Connect with us

Corridas

F1BC Deep Art Nascar Pro 2018/2 @ Kentucky

F1BC Deep Art Nascar Pro 2018/2 @ Kentucky

A Deep Art Nascar Pro conheceu o seu campeão na noite desta segunda-feira (16). Uma corrida espetacular em Kentucky terminou com Wellingson Cândido vencendo depois de uma ultrapassagem nos instantes finais, mas as emoções não pararam por aí. Junior Borborema herdou o posto de Mike Ramos – que teve problemas de falta de combustível – também nos momentos derradeiros da prova para faturar o título da temporada 2018/3 da categoria no F1 Brasil Clube.

Na classificação, três postulantes ao título já garantiram as primeiras posições. Bruno Barbugli, Thiago Vieira e Mike Ramos marcaram, respectivamente, os três melhores tempos da sessão. Miguel Paludo foi o quarto, seguido de Marcelo Fernandes, Romar Arns e Junior Borborema – outro candidato ao troféu. Rafael Hubie, Alex Montoanelli e Wellingson Cândido completaram o top-10 do grid de largada, que contou com 30 carros esta noite.

Classificação
1 Bruno Barbugli (Bravus DeepArt), 31.944
2 Thiago Vieira (G-Force Motorsports), 31.966
3 Mike Ramos (Bravus eMotorsport), 32.037
4 Miguel Paludo (Racing 4Fun 2), 32.042
5 Marcelo Fernandes (Bravus Vilarejo), 32.080
6 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), 32.102
7 Junior Borborema (Bravus DeepArt), 32.120
8 Rafael Hubie (Bravus Vilarejo), 32.121
9 Alex Montoanelli (Racing 4Fun), 32.127
10 Wellingson Candido (Bravus DeepArt), 32.130
11 Gabriel Mauricio (Countdown Racing), 32.140
12 Domingos Frias (Puro Malte Racing), 32.181
13 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team), 32.186
14 Endrigo de Castro (Paraguay Racing AV), 32.283
15 Marcos Bicca (Racing 4Fun 2), 32.299
16 Carlos Maciel (Racing 4Fun 2), 32.330
17 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 32.402
18 Jeff Foitte (Independente), 32.537
19 Thiago Slake (Mondial Racing), 32.620
20 Leandro Moreira (Countdown Racing 2), 32.839
21 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 32.956
22 Pedro Mega (Bravus Vilarejo), Sem tempo
23 Alysson Pereira (Countdown Racing), Sem tempo
24 Laercio Leite (Sinister Race Team), Sem tempo
25 Carlos Luciano (Countdown Racing), Sem tempo
26 Cristiano Cangani (Paraguay Racing AV), Sem tempo
27 Paulo Cezar Villas Boas (HGT Brasil), Sem tempo
28 Danilo Coelho (Forest Racing Club), Sem tempo
29 Rodrigo Villaverde (Countdown Racing 2), Sem tempo
30 Regis Montibeller (Forest Racing Club), Sem tempo

A corrida não poderia começado de forma melhor. A categoria ficou marcada pelo alto número de bandeiras amarelas durante a temporada, mas, nesta etapa, provou de vez que era um ponto fora da curva. Bruno Barbugli, Thiago Vieira e Mike Ramos seguiram no top-3 durante boa parte do excelente início da prova. Junior Borborema foi destaque ao partir de 7º e já aparecer em 4º.

As bandeiras amarelas não ficaram de fora da etapa final, foram acionadas quatro vezes esta noite. No entanto, as intervenções vieram uma seguida da outra, o que possibilitou bons períodos em bandeira verde e estratégias arriscadas dos pilotos. Em meio aos incidentes, teve mudança na ponta e agora era Thiago Vieira quem liderava a prova.

Desde o início da prova, os quatro postulantes ao título estavam bem colocados e disputavam o troféu praticamente entre si. Mas as coisas começaram a mudar quando Thiago Vieira se envolveu no incidente que provocou a quarta e última bandeira amarela e viu as chances de ser campeão diminuirem significativamente.

Bruno Barbugli, então, retomou a liderança e ali ficou até a parte final da prova. Foi quando os efeitos das estratégias arriscadas em bandeira verde vieram a tona e o combustível do piloto da Bravus Deep Art começou a faltar, forçando a parada nos boxes. Com isso, a liderança foi parar nas mãos de Cristiano Cangani, que fez uma excelente corrida depois de largar de 26º. Entre os candidatos ao título, Mike Ramos era o melhor colocado e, neste momento, estava sendo o campeão.

Mas ninguém esperava um final eletrizante e cheio de mudanças. Primeiro, Wellingson Cândido – que também fez grande corrida esta noite – passou Cristiano Cangani nos instantes finais para vencer pela segunda vez seguida no campeonato. Cangani fechou em 2º e Laercio Leite completou o pódio. Logo atrás, Junior Borborema apareceu de forma surpresa na quarta posição, se aproveitando que Mike Ramos também teve problemas com combustível, e faturou o título da temporada 2018/3 da Deep Art Nascar Pro.

O F1 Brasil Clube parabeniza Junior Borborema pelo título conquistado, Bruno Barbugli pelo vice-campeonato e Mike Ramos pelo terceiro lugar, além da Bravus Deep Art, campeã entre as equipes. A classificação completa do campeonato de pilotos e equipes está no site oficial www.f1bc.com.

A próxima temporada da Nascar Pro inicia no dia 10 de setembro, em circuito ainda não definido, a partir das 22h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo na fanpage do F1BC. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Gostou da categoria? As inscrições para a próxima temporada já estão abertas e você pode garantir a sua vaga em www.f1bc.com/inscricoes, preenchendo o formulário completo. Todos os dados serão computados no banco de dados do F1BC, que retornará com agilidade aos pedidos com as informações de pagamento e demais confirmações.

O F1BC tem o patrocínio de Aguiatech, Aliança Consultoria, Chiara Guitar Parts, Deep Art Store, Extreme SimRacing, Logitech, M7Help, Pro Racing Simuladores, e o apoio de Canal Sim-Force, F1 Brasil, F1 Mania, iRacing, Reiza Studios, e Sector3 Studios.

Final, 120 voltas
1 Wellingson Candido (Bravus DeepArt), 120 voltas
2 Cristiano Cangani (Paraguay Racing AV), +0:00.953
3 Laercio Leite (Sinister Race Team), +0:09.569
4 Junior Borborema (Bravus DeepArt), +0:17.123
5 Bruno Barbugli (Bravus DeepArt), +0:27.002
6 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +0:28.949
7 Alex Montoanelli (Racing 4Fun), +0:29.597
8 Gabriel Mauricio (Countdown Racing), +0:30.091
9 Danilo Coelho (Forest Racing Club), +0:30.143
10 Domingos Frias (Puro Malte Racing), +0:32.763
11 Endrigo de Castro (Paraguay Racing AV), +0:39.562
12 Rafael Hubie (Bravus Vilarejo), +0:42.422
13 Mike Ramos (Bravus eMotorsport), +1 volta
14 Regis Montibeller (Forest Racing Club), +1 volta
15 Jeff Foitte (Independente), +1 volta
16 Marcos Bicca (Racing 4Fun 2), +1 volta
17 Leandro Moreira (Countdown Racing 2), +1 volta
18 Paulo Cezar Villas Boas (HGT Brasil), +2 voltas
19 Carlos Guimaraes (Sinister Race Team), +2 voltas
20 Carlos Luciano (Countdown Racing), +3 voltas
21 Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil), +3 voltas
22 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +7 voltas
23 Marcelo Fernandes (Bravus Vilarejo, +10 voltas
24 Carlos Maciel (Racing 4Fun 2), +16 voltas
25 Rodrigo Villaverde (Countdown Racing 2), +20 voltas
26 Miguel Paludo (Racing 4Fun 2), Abandono (59)
27 Pedro Mega (Bravus Vilarejo), +86 voltas
28 Thiago Slake (Mondial Racing), Abandono (22)
29 Alysson Pereira (Countdown Racing), Abandono (12)
30 Thiago Vieira (G-Force Motorsports), Desclassificação (DQ)
Volta mais rápida: Marcelo Fernandes, 0:32.138

Race control
Análise de possível problema de conexão de Danilo Coelho.[8]
Incidente com Rodrigo Villaverde – Nenhuma ação tomada.[27]
Carlos Maciel, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença][28]
Miguel Paludo, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (17.4.1) [+4 Licença][33]
Marcelo Fernandes, Stop-And-Go 10s – Resistência quando retardatário causando perdas (17.3.6) [+3 Licença][56]
Thiago Vieira, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença][59]
Alex Montoanelli, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença][71]
Mike Ramos, Warning – Incidente de nível 1 (17.1.1) [+1 Licença][72]
Thiago Vieira, Disqualification – Atingiu 10 pontos na Licença na etapa final (20.3)

Pontos nas licenças
Miguel Paludo +4
Marcelo Fernandes +3
Alex Montoanelli +1
Carlos Maciel +1
Mike Ramos +1
Thiago Vieira +1

Vídeo da etapa

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas