistou mais uma vitória e se sagrou campeão da categoria dos GT3. Guilherme Fargnolli e Randal Rodrigues completaram o pódio e disputarão vice-campeonato na etapa final.

Na classificação, Murilo Biscaro (20kg de lastro) foi o mais rápido e garantiu a pole-position, superando o líder do campeonato, Victor Bueno (60kg), dono do segundo melhor tempo. Guilherme Fargnolli foi o terceiro, sendo melhor que Charles Zimmermann, Raphael Camelo (40kg) e David Hunt. Randal Rodrigues (30kg), o vice-líder da competição João Augusto (50kg), Fernando Horta e Lucas Silva completaram o top-10 do grid de largada.

Classificação
1 Murilo Biscaro (KAMF Racing), 1:16.110
2 Victor Bueno (Grip Racing 2), 1:16.186
3 Guilherme Fargnolli (Full Throttle Racing), 1:16.351
4 Charles Zimmermann (Grip Racing), 1:16.536
5 Raphael Camelo (Factory Assault), 1:16.699
6 David Hunt (Global Virtual Racing), 1:16.699
7 Randal Rodrigues (Global Virtual Racing), 1:16.812
8 Joao Augusto (Grip Racing), 1:16.891
9 Fernando Horta (Grip Racing 2), 1:16.972
10 Lucas Silva (Hattrick Racing 3), 1:17.199
11 Marcio Medeiros (Hattrick Racing), 1:17.231
12 Niesley Flaber (Global Virtual Racing 2), 1:17.383
13 Felipe Fargnolli (Full Throttle Racing), 1:17.876
14 Pedro Sodre (Hattrick Racing 2), 1:18.473
15 Fernando Silva (Global Virtual Racing 2), 1:18.602
16 Hernani Klehm (Hattrick Racing 2), 1:18.909
17 Alaor Terra (Hattrick Racing), 1:19.448
18 Joao Matic (Freetura Racing), Sem tempo
19 Arthur Villaca (Global Virtual Racing), Sem tempo

A penúltima corrida da categoria dos GT3 do Automobilista começou com uma boa largada, que não teve grandes problemas. Victor Bueno largou melhor e pulou na frente de Murilo Biscaro. Os dois, juntamente com Guilherme Fargnolli, se isolaram dos demais para a disputa da liderança.

Outras disputas aconteciam pelo grid, mas o destaque da parte inicial da prova era mesmo o duelo entre os três primeiros que acabou perdendo um integrante. Guilherme Fargnolli e Murilo Biscaro se enroscaram e quem levou a pior foi o pole-position da noite, que ficou capotado na pista e abandonou a corrida logo depois.

O duelo pela liderança continuou, agora entre Bueno e Fargnolli apenas. O piloto da Full Throttle Racing tinha a vantagem de está 60kg mais leve que o líder do campeonato e conseguiu aproveitar esta diferença para assumir a ponta. Entretanto, na volta seguite, o novo líder foi os boxes e deu início aos trabalhos de pitstop. As estratégias foram, em sua maioria, de duas paradas. Somente Randal Rodrigues, Lucas Silva e Alaor Terra escolheram parar uma vez.

Após todas as movimentações na área dos mecânicos, Randal Rodrigues era quem liderava a prova. Mas o estado dos pneus do bólido da Global Virtual Racing não foram suficientes para segurar Guilherme Fargnolli e Victor Bueno, que retornaram para as duas primeiras posições.

No entanto, ainda tinha emoção a caminho. Guilherme Fargnolli se assustou com um retardatário rodado na pista e passou do ponto de frenagem da ‘Wakefield’, quarta curva do circuito de Adelaide, e foi superado por Victor Bueno. O piloto da Full Throttle Racing chegou a pressionar o líder do campeonato, mas não teve jeito. Bueno foi o primeiro a ver a bandeira quadriculada sendo agitada e, além de mais uma vitória, comemorou mais um título para sua carreira.

