Connect with us

F1BC Cup Junior 2008/1 @ Montreal

O F1BC School já começou a bater seus próprios recordes. Se na primeira etapa da categoria foram sete pilotos, desta vez já pudemos ver 10 deles se apresentando, o que fez com que o sistema de dois servidores fosse utilizado, com cinco em cada, mais os comissários de cada um. Como o próprio comissário Carlos “Cadu” Eduardo disse, “essa turma do School está mais responsável que a Light”, o que significa que a nova divisão do F1BC está se saindo bem, em corridas com poucas ocorrências e mais disputas em pista.

QUALIFYING – Enquanto nas corridas foram usados dois servidores, no Qualifying apenas um, comportando os dez jogadores. Marcelo Vidal e Lucas Chaves tiveram problemas e tiveram de se contentar em dar duas voltas rápidas cada um ao final do treino, para não deixá-los de fora logo de cara sem a oportunidade de se classificarem em um Server A. Enquanto isso, Andrei Fonseca marcou sua primeira pole-position, deixando Eduardo Marques, na estréia, em segundo. Luth Cysne e Daniele Assis formaram a segunda fila, enquanto Lucas Chaves, estreante, fechou os cinco primeiros.

Qualifying
1 Andrei Fonseca (MG/Honda), 1:13.042
2 Eduardo Marques (MG/Ferrari), 1:13.909
3 Luth Cysne (PR/Renault), 1:14.420
4 Daniele Assis (RJ/Williams), 1:14.543
5 Lucas Chaves (DF/Red Bull), 1:14.759
6 Carlos Silva (PR/Honda), 1:14.821
7 Marcelo Vidal (SP/Williams), 1:16.357
8 Raphael Brito (SP/Red Bull), 1:16.751
9 Diogo Leal (GO/Renault), 1:18.864
10 Robson Santos (SP/McLaren), 1:20.971

Legenda
Server A
Server B

FEATURE RACE – Na largada da Feature no Server A, Andrei Fonseca mantém a liderança tranquilamente. Daniele Assis e Lucas Chaves largam bem também e vão ambos pra cima de Renault de Luth Cysne. Numa manobra espetacular, Williams, Red Bull e Renault dividem a reta, sendo que Luth é ultrapassado por Daniele e Lucas, cada um de um lado. Eduardo Marques larga com cautela e é alcançado pelos três que viam atrás na primeira curva. Antes de chegarem a primeira curva da corrida, quatro carros já procuram o seu espaço onde apenas cabem dois. A Williams toma a frente da Ferrari, porém, ao contornar a primeira curva, a Daniele espalha na frente da Ferrari e perde a posição para Eduardo. Luth, mesmo espremido entre a Ferrari de Eduardo e a Williams de Daniele, consegue escapar. Enquanto isso, Lucas Chaves contorna esta curva com segurança e se mantém atrás de Eduardo Marques.

Na primeira perna da Curve Senna, Daniele volta perigosamente para dentro da pista e a atravessa, empurrando Eduardo Marques pra cima de Lucas Chaves e há um toque. Na tão grave, mas suficiente para deixar Lucas Chaves para trás da confusão. Luth aproveita a confusão e coloca sua Renault por dentro ultrapassando Lucas Chaves. Eduardo Marques consegue segurar o carro e trazê-lo a tempo de evitar a ultrapassagem de Luth e se mantendo a frente do piloto da Red Bull. Lucas segue Luth e Daniele volta pra pista. Ao fim dessa perigosa seqüência de curvas temos Andrei Fonseca em primeiro, Eduardo Marques em segundo, seguido de Luth Cysne, Lucas Chaves e Daniele Assis que consegui voltar pra pista. Depois desse início a mil por hora, a corrida se limitou a Andrei Fonseca levando sua Honda tranquilamente na frente, enquanto que Ferrari, Red Bull e Renault brigavam pelo segundo lugar, com alternando posições entre si e pneus fora da pista. Enquanto isso, Daniele Assis partiu para uma corrida de recuperação.

Após uma escorregada de Eduardo Marques, Lucas Chaves assumiu a segunda posição, seguido de perto de Luth e Eduardo. Luth esboçou uma reação para conseguir a segundo posição, mas não consegui acompanhar do ritmo dos Lucas e, algumas voltas depois, foi ultrapassado por Eduardo na freada da chicane. Após passar reto no cotovelo e perder o bico do carro ao tentar voltar pra pista, Luth teve que ir aos boxes e também foi ultrapassado por Daniele. Enquanto isso, Andrei Fonseca mantinha sua liderança e Eduardo Marques ia à caça de Lucas Chaves. Quase no meio da corrida, Eduardo Marques alcança Lucas Chaves e depois de duas voltas de pressão, o piloto da Red Bull erra o ponto de freada e pula a chicane. Sem ter como desviar, Eduardo Marques empurra Lucas Chaves fazendo-o rodar para fora da pista e toma sua segunda posição. A rodada de Lucas Chaves permite que Daniele Assis se aproxime. A janela de pit stops foi aberta pelo líder da corrida, seguido por Lucas e Daniele, ambos na volta 10. Eduardo assumiu temporariamente a primeira posição enquanto Luth continua na sua levando com alguma dificuldade sua Renault. Duas voltas depois é a vez de Eduardo e Luth pararem nos boxes e a liderança voltar para as mãos de Andrei.

No Server B, a briga foi igualmente grande, porém com duas largadas canceladas. Em duas delas, Robson Santos não segurou o carro na primeira curva e acertou os demais, porém nosso sistema de relargada fez com que todos pudessem correr a prova sem danos. Quando as luzes apagaram pra valer, Carlos Silva pulou na ponta, seguido de Raphael Brito, Marcelo Vidal, Diogo Leal e Robson Santos. O primeiro incidente veio ainda na primeira volta, quando Marcelo Vidal rodou, Diogo Leal reduziu para evitar uma colisão, e Robson Santos não conseguiu evitá-la, fazendo Diogo rodar, e ainda perdendo o bico ao colidir com Vidal. Mesmo com a confusão, as posições forsam cedidas e nada se alterou, exceto a necessidade de reparos na McLaren de Robson.

A primeira alteração nas posições veio logo na terceira volta, quando Carlinhos perdeu o controle no último Esse e quase rodou. Raphael, que vinha logo atrás, não conseguiu evitar uma colisão, que deixou o adversário ao contrário na pista e então caindo para terceiro. Robson Santos abandonou após mais uma batida, desta vez na quinta volta e perdendo uma roda. As posições permaneceram assim após os pit-stops, porém Carlinhos ensaiou uma reação e encostou em Vidal, conseguindo ultrapassar o piloto da Williams nas voltas finais. Vidal bem que tentou dar o troco, mas já era tarde.

Feature Race, Final (20 voltas)
1 Andrei Fonseca (MG/Honda), 25:43.973 (média de 206.19 km/h)
2 Eduardo Marques (MG/Ferrari), +4.501
3 Daniele Assis (RJ/Williams), +24.125
4 Lucas Chaves (DF/Red Bull), +29.958
5 Luth Cysne (PR/Renault), +1:06.244
6 Raphael Brito (SP/Red Bull), 26:26.660 [+10s penalty]
7 Carlos Silva (PR/Honda), +14.772
8 Marcelo Vidal (SP/Williams), +25.108
9 Diogo Leal (GO/Renault), +1 lap
10 Robson Santos (SP/McLaren), DNF/Accident (5) [+10s penalty]
Fastest lap: Eduardo Marques (MG/Ferrari), 1:14.352

SPRINT RACE – Na largada com o grid invertido na Sprint, a confusão não foi menor do que a Feature no Server A. Logo na largada, Lucas Chaves ganhou a primeira posição de Luth, que por sua vez também foi ameaçado pela Williams de Daniele. Mas ela espalhou ao tentar ultrapassar Luth por fora e quase perdeu a posição para Andrei. Este também largou bem e consegui passar por Eduardo Marques com alguma facilidade. Lucas Chaves entrou muito veloz na Virage Senna e acabou espalhando também, dando de presente a liderança para Luth. Ao voltar para o traçado, Lucas atravessou a frente de Daniele e fez a sua Williams sair do chão. Andrei aproveitou para passar por ela, mas um toque polêmico de Eduardo em sua roda traseira direita o fez sair de traseira e ele teve que reduzir a velocidade de sua Honda para não rodar na pista. Mesmo assim, Andrei se manteve na pista e consegui passar por Daniele, porém perdeu sua posição para Eduardo Marques.

Assim, após a largada, as posições foram: Luth na liderança; Lucas Chaves em segundo; Eduardo Marques; Andrei Fonseca; e Daniele Assis. Após duas voltas e meia de pura pressão de Lucas Chaves pra cima de Luth Cysne, o que permitiu que Eduardo Marques e Andrei Fonseca se aproximassem, num ultrapassagem apertada, Lucas consegue tomar a liderança tocando a Renault de Luth, que leva a pior e roda na entrada dos boxes, perdendo a posição também para Eduardo e Andrei. Esse toque e Lucas em Luth foi penalizado pela direção de prova com um acréscimo de 10 segundos no tempo final do piloto da Red Bull. Eduardo ainda consegue se aproveitar da confusão a sua frente e passar por Lucas Chaves na saída da chicane. Andrei agora segue em terceiro, seguido de Luth e Daniele. Lucas ainda tenta acompanhar o ritmo de Eduardo, mas este segue muito forte. Lucas acaba rodando na chicane, perdendo a segunda posição para Andrei e Luth. Daniele continua em quinto. Todos mantêm suas posições até a bandeirada final. Eduardo Marques em primeiro, Andrei Luiz em segundo e Luth Cysne em terceiro completa o pódio. Lucas Chaves (que mesmo recebendo uma punição ainda se mantém em quarto) e Daniele Assis completam o grid de chegada do Server A na Sprint Race.

O Server B teve uma ótima corrida de curta duração, cheia de pegas. Com o grid invertido, Diogo Leal aproveitou uma boa largada e manteve a ponta, seguido de Vidal, Silva, Brito e Santos. Ao final da segunda volta, Marcelo tentou ultrapassar Diogo, mas fez a manobra cortando a chicane, também para evitar um acidente, já que ambos ainda dividiam a reta com Carlinhos, ou seja, três carros lado-a-lado! Quem poderia se aproveitar da confusão era Raphael, mas este errou na entrada da chicane e manteve a posição. Uma volta mais tarde foi a vez de Robson abandonar com uma batida, e de Carlinhos cometer um erro ao tentar superar Diogo, perdendo o bico dianteiro na saída do hairpin.

Raphael então não deu chances para Diogo e o ultrapassou, mas tambémnão conseguiu uma aproximação efetiva de Marcelo, deixando a vitória então com o piloto da Williams, que aindalevou uma punição pelo seu corte de chicane, mas não afetando o resultado final. Carlos ainda passou por maus bocados, trocando o bico de seu Honda e levando um Stop and Go por exceder a velocidade limite nos boxes (assim como ocorreu em Cleveland), terminando quase uma volta atrás do líder.

Sprint Race, Final (7 voltas)
1 Eduardo Marques (MG/Ferrari), 8:52.944 (média de 209.04 km/h)
2 Andrei Fonseca (MG/Honda), +1.937
3 Luth Cysne (PR/Renault), +8.103
4 Lucas Chaves (DF/Red Bull), +12.220 [+10s penalty]
5 Daniele Assis (RJ/Williams), +22.983
6 Marcelo Vidal (SP/Williams), 9:07.327 [+5s penalty]
7 Raphael Brito (SP/Red Bull), +10.342
8 Diogo Leal (GO/Renault), +27.271
9 Carlos Silva (PR/Honda), +59.082
10 Robson Santos (SP/McLaren), DNF/Accident (3)
Fastest lap: Andrei Fonseca (MG/Honda), 1:14.434

Explicação de punições
Robson Santos: +10s por fazer Diogo Leal rodar,
Raphael Brito: +10s por fazer Carlos Silva rodar,
Lucas Chaves: +10s por fazer Luth Cysne rodar,
Marcelo Vidal: +5s por corte de chicane.

Não custa nada ajudar, também. Desta forma, passaremos algumas dicas úteis a cada etapa, sempre no intuito de colaborar para que estes jogadores evitem ao máximo alguns imprevistos, que uma hora ou outra acontecem, já que se tratam de corridas! Confiram a lista de dicas.

Dicas Úteis e Alertas
Eduardo Marques: favor evitar toques na traseira de adversários,
Lucas Chaves: favor evitar toques na traseira de adversários,
Lucas Chaves: evitar usar chat durante Qualifying/Race,
Marcelo Vidal: caso corte chicane e ganhe posição, devolva em seguida,
Raphael Brito: favor evitar toques na traseira de adversários,
Robson Santos: favor evitar toques na traseira de adversários,
Todos os pilotos: evitem cortes de chicanes, isso pode ser decisivo no resultado,
Todos os pilotos: durante o Qualifying, respeitem a velocidade limite nos pits.

Advertisement

Facebook

Advertisement

VÍDEO DESTAQUE

More in Corridas