Connect with us

Corridas

F1BC Indy Pro 2016/3 @ Phoenix

F1BC Indy Pro 2016/3 @ Phoenix

Na Indy Pro, mesmo uma etapa difícil como no circuito de Phoenix, no quarto encontro da temporada 2016/3, o nível se manteve elevado. Bandeiras amarelas, toques (alguns por netcode) e erros individuais ocorreram na noite de segunda-feira (31), mas a união dos pilotos segue intacta e o espetáculo se provou de muitas emoções. Ao final, Alberto Ribeiro fez honras ao seu retorno à MIG Motorsports e superou Rafael Matta para levar sua segunda vitória e crescer na competição, enquanto o piloto da Falcon Motorsports assumiu a liderança do campeonato.

Em cinco minutos de classificação, Sergiuo Rodrigues levou a Sinister a posição de honra e foi seguido por Adriano Fraporti, e Alberto Ribeiro, recém anunciado na MIG Motorsports para a próxima temporada. Rafael Matta foi quarto, e Julio Moreira o quinto: agora a Dragon Racing AV chegou à Indy Pro, e obteve sucesso com Beto SOussa em sétimo, e Ale Farah em 13º no grid. Estreias também de Marcelo Fernandes da Mondial Racing em 16º na ordem, e o independente Ivo Guilhon, em oitavo.

Classificação
1 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), 19.776
2 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), 19.788
3 Alberto Ribeiro (Static Racing), 19.792
4 Rafael Matta (Falcon Motorsports), 19.803
5 Julio Moreira (Dragon Racing AV), 19.803
6 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), 19.831
7 Beto Soussa (Dragon Racing AV), 19.853
8 Ivo Guilhon (Independente), 19.863
9 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), 19.864
10 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), 19.866
11 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), 19.873
12 Leandro Moreira (Mondial Racing), 19.893
13 Ale Farah (Dragon Racing AV), 19.902
14 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), 19.907
15 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), 19.914
16 Marcelo Fernandes (Mondial Racing), 19.928
17 William Trajano (MIG Motorsport), 20.006
18 Dionatan Machado (Racing 4Fun), 20.550
19 Mateus Monteiro (Grip Racing), 30.139
20 Thiago Peres (Pegoraros Racing 3), Sem tempo
21 Valmor Arenhart (Falcon Motorsports), Sem tempo
22 Jose Godoy (Pegoraros Racing 2), Sem tempo
23 Rodrigo Masson (MIG Motorsport), Sem tempo
24 Toni Andrade (Pegoraros Racing 3), Sem tempo

O início de prova foi bastante movimentado com um incidente de José Crescente ao derrapar, e que pegou Dionatan Machado, Ale Farah e Toni Andrade. Já na segunda relargada foi a vez de William Trajano dividir a “não dog leg” com o estreante Marcelo Fernandes, ambos levando a pior. Toni Andrade catapultou desta vez sobre o carro do debutante e também destruiu seu DW12.

Sergio Rodrigues seguia na ponta sob pressão de Alberto Ribeiro, em um lindo duelo que durou boa parte do percurso. Mas esta disputa, em dado momento da prova, não deu certo quando um toque entre estes levou o líder do campeonato para o muro. Fim de prova para o piloto da Sinister Race Team, que ao rodar de volta à pista ainda virou barreira para Deco Guimarães, da Racing 4Fun, sem chances de desviar. José Godoy e Beto Soussa também sofreram com um toque por netcode e ficaram de fora.

Quem também se viu de fora da festa foi Wagner Pegoraro, também em um contato com Alberto em duelo lado a lado. Esta foi a bandeira amarela derradeira antes do trecho mais longo em bandeira verde. Julio Moreira, que tinha liderado parte do percurso sem pit stop, fez sua parada, e deixou Rafael Matta na ponta, seguido por Ribeiro, Fraporti, Macedo, Moreira, e o impressionante estreante Ivo Guilhon.

O trecho seguinte teve os pit stops, e Ribeiro deixou para ser um dos últimos a parar, apostando em voltar a frente de Matta, mas retornando à pista exatamente atrás do rival. Masson era a surpresa, seguindo na tática de poupar ao máximo, mas parando a 12 giros do fim e, quando voltou de pneus frios, rodou sozinho, capotou e gerou a penúltima bandeira amarela da noite.

O alto número de bandeiras amarelas e abandonos em Phoenix não reflete diretamente no nível da Indy Pro, que segue altíssimo e se viu em um dos ovais mais difíceis, para um grid com muitos carros, e ainda teve seus pilotos fazendo seus melhores nesta noite.

Os pilotos se juntaram e a disputa foi intensa. Alberto Ribeiro abriu vantagem para a vitória, com Rafael Matta em segundo, e Valmor Arenhart ultrapassando vários competidores em um dia de glória para ser o terceiro. Um enrosco entre Macedo e Fraporti, aniversariante do dia, levou ambos volantes da Pegoraros e acionou a bandeira amarela que fechou as 140 voltas.

A próxima etapa da Indy Pro será realizada no circuito de Motegi, no dia 14 de novembro, às 22h00 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no site www.f1bc.com, que ainda fornece todos os resultados, classificação, informações e VTs das etapas desta e de suas outras categorias. O F1BC ainda está com as inscrições abertas, e através do site www.f1bc.com/inscricoes você pode fazer parte do grid não só desta categoria como outras que o clube lhe oferece.

O F1BC tem parcerias oficiais com Reiza Studios, NRT Servers, Riffel Driving Academy, Canal Sim Force, Aliança Consultoria, F1Mania, SimRacingTools, SimSync, Manarim Designs, e F1-Brasil.

Final, 140 voltas
1 Alberto Ribeiro (Static Racing), 140 voltas
2 Rafael Matta (Falcon Motorsports), +00.607
3 Valmor Arenhart (Falcon Motorsports) , +1.335
4 Ivo Guilhon (Independente), +1.941
5 Fabricio Macedo (Pegoraros Racing), +2.524
6 Mateus Monteiro (Grip Racing), +3.428
7 Julio Moreira (Dragon Racing AV), +4.471
8 Adriano Fraporti (Pegoraros Racing), +2 voltas
9 Rodrigo Munhoz (Racing 4Fun), +2 voltas
10 Rodrigo Masson (MIG Motorsport), +14 voltas (Abandono)
11 William Trajano (MIG Motorsport), +39 voltas (Abandono)
12 Pedro Humenhuk (Falcon Motorsports), +52 voltas (Abandono)
13 Beto Soussa (Dragon Racing AV), +78 voltas (Abandono)
14 Jose Godoy (Pegoraros Racing 2), +78 voltas (Abandono)
15 Wagner Pegoraro (Pegoraros Racing), +85 voltas
16 Deco Guimaraes (Racing 4Fun), +92 voltas (Abandono)
17 Sergio Rodrigues (Sinister Race Team), +98 voltas (Abandono)
18 Leandro Moreira (Mondial Racing), +115 voltas (Abandono)
19 Marcelo Fernandes (Mondial Racing), +131 voltas (Abandono)
20 Toni Andrade (Pegoraros Racing 3), +132 voltas (Abandono)
21 Thiago Peres (Pegoraros Racing 3), +134 voltas (Abandono)
22 Dionatan Machado (Racing 4Fun), +139 voltas (Abandono)
23 Ale Farah (Dragon Racing AV), +139 voltas (Abandono)
24 Jose Crescente (Pegoraros Racing 2), +139 voltas (Abandono)
Volta mais rápida: Alberto Ribeiro, 19.713

Race Control
Fabricio Macedo, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença]
José Godoy, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença]
Incidente entre José Godoy e Beto Soussa – Nenhuma ação tomada.[62] [NetCode]
Incidente entre Alberto Ribeiro e Wagner Pegoraro – Nenhuma ação tomada.[57] [NetCode]
Incidente entre Alberto Ribeiro e Sergio Rodrigues – Nenhuma ação tomada.[44]
Incidente entre Walmor Arenhart e Deco Guimarães – Nenhuma ação tomada [netcode]
Sergio Rodrigues, Stop-And-Go 30s – Incidente de nível 4 (16.4.1) [+4 Licença]
Incidente entre Alberto Ribeiro e Sergio Rodrigues – Nenhuma ação tomada.[37]
Marcelo Fernandes, Stop-And-Go 10s – Incidente de nível 3 (16.3.1) [+3 Licença]
Wagner Pegoraro, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença]
Leandro Moreira, Warning – Incidente de nível 1 (16.1.1) [+1 Licença]
Rodrigo Munhoz, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença]
Ivo Guilhon, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença]
Alberto Ribeiro, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença]
Ivo Guilhon, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença]
Beto Soussa, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença]
Ivo Guilhon, Warning – Chat durante a sessão (16.1.4) [+1 Licença]

Pontos nas licenças
Fabricio Macedo +4
José Godoy +1
Segio Rodrigues +4
Marcelo Fernandes +3
Wagner Pegoraro +1
Leandro Moreira +1
Rodrigo Munhoz +1
Ivo Guilhon +2
Beto Soussa +1
Alberto Ribeiro +1

Vídeo da etapa

More in Corridas