Randal Rodrigues chegou em terceiro e viu sua estratégia de apenas uma parada funcionar. Lucas Silva foi quarto, seguido de João Augusto, Felipe Fargnolli e Raphael Camelo. Fernando Horta, Alaor Terra e Fernando Silva completaram o top-10 da etapa.

Com o campeão já definido, o papel da etapa final passa a ser o de decidir o vice-campeão e equipe campeã. João Augusto (65 pontos), Randal Rodrigues (65), Guilherme Farnolli (61) e Raphael Camelo (61) são os principais nomes para o vice-campeonato. Entre as escuderias, a taça será decidida entre Global Virtual Racing, primeiro e segundo time da Grip Racing e Full Throttle Racing. A classificação completa de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A última etapa da International Pro será realizada no circuito de Paul Ricard (1CV2), no dia 14 de dezembro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na Fan Page www.facebook.com/f1brasilclube. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Gostou da categoria? As inscrições para a próxima temporada já estão abertas e você pode garantir a sua vaga em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aliança Consultoria, Doutor Lubrifica, Fanatec, Logitech, Nuuvem, Poesia Perfumes, RealGame, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, Sector3 Studios, SimRacingTools, e SimSync.

Final, 50 minutos
1 Victor Bueno (Grip Racing 2), 39 voltas
2 Guilherme Fargnolli (Full Throttle Racing), +0:00.305
3 Randal Rodrigues (Global Virtual Racing), +0:11.278
4 Lucas Silva (Hattrick Racing 3), +0:42.595
5 Joao Augusto (Grip Racing), +0:46.910
6 Felipe Fargnolli (Full Throttle Racing), +0:47.715
7 Raphael Camelo (Factory Assault), +1:03.564
8 Fernando Horta (Grip Racing 2), +0:47.361 (+40s)
9 Alaor Terra (Hattrick Racing), +1 volta
10 Fernando Silva (Global Virtual Racing 2), +1 volta
11 Niesley Flaber (Global Virtual Racing 2), +1 volta
12 David Hunt (Global Virtual Racing), +1 volta
13 Hernani Klehm (Hattrick Racing 2), +2 voltas
14 Arthur Villaca (Global Virtual Racing), Suspensao (13)
15 Joao Matic (Freetura Racing), Abandono (7)
16 Pedro Sodre (Hattrick Racing 2), Abandono (6)
17 Murilo Biscaro (KAMF Racing), Abandono (5)
18 Charles Zimmermann (Grip Racing), Abandono (0)
19 Marcio Medeiros (Hattrick Racing), Abandono (37) (LP)
Volta mais rápida: Victor Bueno, 1:17.180

Race control
Incidente entre Lucas Silva e João Augusto – Nenhuma ação tomada.[1]
Pedro Sodre, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (17.4.1) [+4 Licença] [1]
João Matic, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [2]
Murilo Biscaro, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [4]
Murilo Biscaro, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [5]
Incidente entre Guilherme Fargnolli e Murilo Biscaro – Nenhuma ação tomada.[5]
Incidente entre Fernando Horta e Raphael Camelo – Nenhuma ação tomada.[19]
Niesley Flaber, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [28]
Guilherme Fargnolli, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença] [31]
Marcio Medeiros, Last Position – Incidente quando retardatário (17.5.4) [+5 Licença] [32]
Marcio Medeiros, Last Position – Incidente quando retardatário (17.5.4) [+5 Licença] [32] (2)
Niesley Flaber, Warning – Envio excessivo de Notificação (17.1.9) [+1 Licença] [32]
Fernando Horta, +40s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença] [32]
Incidente entre Victor Bueno e Randal Rodrigues – Nenhuma ação tomada.[35]

Pontos nas licenças

Marcio Medeiros +10
Pedro Sodre +4
Fernando Horta +3
Murilo Biscaro +2
Niesley Flaber +2
João Matic +1
Guilherme Fargnolli +1

Observações

Marcio Medeiros, uma etapa de suspensão – Atingiu 10 pontos na Licença (19.1)

Vídeo da etapa
Em breve

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas